Mostrar mensagens com a etiqueta alienígenas. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta alienígenas. Mostrar todas as mensagens

segunda-feira, 25 de outubro de 2021

Antigo manuscrito Hindu revela viagens interplanetárias há 7000 anos

Acredita-se que Bharadwaja fez cerca de 500 diretrizes detalhando a aviação e outras tecnologias encontradas na Terra há milhares de anos. No entanto, os autores observam que os manuscritos atuais contêm apenas entre 100 e 120 diretrizes. 

Os especialistas estão convencidos de que os governantes estrangeiros que invadiram a Índia roubaram muitos desses manuscritos, estudando-os para produzir muitas das tecnologias que vemos hoje na Terra.


Vimana-
Photo//Segnidalcielo


Os OVNIs provavelmente não foram construídos por humanos, afirmam os cientistas



Essas relações parecem apoiar o Vaimānika Śāstra, um texto sânscrito do século XX que descreveu a tecnologia aeroespacial em grande detalhe, afirmando que os 'Vimānas' mencionados em épicos sânscritos antigos eram na verdade aeronaves aerodinâmicas avançadas, semelhantes aos foguetes modernos capazes de viagens aéreas, tal como sugerido pela popular teoria do antigo astronauta.



Os textos foram revelados em 1952 por GR Josye e contêm 3.000 shlokas em 8 capítulos. A propulsão dos Vimānas, segundo Kanjilal (1985), é “Mercury Vortex Engines”, um conceito semelhante à propulsão elétrica.



Os autores afirmam que a aeronave descrita é capaz de viajar entre países, continentes e planetas. Segundo os autores, isso mostra que o sistema de aviação no mundo antigo era muito avançado, mais do que o que existe hoje e que grande parte das tecnologias que existiam na Terra há milhares de anos, antes do início da "civilização moderna", elas têm agora desapareceu completamente, desapareceu não só da sociedade mas também dos livros de história.



Vimana-
Photo//Segnidalcielo


Como os Anunnaki substituíram os “Igigi” por humanos



O que os autores apresentaram, ou seja, retirado do manuscrito é, sem dúvida, a prova de que a tecnologia para viajar entre planetas existia há 7 mil anos. Muitos cientistas disseram que ficaram maravilhados. O vice-reitor da Universidade de Mumbai, Rajan Welukar, disse: "Não há razão para acreditar no que dizem sobre os Vedas, mas é algo que vale a pena estudar".

 


Curiosamente, muitos estudos ofereceram resultados contraditórios no estudo da viabilidade de "máquinas voadoras antigas". Em 1974, um estudo do Instituto Indiano de Ciências em Bangalore descobriu que as aeronaves descritas no Vaimānika Śāstra não eram confiáveis ​​do ponto de vista aeronáutico.



Mas, apesar desse fato, ainda existem muitos autores e estudiosos que estão convencidos de que essas máquinas antigas eram, na verdade, esquemas de máquinas de voo muito avançados. Alguns desses investigadores e estudiosos estão incentivando a investigação agressiva de livros antigos que discutem tecnologia que pode superar nossa própria realidade no século 21.








O capitão Anand J Bodas é citado pelo Mumbai Mirror declara: “A ciência moderna não é científica, porque considera as coisas que não compreende como impossíveis. O índio, ou melhor, a definição dos índios antigos de avião, é um veículo que viaja pelo ar de um país a outro país, de um continente a outro continente, de um planeta a outro planeta. Naquela época, os aviões eram enormes e podiam se mover para a esquerda, direita, para trás e para cima, ao contrário dos aviões modernos que só avançam em linha reta. "


Está se confirmando a previsão do MIT sobre o colapso da civilização


Referencia//Segnidalcielo

quinta-feira, 21 de outubro de 2021

Como os Anunnaki substituíram os “Igigi” por humanos

A origem da humanidade sempre foi a maior duvida de sempre. Os cientistas presumem que a vida tem evoluído desde há milhões de anos nos oceanos e que os humanos são apenas o resultado dessa evolução. 

Mas os teóricos dos antigos astronautas têm uma opinião diferente sobre a origem da humanidade. Eles acreditam que Deuses antigos, os Annunaki, vieram à Terra num passado distante e criaram os humanos modificando geneticamente os primeiros humanos para usá-los como mão de obra.


Anunnaki
Photo//Factos desconhecidos

Os Anunnaki podem ter sido a origem da raça humana, afirmam os teóricos


Os relatos dizem que antes dos humanos, os Anunnaki usaram os Igigi (às vezes também chamados de “Igigu”), a jovem geração de Deuses Antigos Astronautas como seus servos para minerar ouro na Terra, sendo depois substituídos pelos humanos quando se rebelaram contra os Annunaki. Para os antigos mesopotâmicos, o céu é dividido em três cúpulas. A cúpula mais baixa do céu era a casa das estrelas e a cúpula do meio era a casa dos Igigi, os deuses mais jovens. A cúpula mais alta e externa do céu foi personificada como An, o deus do céu.


 
Não está esclarecido o significado da terminologia usada para descrever os deuses, mas os investigadores acreditam que o termo Igigi é de origem semítica e indica um grupo de possivelmente sete ou oito deuses no panteão mesopotâmico. Eles eram meio-humanos, meio-animais. Acredita-se que Marduk, o deus patrono da cidade da Babilónia, pertencia aos Igigi.



Igigi
Os Igigi foram forçados a cavar um curso de água. Eles se cansaram disso, então se revoltaram contra Enlil, um dos principais Anunnaki. Eles queimaram suas ferramentas e cercaram a propriedade de Enlil. Quando os Anunnaki percebem que os Igigi não vão desistir da greve, eles decidem que é hora de uma nova solução para seu problema de trabalho , e essa solução foi a criação dos seres humanos.
Photo//howandwhys




O termo Igigi é atestado pela primeira vez em textos do período da Antiga Babilónia e ocorre apenas em contextos acadianos. Um equivalente logográfico sumério do termo Igigi é nun-gal-e-ne, que deve ser traduzido como "os grandes príncipes / soberanos". Esse termo é mencionado num texto literário atribuído à princesa Enheduanna, filha do rei Sargon, fundador da antiga dinastia acadiana. Esta composição em particular só é atestada em manuscritos da Antiga Babilónia e não está claro se uma data mais antiga pode ser comprovada. É possível que nun-gal-e-ne fosse originalmente um epíteto dos deuses Anunna que mais tarde foram identificados com os Igigi sob a influência de acadiano.


 
Além disso os Igigi são considerados as divindades sumérias mitológicas pelos principais estudiosos. Segundo eles, os  Igigi trabalharam para os poderosos Anunnaki como servos que iniciaram uma rebelião contra seus senhores e a ditadura de Enlil. Os Anunnaki substituíram os Igigi por humanos.

No século 18 AC, épico acadiano conhecido como Atra-Hasis, o paraíso sumério é descrito como um jardim onde deuses inferiores (os Igigi) foram colocados para trabalhar cavando um curso de água pelos Anunnaki.

Quando os Deuses, como os homens, suportavam o trabalho e sofriam, o trabalho dos Deuses era grande e pesado, e a angústia foi muito grande. ”
 
“Os Sete grandes Anunnaki estavam fazendo os Igigi sofrerem o trabalho.”



A teoria dos antigos astronautas alienígenas sugere que os Igigi eram semelhantes aos Anunnaki que permaneceram em órbita do planeta Terra. Eles atuaram como intermediários entre a Terra e o Planeta Nibiru, lar dos Anunnaki.

De acordo com o autor Zecharia Sitchin, os Annunaki modificaram o DNA de humanos pré-históricos há 450.000 anos, misturando seus genes com eles e os colocando em trabalho de mineração de recursos naturais da Terra, como ouro. Ele disse que o planeta Nibiru tem uma longa órbita elíptica e se aproxima da Terra a cada 3.600 anos. Além disso ele afirmou que cerca de 450.000 anos atrás os Anunnaki foram atraídos pelas reservas de ouro no sudeste da África. 




Igigi-deuses
Os Igigi parecem ter sido uma categoria inferior de deuses. Eles eram uma classe de servos que existia antes dos seres humanos serem criados.
Photo//howandwhys




De acordo com uma teoria os Igigi permaneceram em órbita do nosso planeta em plataformas gigantes que processavam minério entregue da Terra. Depois de processar os minerais o material foi transferido para outras naves e eventualmente transportado para o planeta natal dos Anunnaki. Aparentemente o Igigi nunca se encontraram com a humanidade. Vários textos revelam que os Igigi eram "muito elevados para a humanidade" e, consequentemente, "não se preocupavam com as pessoas"




.



Posteriormente, os Igigi se revoltaram contra os Anunnaki após anos de trabalho árduo. Diz-se que eles 'incendiaram suas ferramentas e cercaram a grande casa de Enlil à noite', forçando os antigos Anunnaki a encontrar outra fonte de trabalho.




Após este incidente, os Anunnaki substituíram os Igigi por humanos. Sitchin explicou que quando os Anunnaki vieram para a Terra, eles encontraram homens primitivos. O Deus Annunaki Enki, também conhecido como o Deus do conhecimento, interferiu nos genes desses bípedes, modificou geneticamente seu DNA e os fez trabalhar como mineradores.

As cidades feitas pelos deuses foram destruídas no grande dilúvio há 30.000 anos, que os levou a passar seus conhecimentos aos humanos. Posteriormente, Sitchin disse que os deuses Annunaki voltaram para sua casa em uma nave espacial há cerca de 2569 anos (550 aC).


A Humanidade é o resultado de pelo menos quatro linhagens ancestrais


Referencia//Howandwhys


quarta-feira, 13 de outubro de 2021

Ex-chefe militar dos EUA alerta que alienígenas podem provocar a Terceira Guerra Mundial

Quatro ex-chefes da Força Aérea dos EUA afirmam que os OVNIs desativaram os sistemas de armas nucleares e até mesmo tentaram lançar mísseis, relata o Daily Star.

A ex-liderança das Forças Armadas dos EUA afirma que os alienígenas quase começaram a Terceira Guerra Mundial depois de adulterarem os sistemas das armas nucleares.


ataque-ovni
Photo//Wallhere


O elemento 115, será mesmo um segredo alienígena ?



Eles afirmam que os OVNIs desativaram os sistemas de controlo das armas em bases nucleares e até começaram a ativar mísseis iniciando sequências de lançamento antes de desligá-los.



Em 24 de março de 1967 o ex-oficial da Força Aérea Robert Salas era o comandante de serviço de uma estação subterrânea de controlo de lançamentos na Base Aérea de Malmström, em Montana. Ele afirma que todos os dez mísseis balísticos intercontinentais foram desativados por alienígenas.



Salas afirma que, um incidente semelhante ocorreu apenas oito dias antes, 16 de março de 1967, noutra instalação de controlo de lançamento de mísseis.


conferencia
Photo//gofundme


Dois aviões relatam 'OVNI verde brilhante' voando através das nuvens no Canadá



Esses incidentes deixaram líderes militares temendo um possível ataque inimigo por extraterrestres.

Agora, quatro ex-capitães da Força Aérea dos EUA pretendem fazer um relatório sobre essas intervenções de OVNIs e publicar documentos confidenciais do governo. Eles o farão na esperança de conseguir que o Congresso dos Estados Unidos investigue a interferência dos OVNIs.



 Salas dará uma conferência de imprensa no National Press Club em Washington DC a 19 de outubro para apresentar as evidências ao mundo.

A notícia bombástica vem depois de terem sidos avistados OVNIs na base da Força Espacial de Buckley no Colorado.



Especialistas em OVNIs alertam para uma invasão alienígena falsa



Referencia//Daily Star

terça-feira, 31 de agosto de 2021

Os Anunnaki estão voltando. Porque quiseram apaga-los da história?

A cultura suméria é a principal fonte da história dos Anunnaki e de como eles se relacionaram com o nosso Mundo. No entanto por que nos ensinaram tão pouco sobre a primeira civilização avançada da Humanidade?

A história tentou apagar os Anunnaki.

Quem estudou algum tipo de história suméria ou mesopotâmica nas escolas? Por que nunca nos disseram que nossos ancestrais mencionaram uma civilização que veio das estrelas, conhecida como Anunnaki ?


Anunnaiki
Photo//ufospain


Estarão as estruturas encontradas na Africa relacionadas aos Anunnaki?



Esses seres encontraram uma raça primitiva e rudimentar para a qual contribuíram muito na sua sabedoria. Criaram assim a humanidade atual.



A criação Anunnaki, por que nunca ouvimos falar deles?

Existem muitas teorias sobre os Anunnaki e seu regresso à Terra. Muitos historiadores sugerem que ao voltar não vêm com a intenção de nos ensinar, mas sim para nos ajudar, pois da mesma forma que voltam, o mesmo acontece com a estrela irmã do Sol.

Uma estrela anã marrom, que orbita o nosso sol e a cada cem mil anos regressa na sua jornada para passar perto da órbita da Terra.

Esta estrela é conhecida como Nemesis também chamada de "O Destruidor Interestelar". Sua força de gravidade somada à exercida pelo resto dos planetas causa o colapso do sistema harmónico estabelecido.



Na verdade os efeitos da vinda de Nemesis já podem ser obervados no planeta, mudanças climáticas, alterações do campo magnético, reativação em cadeia de vulcões e movimentos das camadas tectônicas.

Quando os Anunnaki chegaram à Terra os únicos seres que existiam eram animais selvagens, e os primeiros ancestrais do homem atual.

O nome Anunnaki significa "aqueles que vêm do céu para a Terra". Esses seres viviam num planeta distante localizado na borda externa de nossa galáxia.

A razão pela qual o planeta dos Anunnaki não está sendo discutido atualmente é porque nossa memória histórica é muito curta. Resta apenas a história falada e que com o passar das gerações se distorce.

Mesmo caso da história escrita, está sempre sujeita a várias interpretações.




Nemesis
Photo//ufospain


Os Anunnaki podem ter sido a origem da raça humana, afirmam os teóricos



A "Verdade" Sobre Nemesis

Nemesis está desestabilizando o Sistema Solar?

Atualmente, a NASA sabe da existência de 8 planetas oficiais no Sistema Solar. No entanto há muita especulação sobre a órbita instável de dois deles. Isso sugere que há uma atração gravitacional de uma massa muito grande que não foi descoberta.

Essa massa de dimensões colossais seria a anã marrom conhecida como Nemesis que ao passar pelas órbitas externas formaria distúrbios gravitacionais .

Na verdade a própria agência espacial dos EUA declarou publicamente que de acordo com os últimos estudos que foram feitos em órbitas externas eles poderiam concluir que:



"No momento existem cinco linhas diferentes de evidências observacionais apontando para a existência do Planeta 9."

Se a explicação de sua existência fosse eliminada e pensamos que o planeta 9 não existe então seria muito mais complicado explicar o movimento irregular contínuo dos planetas externos. Mas e se realmente houver algo mais?







Esta informação é apenas um excerto da divulgação final. O problema é que a elite continua firme na sua recusa em revelar tudo o que se relaciona aos Anunnaki, para não perder seu status. Saber que a influência dessa raça extraterrestre seria muito maior que a deles.

Esconder a verdade sempre foi a estratégia mais importante das elites. Eliminar os Anunnaki e sua criação da história humana serviu bem para eles por muitos anos. No entanto o despertar da população está se tornando cada vez mais iminente.


O ser humano teria sido criado geneticamente por extraterrestres?



Referencia//Ufospain

quinta-feira, 26 de agosto de 2021

As 'esferas de Dyson' alienígenas podem estar captando a energia dos buracos negros

Os alienígenas, tecnologicamente avançados, podem estar impulsionando sua sociedade usando uma megaestrutura hipotética chamada esfera de Dyson para captar energia de um buraco negro. E a esfera pode irradiar de maneiras peculiares, permitindo que os telescópios da Terra descubram a existência de seres inteligentes em outras partes do universo, sugere um novo estudo.

Uma esfera de Dyson é uma estrutura especulativa que circundaria uma estrela com uma formação compacta de plataformas orbitais para capturar a luz das estrelas e produzir energia, de acordo com o site Space.com. Proposta pela primeira vez pelo físico teórico Freeman Dyson em 1960, a ideia pode ser realizada por uma espécie extraterrestre viajante do espaço que se espalhou por seu sistema estelar e, portanto, exigiu quantidades cada vez maiores de energia.

esfera-de-dyson
Photo//O Globo



Alienígenas administram uma base secreta, no Novo México, afirma a teoria da conspiração



Durante uma pausa para o café, o astrónomo Tiger Yu-Yang Hsiao, da National Tsing Hua University, em Taiwan, e seus colegas leram um artigo sobre as esferas de Dyson e começaram a se perguntar se seria possível construir uma em torno de um buraco negro em vez de uma estrela.

"Os buracos negros são um dos objetos mais brilhantes do céu", disse Hsiao ao LiveScience.

Embora normalmente pensemos neles como sendo escuros e que consomem tudo, os buracos negros podem irradiar quantidades incríveis de energia, acrescentou. O material geralmente forma um disco ao cair na boca de um buraco negro, como a água circulando em um ralo.



Conforme o gás e a poeira neste disco giram e batem um contra o outro, eles aquecem por fricção , às vezes a milhões de graus, produzindo luz na qualidade de raios-X do espectro eletromagnético, disse Hsiao. Feixes colossais de energia também podem disparar dos polos de um buraco negro.

Como os buracos negros comprimem uma massa gigantesca numa pequena área do espaço, eles são menores que as estrelas e, portanto, potencialmente mais fáceis de circundar. Uma espécie que escolhe "construir uma esfera de Dyson em torno de um buraco negro pode economizar muito material", disse Hsiao.



Os alienígenas poderiam colocar um grande satélite numa órbita estável á volta de um buraco negro e então captar a energia de raios-X usando algo semelhante a painéis solares, disse o co-autor do estudo Tomotsugu Goto, também da National Tsing Hua University, ao Live Science.

Eles também podem construir uma estrutura semelhante a um anel á do buraco negro ou cercá-lo totalmente com plataformas, muito parecido com a proposta original de Freeman Dyson, Goto acrescentou, embora cada um deles fosse cada vez mais complexo e desafiador de construir.

Em ambos os casos, um buraco negro pode irradiar até 100.000 vezes mais energia do que uma estrela como o sol, o que significa que uma espécie alienígena teria muita energia para trabalhar, escreveram os investigadores num artigo publicado em 1º de julho na revista Monthly Notices of the Royal Astronomical Society


Documentos ultra secretos da KGB descrevem "Raças Extraterrestres" que visitaram a Terra



Depois de ser absorvida e usada, a energia de um objeto cósmico teria que ser irradiada novamente ou então acumularia-se e eventualmente derreteria a esfera de Dyson, como Dyson observou em seu artigo de 1960. Essa energia seria transferida para comprimentos de onda mais longos, de modo que uma esfera de Dyson á volta de um buraco negro pode emitir uma assinatura de energia inexplicável no ultravioleta ou infravermelho, disseram os investigadores.

Vários instrumentos, incluindo o Wide-field Infrared Survey Explorer (WISE) da NASA e o telescópio Pan-STARRS no Havaí, catalogaram biliões de objetos durante suas pesquisas detalhadas do céu, disse Goto. Se as esferas de Dyson á volta dos buracos negros realmente existirem, é possível que seus sinais reveladores já tenham sido registados por esses detetores, acrescentou.



A equipe está agora desenvolvendo algoritmos que podem pesquisar esses bancos de dados e procurar entidades peculiares que possam indicar esferas de Dyson. "Se realmente puder ser encontrado, eu ficaria em êxtase", disse Hsiao.

Tal pesquisa pode ser útil não importa o que seja revelado, disse Macy Huston, doutoranda em astronomia na Universidade Estadual da Pensilvânia que não esteve envolvida no trabalho, ao Live Science. "Mesmo que não se encontre as esferas de Dyson, provavelmente encontrará algo interessante ao longo do caminho", disseram eles.



 No entanto, os buracos negros representam desafios distintos para mega-engenheiros alienígenas. Os monstros gravitacionais tendem a ser menos estáveis ​​do que as estrelas em termos de produção de energia, disse Huston.

Enquanto a luz do sol brilha continuamente, os buracos negros costumam ter explosões de atividade seguidas por períodos de silêncio à medida que consomem quantidades cada vez menores de matéria nos seus discos. Uma espécie alienígena pode ter que ficar atenta a explosões particularmente grandes que podem destruir estruturas orbitais, disse Huston.

Mas "se uma espécie está procurando por algo mais poderoso do que uma estrela, pode ser isso", disseram eles.


Via Láctea pode ter mais de 3.000 civilizações alienígenas


O elemento 115, será mesmo um segredo alienígena ?



Referencia//LiveScience

quarta-feira, 25 de agosto de 2021

Estará a Terra sendo transformada por seres não humanos?

Algo está a acontecer no planeta Terra que simplesmente não fazem sentido, se olharmos da perspetiva de um ser humano comum.

Por exemplo, o montante da dívida financeira acumulada em todo o Mundo. Estamos falando de triliões e triliões de dólares. Parece totalmente inacreditável que os seres humanos devam tanto dinheiro a outros seres humanos. Os números realmente fazem mais sentido se considerarmos que nossos credores podem ser entidades fora do planeta.



Fim-do-mundo
Photo//Pixabay//urikyo33-


Especialistas em OVNIs alertam para uma invasão alienígena falsa


Vejamos também, por exemplo, a destruição generalizada do planeta.

 O projeto de areias betuminosas Athabasca em Alberta, Canadá, é um empreendimento de terra arrasada tão grande que pode ser comparado às Grandes Pirâmides de Gizé e à Grande Muralha da China.

A remoção do topo da montanha nos Apalaches, o fim da Amazônia, tanta insensibilidade sobre Fukushima ... nada disso faz sentido.

Mas expandir-mos o num erro de possibilidades, ao tentar compreender tudo isso, faz mais sentido que as forças motrizes por trás dessa destruição indiscriminada do planeta não sejam daqui. Aqueles que pressionam por tudo isso não dependem desses ecossistemas para viver.



Talvez a nossa terra esteja sendo usada por entidades fora do planeta para o que eles necessitam, e o planeta esteja sendo ativamente TERRAFORMADO para maximizar a eficiência da extração de recursos.

Terraformar é "o processo hipotético de modificar deliberadamente a atmosfera, a temperatura, a topografia da superfície ou a ecologia [de um planeta] para ser semelhante ao ambiente da Terra para torná-la habitável por vida semelhante à da Terra".

Eles usam o termo hipotético porque, pelo que sabemos, isso nunca foi feito, no entanto uma visão holística dos eventos atuais na Terra ajusta-se à descrição da terraformação, mas ao contrário. A Terra está sendo terraformada para se parecer com algum outro lugar.



A escritora V. Susan Ferguson questiona-se se uma raça extraterrestre já está aqui, com milhões de indivíduos, e se o planeta está sendo alterado para ser mais favorável às suas necessidades particulares.

 Eles estão terraformando nossa Terra para torná-la adequada para os híbridos que agora podem ser milhões. Um planeta que lentamente, foi alterado quimicamente, tornando-se fisicamente mais denso, mais quente, mais seco e um pouco mais radioativo e rico em metano”.

“A loucura de construir centrais nucleares perto da costa, como em Fukushima, mostra uma intenção de aumentar a radiação. O derretimento do Ártico, da Groenlândia e da Antártida está causando a libertação de grandes quantidades de metano. Os híbridos são imunes a grandes quantidades de radiação e metano”.

É esta a hipótese que se encaixa com mais precisão num mundo onde a geoengenharia é amplamente evidente e é cada vez mais frequentemente descrita pelas notícias como necessária para adaptação às mudanças climáticas.


Os bilionários estão se preparando para fugir da Terra



Desconhecido para a maioria das pessoas, ficou claro que, por volta de 2025, os governos haviam de fato projetado a geoengenharia, na atmosfera da Terra e nos oceanos e na grade eletromagnética do planeta para facilitar o uso de tecnologia escalar e sônica de maneira prejudicial e em alguns casos prejudiciais globalmente.” “”Colapso da linha do tempo e ascensão universal””, EM Nicolay e HL Jang

 

Esses projetos são colossais e envolvem uma cooperação complexa entre a indústria e o governo. Com relação ao montante de investimento necessário para financiar projetos como esses, Timothy Good, no seu livro “Terra uma empresa alienígena” : a verdade chocante por trás do maior encobrimento da história da humanidade, cita William J. Pawlec, ex-especialista em computação e programação da Força Aérea dos Estados Unidos:

 

O que me preocupa é quando esses projetos vão alem do imaginável, pessoas com segundas intenções assumiram o controlo deles e / ou o financiamento deles e / ou a capacidade do que é realmente assustador de preencher seus próprios cheques ilimitados sem olhar para ninguém”.

Enquanto isso a ddestruição do meio ambiente apenas acelera e ao mesmo tempo parece que a natureza está de alguma forma sendo transformada em arma para que tanto o clima quanto o campo eletromagnético da Terra possam ser utilizados para fins geopolíticos.



Em relação ao uso de tecnologia para remodelar o ambiente eletromagnético da Terra, Ferguson refere-se a Nicolay:

Nicolay diz que talvez o uso mais destrutivo dessas tecnologias que 'transformaram' nossa atmosfera seja o uso da própria Terra “como um meio para transmitir ondas de energia eletromagnética que poderiam ser silenciosamente usadas para propósitos enormemente destrutivos em qualquer lugar do mundo.”

A consciência do potencial para intimidar os países em acordos relativos ao comércio e instalações militares pode ser considerada quando lemos sobre furacões sem precedentes, tsunamis, inundações, secas e incêndios colossais.


Juristas avaliam as leis futuras para lidar com a ascensão dos Sexbots


Eles atribuem essas ocorrências ao aquecimento global o que justifica mais geoengenharia. O nosso planeta está morrendo.

Nicolay: “Em meados de 2010 quase nenhuma região da Terra estava livre da atmosfera recém-ionizada e metalizada, ou em virtude da precipitação de partículas a ionização do sistema de grade eletromagnética do planeta”.

A própria Terra e sua atmosfera eram e são agora o meio ideal para a transferência de vastas ondas de energia escalar que poderiam ser usadas para controlar padrões climáticos, controlar fenômenos naturais ou direcionados e entregues com precisão quase exata e resultados devastadores. ”








Há algo em que pensar aqui. Podemos ignorar esses problemas o quanto quisermos mas eles não vão desaparecer mas continuarão a exacerbar o estresse ambiental e social.

O nosso entendimento popular atual de como o mundo é administrado, não tem uma explicação para esses crimes hediondos contra a mãe natureza dos quais somos as últimas vítimas.

Poderia haver algum tipo de civilização extraterrestre ou separatista fazendo seu caminho com este planeta para algum fim que não sabemos?


Alerta Vermelho, para a vida no nosso planeta


Referencia//Anomalien

domingo, 22 de agosto de 2021

O polvo tem um DNA alienígena, concluem os cientistas

As criaturas aquáticas guardam vários segredos, então os investigadores pensaram que seria uma boa ideia desvendar alguns deles. De entre a abundância de vida selvagem marinha os biólogos escolheram o polvo para fazer o teste. e então quebraram seu DNA para ver o que ele continha.

Depois de sequenciar completamente seu genoma os cientistas chegaram a uma conclusão inesperada que os polvos são totalmente distintos de quaisquer outros animais na Terra. Os resultados mostraram números surpreendentes, mais de 33.000 genes codificadores de proteínas foram identificados. Isso é mais do que os seres humanos possuem, sendo que, os cientistas não chegaram a acordo, se 14 ou 25.000 genes.

 


Polvo-um-ser-alienigena
Photo//Pixabay//edmondlafoto


Cientistas resistam “grito das profundezas” ra 10.000 metros de profundidade



O Dr. Clifton Ragsdale, investigador da Universidade de Chicago, ofereceu detalhes extras sobre a importância dessa descoberta. Segundo ele “o polvo parece ser totalmente diferente de todos os outros animais, até mesmo de outros moluscos, com seus oito braços preênseis, seu grande cérebro e suas habilidades inteligentes para resolver problemas”.

 


Com 168 genes reguladores do desenvolvimento de neurônios, quase o dobro do número encontrado em qualquer mamífero, e uma grade neural consistindo de 1/2 bilião de neurônios espalhados desde a cabeça aos braços preênseis, o polvo pode facilmente superar a maioria das criaturas marinhas.

O seu curioso sistema nervoso ramifica-se aos seus braços alongados, e se um for desmembrado, o polvo ainda é capaz de usar suas habilidades cognitivas como se tivesse um sistema nervoso individual em cada um de seus braços.

 



O DNA do polvo deixou os cientistas com a sensação de que estava altamente reorganizado. Essa conclusão foi baseada no fato de que, o código genético do polvo ser composto de uma série de transposons, ou “genes saltadores” que saltaram através do genoma mudando sua estrutura.

Com algumas exceções notáveis, o polvo tem basicamente um genoma invertebrado típico, que acaba de ser completamente reorganizado como se tivesse sido colocado num liquidificador e misturado”, disse Caroline Albertin, uma das biólogas marinhas da Universidade de Chicago.

Isso leva os genes a serem colocados em novos ambientes genómicos com diferentes elementos reguladores e foi uma descoberta totalmente inesperada.”

 



Outra característica interessante desta maravilha aquática é a capacidade de se camuflar perfeitamente com o que o rodeia. Esse comportamento camaleónico é desencadeado por seis genes de proteínas denominados “refletinas”, que impactam a forma como a luz reflete na pele do polvo transformando-a em padrões e texturas variadas que camuflam o polvo.

 Parte da subclasse coleóide dos moluscos são o polvo, o choco e a lula. Essas criaturas evoluíram ao longo de um período de mais de 500 milhões de anos e são conhecidas por habitarem quase todos os  mares do mundo e em quase todas as profundidades.

 


A sua adaptabilidade consiste em corpos extremamente flexíveis e fluidos, um sistema visual insano que lhes permite perceber as cores embora sejam daltônicos e claro a sua técnica nativa de camuflagem.

Os polvos receberam o rótulo de “alienígena” desde que o zoólogo britânico Martin Wells os estudou, mas Charles Mudede alerta para não interpretar o “alien como uma questão de DNA”, mas sim como uma questão de diversidade.

 



Mas não importa o quão louco o DNA de um animal possa parecer, ele provavelmente é deste planeta se suas células contiverem os organelos geradores de energia chamadas mitocôndrias”, escreveu Mudede.

Com todas essas evidências “fora deste mundo” em mãos, é difícil não ver as características sobrenaturais dos polvos especialmente sua capacidade de redesenhar seu DNA para uma experiência de vida perfeita e extrema capacidade de sobrevivência.







Tecnologia pioneira descobre os mistérios do "Kraken"



 Isso poderia ser apenas um processo evolutivo complexo e mal compreendido? Ou esses invertebrados com tentáculos foram trazidos para a Terra de outro lugar no universo por alguma civilização desconhecida sobre a qual podemos apenas especular?

Seja qual for o caso é certamente interessante imaginar esses seres incomuns como os antigos companheiros de uma espécie alienígena aquática de um passado remoto. Não podemos presumir com segurança que foi esse o caso, mas ao mesmo tempo é difícil negar as implicações 'alienígenas' nesta história.


Fóssil vivo encontrado em Singapura



Referencia//Anomalien

quarta-feira, 18 de agosto de 2021

O elemento 115, será mesmo um segredo alienígena ?

O elemento 115 é uma espécie de enigma. Só foi adicionado à tabela periódica em 2016, mas ao longo de décadas atraiu atenção por causa de uma suposta conexão com tecnologia extraterrestre e formas de vida alienígenas.

Os militares dos EUA há muito negam que tenha sido algo, que não um balão meteorológico, que caiu perto de Roswell em 1947. Em 2011 no entanto o FBI revelou um memorando endereçado a J. Edgar Hoover o descarte de três "Discos Voadores", relata o canal de TV History.




Ovni
Photo//Segredos do mundo


Especialistas em OVNIs alertam para uma invasão alienígena falsa


Alguns dizem que Roswell é apenas a ponta do iceberg e que por todo o mundo mais OVNIs pousaram na Terra. Os destroços podem estar escondidos em bases militares secretas como a Área 51 em Nevada, Kapustin Yar na Rússia, Pine Gap na Austrália, Rudloe Manor na Inglaterra e até mesmo em áreas remotas da China.

Em 2013 cientistas da Universidade de Lund na Suécia confirmaram a existência de um novo elemento. Os investigadores suecos conduziram experiencias que lhes permitiram detetar a 'impressão digital' do novo elemento muito pesado.

 


No final de 2015, cientistas da Universidade da Califórnia desenvolveram um tipo especial de metal que é extremamente forte e ao mesmo tempo extremamente leve. Além disso o metal é muito flexível e resistente ao calor extremo.

Segundo alguns, este metal é muito semelhante ao metal recolhido na queda de Roswell, pelo Major Jesse Marcel. “A maioria dos objetos era extremamente leve. Era um material muito fino e forte que não pesava quase nada ”, disse o cientista nuclear canadense Stanton Friedman.

O governo dos EUA está mentindo sobre Roswell há sete décadas”, explica o ex-ministro da Defesa canadense Paul Hellyer. “Os Estados Unidos ainda fingem que não os interessa e que nada sabem  aeste respeito. Nada é menos verdadeiro.”



O elemento 115 ou moscovium é um elemento superpesado feito pelo homem que tem 115 prótons em seu núcleo”, segundo e-mails de Jacklyn Gates um cientista do Grupo de Elementos Pesados ​​na Divisão de Ciência Nuclear do Laboratório de Berkeley na Califórnia. (Como acontece com todos os elementos da tabela periódica, o número do elemento corresponde ao número de prótons no núcleo do átomo do elemento.) “Isso é 23 prótons a mais do que o elemento mais pesado que você pode encontrar em grandes quantidades na Terra, o urânio. ”

Gates diz que o elemento 115 é um elemento extremamente raro que é feito um átomo de cada vez em aceleradores de partículas. Ele existe por apenas uma fração de segundo antes de se transformar em outro elemento.

O novo elemento é chamado de ununpentium, mas esse nome, que se refere à 115ª posição na tabela periódica é apenas temporário.

Embora os cientistas ainda saibam pouco sobre esse elemento ele parece estar relacionado ao plutônio que é usado como combustível experimental para foguetes.

Estamos nos referindo à longa história de Robert (“Bob”) Scott Lazar que em 1989 tornou a público o que ele disse ser uma informação ultrassecreta sobre o elemento 115.



Dois aviões relatam 'OVNI verde brilhante' voando através das nuvens no Canadá



Bob Lazar

Lazar alegou ser um ex-funcionário da Área 51, a área famosa (e altamente classificada) do Campo de Teste e Treinamento de Nevada operado pela Força Aérea dos Estados Unidos onde seu trabalho era fazer engenharia reversa de discos voadores alienígenas acidentados. Ele disse que trabalhou pessoalmente com o elemento 115 que era usado para pilotar naves alienígenas.

É “impossível sintetizar um elemento tão pesado aqui na Terra. … A substância tem que vir de um lugar onde elementos superpesados ​​poderiam ter sido produzidos naturalmente ”, disse Lazar.

Lazar disse que viu evidências de tecnologias de propulsão antigravidade e nove naves alienígenas armazenadas num hangar na Área 51.







Área 51

Essas naves ostensivamente usavam algum tipo de sistema de propulsão que aproveitava o poder inerente da gravidade e portanto utilizava as características de elemento 115 para trabalhar sua magia tecnológica.

O governo não confirma o emprego de ninguém que trabalhou na Área 51. E, como algumas fontes apontaram a essência de suas afirmações nunca foi totalmente refutada



Abduções alienígenas assustam cidade britânica



Referencia//Anomalien