Mostrar mensagens com a etiqueta Carbfix. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta Carbfix. Mostrar todas as mensagens

terça-feira, 29 de junho de 2021

Instalação de captura de CO2 deverá remover 1 milhão de toneladas por ano

A instalação irá extrair o carbono equivalente a 40 milhões de árvores anualmente.

As tecnologias de captura de carbono têm grande potencial para ajudar no combate às mudanças climáticas, e grandes nomes como Bill Gates e Elon Musk estão mostrando sua fé na tecnologia investindo em novas soluções.

Agora, o mundo parece pronto para um momento de inovação em tecnologias de captura de carbono, com uma nova instalação definida para abrir na Escócia que removerá até um milhão de toneladas de carbono do ar a cada ano, revelou um comunicado à imprensa.


Carbon-Removal
Photo//Carbon Engineering


Terra aquece de forma alarmante, devido ao desequilíbrio de energia


A instalação de captura direta de ar (DAC) será construída pela empresa britânica de transição energética Storegga Geotechnologies em colaboração com a empresa canadense de tecnologia de captura de carbono Carbon Engineering.

A instalação, que será a maior do mundo, vai extrair o carbono equivalente (um milhão de toneladas) que seria absorvido por 40 milhões de árvores ao longo de um ano. Todo o carbono absorvido será então depositado em locais de armazenamento no fundo do mar.



A instalação contará com grandes ventiladores que puxam o ar para um tanque cheio de líquido que retém o dióxido de carbono. Uma vez ligado, o carbono capturado é refinado e transformado em pelotas de carbonato de cálcio.

Essas pelotas, por sua vez, são aquecidas e se decompõem num fluxo de CO2 ao lado do óxido de cálcio. Este fluxo é então limpo de impurezas, após o que é bombeado para um local de armazenamento submarino.

A remoção de carbono é uma necessidade se quisermos atingir as emissões zero.



Á nova instalação junta-se a uma série de outras inovações tecnológicas de captura de carbono que visam atender ao requisito de reduzir a quantidade de CO2 na atmosfera, se quisermos reverter os efeitos adversos das mudanças climáticas.

Como a Union of Concerned Scientists (UCS) afirma no seu site, "para alcançar emissões líquidas zero, precisamos fazer mais do que apenas reduzir nossas emissões: precisamos remover ativamente o dióxido de carbono da atmosfera ou compensar seus efeitos".

Outro novo sistema, o  Carbfix , apoiado por Bill Gates , vai extrair carbono da atmosfera e transformá-lo em rochas. Um outro, desenvolvido por cientistas da UCLA, por sua vez, inspira-se em conchas do mar para extrair carbono do oceano, que, por sua vez, o absorveria do ar.



Embora a instalação escocesa da Storegga Geotechnologies and Carbon Engineering tenha como objetivo principal remover o dióxido de carbono da atmosfera, ambas as empresas afirmam que querem eventualmente vender o dióxido de carbono capturado das suas fábricas.

As duas empresas estão atualmente buscando uma localização para suas novas instalações na Escócia, que foi escolhida devido ao fato de que uma grande parte de sua força de trabalho já está treinada nas habilidades necessárias para tais projetos. A energia renovável atendeu mais de 97 por cento da produção de energia do país em 2020.

Na sua declaração, a Carbon Engineering afirma que ambos os parceiros pretendem que a instalação esteja operacional em 2026. 


Fim do "La Niña", o fenómeno atmosférico que altera o clima em todo o mundo



Referencia//InterestingEngineering