Mostrar mensagens com a etiqueta geleira. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta geleira. Mostrar todas as mensagens

sábado, 21 de agosto de 2021

Derretimento da geleira na Antártida não se deve ao aquecimento global

Os investigadores descobriram por que uma das maiores geleiras da Antártica, Thwaites, derrete com uma velocidade anormalmente alta. Geofísicos alemães e britânicos descobriram um fluxo de calor geotérmico por baixo dela.

Atualmente, o derretimento de Thwaites, na Antártica Ocidental, é responsável por 4% da subida do nível do mar, mais do que de qualquer outra geleira. Os cientistas sugerem que a velocidade de derretimento está crescendo.



Geleira-antartida
Photo//Pensar Contemporâneo



O sol pode mais responsável pelo aquecimento global do que o CO2


Até recentemente, os especialistas relacionaram esta anomalia ao aquecimento global e disseram que a geleira em alguns lugares se apoia no fundo do mar, e por isso entra em contato com massas de água quente. Mas uma pesquisa recente revela que a causa deste anormal derretimento é outra.  



Os cientistas descobriram um fluxo de calor geotérmico debaixo da geleira. Os investigadores explicam o calor geotérmico com a localização de Thwaites, que está sobre uma fossa tectônica, onde a crosta terrestre é significativamente mais fina do que, por exemplo, na Antártica Oriental, segundo o estudo publicado na Communications Earth & Environment.



"As medições que fizemos indicam que por baixo da geleira Thwaites, a espessura da crosta terrestre é de apenas entre 17 e 25 quilómetros, o que permite que surja um fluxo de calor geotérmico com potência de 150 miliwatts por metro quadrado", disse a geofísica Ricarda Dziadek.

Para obter mais dados e determinar a causa decisiva do derretimento anormal da geleira, os investigadores planeiam realizar uma perfuração para recolher amostras do solo sob a geleira e medir a temperatura do fluxo de calor geotérmico.


Alerta Vermelho, para a vida no nosso planeta




Referencia//SputnikNews