Mostrar mensagens com a etiqueta Insólito. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta Insólito. Mostrar todas as mensagens

domingo, 1 de agosto de 2021

Portais estranhos ligam a Terra ao Sol de oito em oito minutos

Enquanto lê este artigo, algo acontecerá bem no espaço. Algo que até recentemente muitos cientistas não acreditavam. Um portal magnético abre-se, conectando a Terra com o Sol a uma distância de 150 milhões de quilómetros, relata a NASA Science.

Toneladas de partículas de alta energia passarão por essa abertura antes que ela se feche novamente quando acabar de ler o artigo.

É chamado de “evento de transferência de fluxo” ou “FTE”, diz o físico espacial David Seebeck, do Goddard Space Flight Center um importante laboratório de pesquisa da NASA.



Portal-magnetico-liga-a-Terra-ao-sol
Photo//Anomalien


Ponto fraco no campo magnético da Terra deverá dividir-se em dois



 Em 1998, eu tinha certeza de que eles não existiam mas agora a evidência é irrefutável.”

De fato David Seebeck provou sua existência e apresentou essa evidência num encontro internacional de físicos espaciais num seminário em 2008 em Huntsville, Alabama.

No futuro a NASA confirmou totalmente que esses portais ligando o Sol e a Terra aparecem a cada 8 minutos.

 


Os cientistas há muito adivinham que a Terra e o Sol devem estar relacionados. A magnetosfera da Terra (a bolha magnética que envolve nosso planeta) é preenchida com partículas de alta energia do Sol que entram através do vento solar e penetram na blindagem magnética do planeta.

Pensava-mos que essa conexão era permanente e que o vento solar poderia se infiltrar no espaço próximo à Terra a qualquer momento em que estivesse ativo”, diz Seebeck.

"Estávamos errados. As conexões não são aleatórias e não dependem de chamas ou da velocidade de fluxo das partículas solares. Esses portais abrem a cada 8 minutos.”




Os cientistas explicaram como esses portais são formados:

No lado diurno da Terra (o lado mais próximo do Sol) o campo magnético da Terra é pressionado contra o campo magnético do Sol.

 Aproximadamente a cada oito minutos esses dois campos brevemente se fundem ou “se reúnem” formando um portal pelo qual as partículas podem passar. O portal tem a forma de um cilindro magnético da largura da Terra.

Quatro naves espaciais ESA Cluster e cinco sondas NASA THEMIS passaram através desses cilindros e os cercaram medindo seus tamanhos e registando as partículas que passavam por eles.

Eles existem”, diz Seebeck.




Agora que o Cluster e o THEMIS exploraram diretamente os portais, os cientistas podem usar essas medidas para modelar portais nos seus computadores e prever seu comportamento.

O físico espacial Jimmy Rader, da University of New Hampshire apresentou um desses modelos num seminário. Ele disse aos seus colegas que os portais cilíndricos geralmente se formam acima do equador da Terra e em seguida passam sobre o polo de inverno da Terra:

 Dezembro, portais que conectam o Sol e a Terra passam pelo Polo Norte

Em julho, os portais que conectam o Sol e a Terra passam pelo Polo Sul.

Seebeck diz: “Acho que existem dois tipos desses portais: ativo e passivo”.



Os portais ativos são cilindros magnéticos pelos quais as partículas passam com bastante facilidade; eles são importantes condutores de energia para a magnetosfera da Terra.

Os portais passivos são cilindros magnéticos que oferecem mais resistência. A sua estrutura interna não permite esse fluxo de luz de partículas e campos (FTEs ativos são formados nas latitudes equatoriais quando o FMI é direcionado para o sul. FTEs passivos são formados em latitudes mais altas quando o FMI é direcionado para o norte).

Seebeck calculou as propriedades de FTEs passivos e incentiva seus colegas a procurarem seus sinais nos dados do THEMIS e do Cluster.

FTEs passivos podem não ser muito importantes mas até que saibamos mais sobre eles não podemos ter certeza.”



Mas existem muitas perguntas sem resposta:

Por que os portais se formam a cada 8 minutos?

Como os campos magnéticos dentro de um cilindro se torcem e se enrolam?

 “Estamos estudando isso”, diz Seebeck.

Enquanto isso, um novo portal está se abrindo conectando nosso planeta ao sol. Será que faz receção e transmissão de dados?




O Sol acaba de lançar a erupção mais poderosa desde 2017




Referencia//Anomalien

sábado, 31 de julho de 2021

Descobertas duas pirâmides no centro do Triangulo das Bermudas

O Triângulo das Bermudas, também conhecido como Triângulo do Diabo, fica no oeste do Oceano Atlântico Norte, e segundo os registos, muitos aviões e navios desapareceram em circunstâncias misteriosas.

Na década de 1960,um mergulhador, Dr. Brown, relatou ter visto uma pirâmide de vidro misteriosa, no fundo do oceano, enquanto mergulhava nas Bahamas.

 



Piramides-submersas-triangulo-bermudas
Photo//News Intact


Vídeo filmado em navio dos EUA mostra ovni mergulhando no Pacífico


O Dr. Meyer Verlag descobriu duas pirâmides enormes, três vezes maiores do que a Pirâmide de Quéops do Egito, graças a tecnologia oceanográfica avançada. Essas pirâmides, que estão a uma profundidade de 2.000 metros, são feitas de um material cristalino não identificado.

Segundo o Dr. Meyer, esta descoberta pode estar ligada a uma série de desaparecimentos misteriosos no Triângulo das Bermudas. Não se consegue saber como é que as pirâmides foram la construídas e por quem.



Uma das várias teorias afirma que as pirâmides foram construídas com o fundo atual do oceano acima do nível do mar, mas que um poderoso cataclismo alterou completamente a paisagem, submergindo-as.

Outra teoria é que essas pirâmides estão associadas à Atlântida a cidade perdida.

O tamanho das pirâmides, a sua superfície lisa e os materiais usados ​​para construí-las, deixaram os cientistas perplexos que esperam que um estudo mais aprofundado esclareça as coisas.



O argumento principal é que a descoberta dessas pirâmides poderia reforçar a hipótese de que as pirâmides foram construídas como fontes de energia. Eles também podem afirmar a existência não apenas de Atlântida, mas de muitas outras cidades misteriosas ou mesmo grandes civilizações que desapareceram na mesma época







Referencia//News Intact

quarta-feira, 21 de julho de 2021

A Lua é uma “estação espacial”, que espia o nosso planeta

John Lear traz informações relacionadas à origem artificial de nossa Lua e à barragem de atividade extraterrestre que se estende por toda a sua superfície e no subsolo. Nesta discussão com Emery Smith, o ex-funcionário da CIA e piloto, John Lear, explica que manter o sigilo dessa atividade requer uma grande parte do orçamento do programa espacial publicamente conhecido e programas de desinformação ativos.

De acordo com especialistas nosso sistema solar é um importante centro para civilizações em toda a galáxia, e a nossa lua tornou-se uma parte integrante para alienígenas que monitorizam tudo o que acontece no nosso planeta.


Lua-oca-e-habitada
Photo//Segnidalcielo



Alienígenas administram uma base secreta, no Novo México, afirma a teoria da conspiração



A Lua é uma instalação de monitorização extraterrestre e é tudo menos natural. As raças extraterrestres escondem-se de nós, porque sabem que mais cedo ou mais tarde acabaríamos recebendo energia gratuita e haveria tecnologias que seriam prejudiciais às grandes corporações que governam o mundo.

Eles estão nos monitorizando e os Estados Unidos, Rússia, China e outras superpotências estão cientes de sua presença. Não adianta esconder".




Mas não é tudo. Lear também mencionou que no subsolo da Lua, estão áreas urbanas onde vivem raças de alienígenas cinzentos, para os quais temos inúmeros registos de que esses seres visitaram nosso planeta e continuam a fazê-lo até hoje. Nessas áreas subterrâneas segundo o ex-piloto da CIA eles têm laboratórios onde realizam experiencias genéticas.

Durante as décadas de 1980 e 1990 John Lear começou a falar revelando informações confidenciais. Aqui está uma das suas declarações recentemente divulgadas: “Em 1953 uma nave alienígena caiu e um extraterrestre que chamamos de EBE 3 foi capturado o que ajudou o governo dos Estados Unidos a construir algumas naves com tecnologia extraterrestre”.



 “Em 1962 tínhamos veículos que não podiam ultrapassar a velocidade da luz, mas rápidos o suficiente para chegar à Lua em 60 minutos e algumas horas para ir a Marte. O primeiro voo para Marte ocorreu em 1966 ”, declara Lear , “também no planeta vermelho existem cerca de 600 milhões de seres alienígenas e algumas colônias humanas”.

De acordo com Lear tudo o que sabemos sobre a lua é uma mentira inventada pelos governos com o propósito específico de esconder suas atividades e programas alienígenas. Também diz que foi escondido de nós que existem vários planetas como a Terra.


Objetos-vistos-na-lua
Photo//Segnidalcielo

 

Alienígenas administram uma base secreta, no Novo México, afirma a teoria da conspiração



Não posso provar, ou já estaria morto. Não posso mostrar uma foto da USS Enterprise lá em cima. É exatamente isso que faz sentido aprender sobre a tecnologia adquirida depois que o governo dos EUA ter injetado biliões ou triliões de dólares em todas as pesquisas de Tesla ”, diz Lear.

No entanto a afirmação mais surpreendente, é sua próxima afirmação de que a Terra é na verdade uma prisão planetária e serve como uma instituição penitenciária onde os prisioneiros deveriam atingir um nível mais alto de concisão.







Referencia//Segnidalcielo

quarta-feira, 14 de julho de 2021

Havia informações sobre seres extraterrestres e OVNIs na Biblioteca de Alexandria

Muito conhecimento desapareceu com a destruição da Biblioteca de Alexandria, especula-se até que havia dados importantes sobre nosso mundo que se perderam para sempre, entre eles, informações sobre alienígenas...

Alexandria foi uma cidade criada por Alexandre o Grande, que se destacou, entre muitas outras coisas, por hospedar um recinto no qual eram armazenadas informações de todo o mundo, informações do mais alto grau de importância.




alienigenas-nas-piramides-do-egito
Photo//History-Uol


O Pentágono investiga o que o DoD faz com as filmagens de OVNIs



Muitos historiadores, antigos e atuais, asseguram que a Biblioteca de Alexandria continha todo o conhecimento existente sobre o mundo antigo.

Depois de ter sido quase totalmente destruída no ano 48 a.C., a biblioteca continuou funcionando, mas ninguém sabe ao certo qual foi a quantidade de informação sobre o passado do nosso planeta que se perdeu.

Lembremos que a Biblioteca de Alexandria reunia todas as informações que viajantes, sábios, cientistas ou astrónomos da época adquiriam nas suas longas viagens.

Portanto, acredita-se que lá dentro havia histórias que, até hoje, permanecem um enigma. Isso pode incluir informações relacionadas a alienígenas, avistamentos de OVNIs, entre muitos outros.



Fatos sobre avistamentos alienígenas na Biblioteca de Alexandria

 

Durante décadas, quis-se fazer uma cronologia de figuras históricas que testemunharam encontros com OVNIs e seres estranhos que, claramente, não são humanos.

Fenómenos relacionados com alienígenas não são recentes. O fato de na atualidade serem muito mais frequentes deve-se ao fato de possuirmos tecnologia que nos permite detetá-los com mais facilidade.

No entanto, isso não quer dizer que episódios semelhantes não tenham ocorrido nos tempos antigos, de modo que é possível que esses encontros tenham sido registados e armazenados na Biblioteca de Alexandria.



Especialista em ONVIs afirma aproximarem-se revelações “bombásticas”



Existem muitos registos históricos em diferentes culturas que nos fazem pensar que, de fato, houve muitos encontros com OVNIs ou extraterrestres no passado, como no caso dos egípcios. Até a Bíblia fala sobre estranhos objetos voadores não identificados.

Por isso, não é de estranhar que, dentro da maior Biblioteca da Antiguidade, houvesse relatos extrema importância, de testemunhas oculares, registos, encontros e qualquer tipo de informação que confirmasse a existência de alienígenas.

Infelizmente, é improvável que tais informações tenham sobrevivido à destruição. E se sobreviveram podem ter sido ocultadas em algum sitio.

Embora Alexandria fosse o berço do conhecimento do mundo, alguns dos autores dos escritos ali armazenados, também mantinham cópias para si próprios ou para levar com eles para outro lugar.




Desta forma, diferentes fontes históricas foram obtidas onde estranhas interações são comparadas com o que, claramente, seriam naves e seres de outros mundos.

Comecemos por Plutarco, um dos mais enigmáticos historiadores da Antiguidade mas que, a maior parte de suas obras, se perdeu no tempo

A única coisa que sobreviveu até hoje são pequenos fragmentos de sua obra. Muito poucos estão completos. Mesmo assim, podemos encontrar informações relevantes, como a biografia de Lucullus. Porém, o que mais se destaca não é o político, mas um acontecimento que viveu e que foi registado por Plutarco.

A história conta que durante a Terceira Guerra Mitridática, Lucullus estava à frente de seu exército a caminho da batalha. Naquele momento, o céu "abriu", dando lugar a um OVNI.

"Um objeto que desce rapidamente, semelhante a uma chama, que tem a forma de um vaso e um metal recozido de cor brilhante."




Da mesma forma, Alexandre, o Grande, de acordo com registos históricos, presenciou vários fenómenos semelhantes que poderiam ser facilmente descritos como extraterrestres.

De acordo com a história, enquanto liderava seu exército, ele recebeu ajuda de três "grandes escudos de prata" que vieram do céu.

O mais surpreendente é como é mencionado que os OVNIs, dispararam um raio na fortaleza, destruindo-a, e permitindo a entrada das tropas de Alexandre o Grande.

Esses misteriosos "escudos" reapareceram na luta contra o exército indiano, onde foi relatado que eles voaram sobre o rio onde a guerra estava ocorrendo.

Estes são apenas alguns relatos encontrados na Biblioteca de Alexandria relacionados a alienígenas, que foram registrados e sobreviveram à passagem do tempo até hoje. No entanto, a dúvida continua: que outras informações essa fonte histórica poderia ter protegido?


Projetos secretos do Pentágono, OVNIs, buracos de minhoca e muito mais


Referencia//Ufologia Mundial

quinta-feira, 8 de julho de 2021

Estranha maleta e crânios descobertos nas montanhas da Rússia

Nas montanhas da região de Cáucaso de Adygeya foram encontrados dois crânios pertencentes a uma criatura desconhecida para a ciência com o emblema da “Ahnenerbe” provavelmente a sociedade mais secreta dentro da SS dedicados ao estudo das forças ocultas e sobrenaturais. Segundo os investigadores é provável que os membros da SS estavam interessados ​​nos mistérios dos antigos dólmenes e as causas da alta radioatividade natural na região de Kishinski canyon.

Também é possível que eles estivessem procurando o ouro Kuban Rada, perdido na região durante a Guerra Civil Russa (1917-1923). Os investigadores também descobriram um mapa alemão do território de Adygeya, realizado em 1941 e foram surpreendidos pela exatidão e integridade que tem. Esses objetos encontrados têm despertado grande interesse entre os especialistas.


Misterio-estranha-pasta-e-dois-cranios
Photo//Extraterrestreonline

Os OVNIs provavelmente não foram construídos por humanos, afirmam os cientistas


Os historiadores conhecem muitos detalhes da operação Edelweiss da Wehrmacht o que eles plantaram bandeiras nazis no pico de Elbrus a montanha mais alta da Europa localizada na República de Kabardino -Balkaria no Cáucaso russo. No entanto, qual era o propósito desta organização secreta nas montanhas de Adygea? A descoberta na floresta no complexo etnográfico Belovodie localizado na aldeia de Kamennomostsky, os crânios enigmáticas e os ocultistas secretos da pasta SS.

"Um habitante local trouxe um grande saco com alça de couro marrom e o emblema da sociedade secreta Ahnenerbe na tampa explica o proprietário da Belovodie Vladimir Melikov, um verdadeiro eremita vivendo numa cabana na floresta mas ninguém sabe exatamente onde. Foi-lhe perguntado se tinha encontrado um esconderijo secreto na floresta. Além disso todos os artigos estavam em boas condições. Por exemplo os jogos podem ainda ser utilizados hoje, o que é excecional. "




Mas o que eles estavam procurando nestes lugares? Ahnenerbe, cujo nome completo é "Sociedade de Investigação e Formação em Patrimônio Ancestral alemão", era uma organização que existia na Alemanha entre 1939 e 1945 e foi criada para estudar as tradições, história e patrimônio da "raça ariana".

Eles investigaram tudo estranho e misterioso que existia no mundo fizeram expedições ao Tibete, Antártida e no Cáucaso e procuraram contatos com UFOs para o segredo do poder absoluto. Alemanha de Hitler estava ativamente envolvida no desenvolvimento de novos tipos de armas capazes de mudar o curso da guerra. Nos Ahnenerbe, trabalharam 350 especialistas, que eram peritos com uma educação brilhante uma grande carreira científica e vários graus.


Pasta-Ahnenerbe
Photo//Extraterrestreonline


O estranho fenómeno dos seis dedos



Poucos sabem que alguns anos antes do início da guerra, especialistas em estradas de montanha uma organização construção militar alemão ofereceu ajuda à URSS para a construção da estrada entre Pitsunda e Ritsa (a partir da costa do Mar Negro uma reserva natural montanha, agora na Abcásia), alegadamente por razões de cooperação internacional. Depois de completar o trabalho, os especialistas alemães encontraram uma morte trágica, quando o automóvel em que seguiam, caiu num abismo numa curva. Até hoje os turistas chegam a Lake Ritsa através dos túneis construídos pelos alemães.

Descobriu-se depois, que as razões para a construção desta estrada estratégica eram diferentes. Descobriu-se que os hidrólogos da Ahnenerbe tinham estabelecido que a composição da água de uma fonte localizada numa caverna sob o lago Ritsa era ideal para a produção de plasma de sangue humano.




 "A" água viva "da Abkhazia, foram transportados em vasos de prata, primeiro para a costa e em seguida pelo submarino ao fundo de Constance e finalmente por avião para a Alemanha " afirmou Bormotov professor do departamento de Economia e Gestão empresas do Estado Universidade Tecnológica Maikop. Havia ainda os planos para construir túneis para o submarino do mar para Ritsa, mas a guerra interrompeu-os.

No que respeita à Adygeya, é conhecida estadia em Maikop o 49º Montanha Corpo da Wehrmacht, que fez a subida ao Mt. Elbrus. No vale do rio Belaya perto da aldeia cossaca de Dajóvskaya, o regimento SS Westland estava e entre rios Pshish Psheja e os regimentos de tanques Nordland Germania ai se estabeleceram. No Outono de 1942 o aeroporto de Maikop 3 Squadron tinha o 14 grupo de reconhecimento, que tinha aviões de reconhecimento bimotor FW-189 equipado com os instrumentos mais sofisticados de inteligência e tempo, consistiu essencialmente de laboratórios voadores.


Estranhos-cranios
Photo//Extraterrestreonline


Será o Sol um planeta frio, que pode ser habitado?



"Isso foi mais do que suficiente para proteger investigações sigilosas, possivelmente executou a Ahnenerbe nas montanhas de Adygea ", diz Bormotov. "Maikop foi a cidade onde a Wehrmacht tinha a sua sede. A partir daí era feito o comando de toda campanha militar alemã no Cáucaso. No Outono de 1942, as montanhas de Adygea nao tinha nenhuma linha de defesa definida e sabemos casos em que grupos isolados de soldados alemães penetraram profundamente nas montanhas.

“Não está claro por que as tropas foram desdobradas no Monte Pshekish em agosto de 1944 quando a linha de frente já havia se mudado para o oeste. Mas os nazis não têm tempo para terminar no Monte Pshekish? Não é este estar relacionado com as investigações de especialistas Ahnenerbe? "pergunta o especialista.




Podemos supor que os nazis estavam interessados nas "construções pré-histórico de Atlantis" e "a porta de entrada para mundos paralelos." Até hoje ainda se fala sobre eventos invulgares na área. Recentemente na imprensa local falou de desenterrar os esqueletos de três metros pertencentes a uma raça humana desconhecida no desfiladeiro de Borjomi da Geórgia.

Há cerca de dois anos um grupo de espeleólogos levou a Vladimir Melikov dois crânios estranhos, com chifres que eles alegaram que tinham sido encontrados numa caverna no Monte Bolshoi Tjach. Eles pareciam animais fossilizados. Mas quando ele começou a analisar em pormenor as conclusões causaram-lhe arrepios.





"Atenção ao buraco redondo, com a espessura de um dedo, na parte inferior da cabeça", disse Melikov, mostrando um dos crânios. "Esta é a base da coluna vertebral. E a posição indica que esta criatura andava sobre duas pernas. Outra coisa estranha é a ausência de calota craniana e mandíbulas. Uma boca, vários orifícios distribuídos em um círculo. As órbitas são extraordinariamente grandes e têm duas alturas separadas, em forma de chifres. No entanto, os ossos da face plana são como nos hominídeos. "

Fotografias dos paleontólogos foram enviadas a partir da capital, mas não houve entusiasmo. Apenas reconheceu-se que nunca tinham visto nada parecido e sugeriu-se cautela, pois talvez fossem crânios de ovelhas muito deformados.

 


Estranho-cranio
Photo//Extraterrestreonline


O dia em que o “Sol Parou”, a lenda Asteca também documentada na Bíblia


Mas se uma deformação é num crânio, como são as mesmas em ambos os crânios. Os investigadores especulam que esses achados também poderiam cair nas mãos dos "mágicos" de Hitler que estavam procurando por artefactos extraordinários.

 


Aliás, os mitologistas, quando viram  os resultados, que foram imediatamente claros. Este é o Annunaki da antiga Suméria, divindades chifres cujo nome é traduzido como "vindo do céu", e segundo a mitologia suméria, que participou da criação do mundo.


Estranho.cranio
Photo//Extraterrestreonline



O livro dos sonhos egípcio, uma coleção de previsões com 3.200 anos



O escritor americano de origem Zecharia Sitchin Azeri identifica os Annunaki com os habitantes de Nibiru, um planeta hipotético no sistema solar com uma órbita excêntrica. Por causa dos movimentos astronômicos este planeta aparece em nosso campo de visão uma vez a cada 3.600 anos.

De acordo com Sitchin, neste período os habitantes de Nibiru desceram à Terra e mantiveram contato com os humanos. "Nós podemos construir todos os tipos de versões e conjeturas mas os restos encontrados nas montanhas de Aguideya força-nos a uma reflexão ", disse o acadêmico Ivan Bormotov.






Fontes: Rossiyskaya Gazeta Komsomolskaya Pravda  rbth. com Extranotix


Vídeo filmado em navio dos EUA mostra ovni mergulhando no Pacífico


Referencia//ExtraterrestreOnline

segunda-feira, 28 de junho de 2021

Duas naves espaciais alienígenas são filmadas perto do sol

Câmaras da NASA filmaram duas naves alienígenas, uma em cada lado do sol.

O vídeo foi apresentado pela astrónoma amadora Gina Maria Colvin Hill, que regularmente compartilha outros vídeos com internautas que geram discussões acaloradas, porque as pessoas sempre são atraídas por algo misterioso.


Objetos-sol
Photo//segnidalcielo


Caçador de OVNIs deteta 'objeto alienígena' e acusa a NASA de bloquear o vídeo



Como pode-se ver, há dois objetos alienígenas alongados se movendo, um em cada lado do sol.


Objeto-sol


 
Objeto-sol1
Photos//segnidalcielo


Administrador da NASA foi suspenso após anunciar invasão Alienígena, antes de 2025


Depois do vídeo ter sido lançado, muitos começaram a discutir com interesse o material que apareceu no canal de Gina no YouTube.

Já todos percebemos que a NASA está bem ciente do que realmente está acontecendo nas proximidades do Sol, mas não tem pressa em informar o público sobre isso.



Há comentários dizendo que é aqui que existe um portal para o movimento interestelar de OVNIs. Além disso, os subescritores de Gina Maria Colvin Hill notaram que as naves alienígenas são surpreendentemente grandes, ultrapassando até mesmo o tamanho da Terra, o que leva à pergunta: "Quantas formas de vida existem no espaço."

"Se levarmos em conta que o diâmetro do Sol é de 1,4 milhão de km, o comprimento da nave é de cerca de 14.000 km.", disse a astrónoma GIna Maria Colvin Hill.



 

Um dos usuários também garantiu que viu recentemente um portal semelhante em imagens da NASA, para o qual o astrónomo sugeriu que poderia ser aberto em determinado momento.

Existem novas hipóteses sobre a natureza do Sol. A nova forma como o Sol é concebido traz consigo uma nova hipótese, e o que conhecemos como "manchas solares" nada mais seria do que portais estrelares ou Stargates que civilizações extraterrestres usariam para entrar e sair do nosso sistema solar.






A nossa estrela é descrita como este sistema Solar Stargate, seria semelhante a uma vasta rede cósmica que interconecta todos os sóis e galáxias, o que permite viajar grandes distâncias, interestelares e intergalácticas.


NASA confirma, objeto misterioso que se aproxima da Terra não é um asteroide




Referencia//Segnidalcielo

sexta-feira, 11 de junho de 2021

Será que os Sumérios, viajaram para o espaço há 7000 anos?

Em 2016 o ministro iraquiano dos transportes Kazim Finjan, fez uma declaração sensacional durante sua viagem de negócios a Dhi Qar. Segundo ele os sumérios tinham seu próprio porto espacial e viajavam ativamente, inclusive fora do sistema solar.

 Os sumérios foram uma das antigas civilizações avançadas que viveram há cerca de 7.000 anos, na Mesopotâmia, entre os rios Tigre e Eufrates, que mais tarde tornou-se a Babilônia, onde ágora é Iraque e a Síria.



Zigurate
Photo//Howandwhys


Oito descobertas inexplicadas da antiguidade


Os antigos edifícios dos sumérios impressionam com sua grandeza, não sendo em nada inferiores às pirâmides egípcias. Naturalmente existem várias teorias sobre o propósito dos zigurates (estruturas massivas construídas na antiga Mesopotâmia), incluindo o interesse dos ufólogos. No entanto ninguém esperava que o funcionário fizesse tal declaração.

Os sumérios acreditavam em muitos deuses. Eles tinham o Anu (Deus supremo ou Deus do Céu), Enki (Deus da água, conhecimento, malícia, artesanato e criação), Enlil (Senhor Vento), Inanna (Rainha do Céu), Utu (Deus-sol) e Sim (Deus-lua).



Foram os inventores de várias tecnologias, incluindo a roda, a escrita cuneiforme, a aritmética, ageometria, a irrigação, serras e outras ferramentas, sandálias, carruagens, arpões e cerveja.

Finjan tem certeza de que os primeiros aeroportos e plataformas para naves espaciais foram construídos há cerca de 7.000 anos nas antigas cidades de Eridu e Ur. Infelizmente o ministro não mencionou de onde os sumérios tinham essas tecnologias e por que não havia evidências delas.

O professor Kamal Aziz Ketuly escreveu que durante sua visita ao Museu Iraquiano em Bagdad, na ala suméria, ele observou três tábuas de argila sumérias com escrita e desenhos cuneiformes, datando de cerca de 3000 aC. Segundo ele, numa das tabuinhas ele encontrou desenhos heliocêntricos do sistema solar.



Além disso, a partir de 3000 aC, "os mesopotâmicos usavam um calendário com meses e anos o que indica que a Lua foi estudada naquela altura." Curiosamente na antiga Mesopotâmia "todos os cinco planetas visíveis a olho nu eram conhecidos e estudados, juntamente com a Lua, o Sol, as estrelas e outros fenômenos celestes". Esses planetas são Mercúrio, Vênus, Marte, Júpiter e Saturno.

Os cientistas têm várias versões da existencia de templos de várias camadas. Um deles é a necessidade de manter o prédio em boas condições, pois era destinado aos deuses pelo maior tempo possível. É por isso que cada camada seguinte foi construída sobre a anterior.


Visão-de-plataforma-espacial
Photo//Howandwhys


O livro dos sonhos egípcio, uma coleção de previsões com 3.200 anos



Os sumérios mostraram seu desejo pelo mundo superior. O número de plataformas pode coincidir com o número de luminárias conhecidas. É importante notar que não havia florestas e minerais na Baixa Mesopotâmia. Os sumérios negociavam ativamente então é difícil imaginar de onde vieram os recursos para a construção de naves espaciais.

 A verdade permanecerá escondida do tempo. Se os sumérios pudessem conquistar o espaço eles já teriam voado para longe da Terra.


Puma Punku a misteriosa construção da antiguidade



Referencia//Howandwhys



quarta-feira, 9 de junho de 2021

Prova 100% que os OVNIs existem, (Vídeo)

Objetos voadores, circulares, há muito tempo chamam a atenção de observadores do céu que estão ansiosos para alistá-los como prova férrea de que extraterrestres realmente existem.

Há um video que mostra um objeto de luz, circular, passando sobre uma praia da Carolina do Norte, tendo sido apelidado de "prova 100 por cento da existência de alienígenas" pelo aclamado entusiasta de OVNIs Scott C Waring.



Ovni
Photo//Yahoo/Finanças


Projetos secretos do Pentágono, OVNIs, buracos de minhoca e muito mais



De acordo com Waring, que compartilhou o vídeo feito por um casal em 16 de maio quando navegavam na costa leste da América, e viram um objeto misterioso. Waring acrescentou que "a esfera brilhante é semelhante aos OVNIs vistos em New York e no Colorado anteriormente".



O objeto é facilmente visto, contrastando com o céu azul brilhante, e parece mover-se lentamente na frente das nuvens”, escreveu o entusiasta de alienígenas no blog. “Sim, eu disse na frente de ... Assisti ao vídeo em câmara lenta e cheguei à conclusão de que o objeto está abaixo das nuvens, não atrás delas.”



Segundo testemunhas oculares, que forneceram as curiosas imagens, o objeto também apresentava “um círculo escuro ou uma mancha no centro”.





 

Vídeo filmado em navio dos EUA mostra ovni mergulhando no Pacífico



Parecia subir e descer abaixo das nuvens relativamente no mesmo local durante horas”, explicou a pessoa no vídeo.

De acordo com os entusiastas que ousaram assistir ao vídeo, finalmente tivemos a sorte de testemunhar um 'possível orbe de vigilância alienígena' que veio à nossa atmosfera para observar nosso mundo e, sem dúvida, a nossa resposta á pandemia COVID-19.



O Pentágono investiga o que o DoD faz com as filmagens de OVNIs



Referencia//SputnikNews

segunda-feira, 7 de junho de 2021

O estranho fenómeno dos seis dedos

Foi mencionado em diferentes histórias, que gigantes andaram pela Terra e que não tinham cinco, mas seis dedos. Também a bíblia faz menção a seres gigantes que possuíam seis dedos e esta é uma característica que parece ter sido transmitida a alguns humanos hoje.

O código de DNA de seis dedos geralmente é inativo, mas pode se tornar dominante.

Houve grupos de pessoas que nasceram com um sexto dedo do pé totalmente funcional e em alguns casos também tiveram seis dedos. Ter seis dedos é um fenómeno e é uma mutação do DNA que é significativa mas é perfeitamente saudável ao contrário de outras que ocorrem devido à radiação ou outra coisa.

 

Seis-dedos
Photo//UfoSpain


Será o Sol um planeta frio, que pode ser habitado?


Mas o que desvendou os códigos de DNA do passado e quão popular é o fenômeno dos seis dedos hoje?

Uma certa tribo conhecida como Waorani que vive no Equador tem muitos membros que têm seis dedos das mãos e dos pés. São pessoas de tamanho normal, conhecidas por sua violência e metade de todas as mortes nas últimas cinco gerações foram causadas por homicídios.

O povo Waorani é classificado como um enigma por não apresentar vestígios de doenças cardiovasculares, câncer, hipertensão, alergias ou qualquer outra doença conhecida. Os membros da tribo também são fisicamente fortes.



O fenômeno dos seis dedos não se limita apenas à tribo Waorani, mas manifesta-se em algumas pessoas por todo do mundo. Existem outras tribos que apresentam o mesmo fenómeno.

O inglês James Needham explorou o Vale do Tennessee acompanhado de um criado e alguns índios e falou sobre uma tribo de pessoas cabeludas que se reuniam para conversar após o toque de um sino. Ele disse que eles falavam uma língua desconhecida, mas pareciam europeus e eram brancos com barbas longas. Eram chamados de Melungeons, e dizia-se que tinham seis dedos nas mãos e seis nos pés.



Na região Efes da Turquia, existe uma região chamada AltI Parmak e muitas pessoas que vivem na região têm seis dedos.

Embora o fenômeno seja geralmente familiar, ele pode aparecer aleatoriamente, e é quando um gene recessivo se torna dominante.



Os mistérios que envolvem Jápeto, uma das luas de Saturno



Hoje há muitas pessoas que têm seis dedos e algumas são comentadas nas histórias e nos noticiários, enquanto outras não.

Os restos mortais de um gigante foram encontrados no condado de Antrim, na Irlanda, em 1985, durante um projeto de mineração. O gigante teria 3,6 metros de altura e seis dedos no pé direito.

O peso do gigante era de mais de 2 toneladas e foram necessários mais de meia dúzia de homens usando um poderoso guindaste para erguer o corpo até a posição em que seria fotografado com ele.



O gigante fazia parte de uma exposição na Inglaterra, mas de alguma forma perdeu-se depois.

Pessoas com seis dedos foram mencionadas na Bíblia. Está escrito na Bíblia que houve uma grande guerra em Gate e que havia um homem de grande estatura provavelmente um gigante.

Ele tinha seis dedos em ambas as mãos e seis dedos em ambos os pés.

No Museu Catalina, na Califórnia, LA Marzulli encontrou fotos e documentos de Ralph Glidden, um homem que conduziu as primeiras escavações arqueológicas na ilha durante as décadas de 1920 e 1930.

Foi dito que ele encontrou esqueletos de alguns índios americanos nativos e de outras raças e que eles tinham mais de 3 metros de altura. Uma fotografia mostrava um esqueleto com seis dedos.






Há um conto sul-americano que diz que Tatunka Nara, o chefe da tribo Ugha Mongulala, foi visitado por deuses de pele clara que desceram do céu em 1300 aC. Os visitantes teriam vindo de Schwerte e apareciam de 6.000 em 6.000 anos. Eles se pareciam muito com um homem típico com corpos esguios de pele branca e uma barba espessa.

O que os destacou foi o fato de possuírem seis dedos nas mãos e seis nos pés sendo considerada uma característica de origem divina


Tecnologia pioneira descobre os mistérios do "Kraken"



Referencia//UfoSpain

sábado, 13 de março de 2021

Cientistas recriam o"computador" mais antigo do mundo

Um dispositivo de 2.000 anos muitas vezes referido como o "computador" mais antigo do mundo foi recriado por cientistas, para tentar entender como funcionava.

O mecanismo de Antikythera tem confundido os especialistas desde que foi encontrado num naufrágio da era romana na Grécia em 1901.


Antikythera
Photo//Prof Tony Freeth /UCL


P-Volt, a pequena aeronave elétrica de passageiros para a Noruega


Acredita-se que o dispositivo da Grécia Antiga, movido a mão, tenha sido usado para prever eclipses e outros eventos astronómicos.

Mas apenas um terço do dispositivo sobreviveu, deixando os investigadores sem entender como funcionava e como era.

A parte de trás do mecanismo foi resolvida por estudos anteriores, mas a natureza de seu complexo sistema de engrenagens na frente permaneceu um mistério.

Cientistas da University College London (UCL) acreditam que finalmente decifraram o quebra-cabeça usando um modelo de computador 3D. Eles recriaram todo o painel frontal e agora esperam construir uma réplica em escala real do Antikythera usando materiais modernos.



Na sexta-feira, um artigo publicado na Scientific Reportsrevelou uma nova exibição do sistema de engrenagens que mostrou seus detalhes finos e peças complexas.

"O Sol, a Lua e os planetas são exibidos numa impressionante exatidão", disse o principal autor do artigo, o professor Tony Freeth.

O nosso é o primeiro modelo que está de acordo com todas as evidências físicas e corresponde às descrições das inscrições científicas gravadas no próprio mecanismo”, acrescentou.






O mecanismo foi descrito como uma calculadora astronómica e também como o primeiro computador analógico do mundo. É feito de bronze e inclui dezenas de engrenagens.

A contracapa apresenta uma descrição do cosmos, que mostra o movimento dos cinco planetas que eram conhecidos na época em que o dispositivo foi construído.

Mas apenas 82 fragmentos, totalizando cerca de um terço do dispositivo, sobreviveram. Isso significa que os cientistas tiveram que juntar a imagem completa usando dados de raios-X e um método matemático da Grécia Antiga.


Rússia desenvolve foguete para proteger a Terra da queda objetos espaciais


Referencia//BBC News