Mostrar mensagens com a etiqueta Anunnaki. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta Anunnaki. Mostrar todas as mensagens

sexta-feira, 10 de dezembro de 2021

Ex astronauta afirmou que os humanos foram realmente uma criação alienigena

Ao longo de muitas décadas, muitos autores e investigadores foram inspirados pela ideia de que a raça humana foi criada por Antigos Alienígenas. E embora a ciência convencional acredite que isso seja simplesmente ridículo, incontáveis ​​evidências foram encontradas em todo o Mundo que apoiam a antiga teoria alienígena. Talvez a conexão mais importante entre o surgimento da civilização e os seres alienígenas possa ser encontrada na história, escrita em manuscritos antigos e tábuas de argila que sobreviveram por milhares de anos.

Por exemplo, a Antiga Lista de Reis Sumérios que descreve reis que governaram a Terra por um total de 241.200 anos desde o reinado original, "desceram do céu". A tabuinha de argila deste texto único tem 4.000 anos e foi encontrada pelo estudioso germano-americano Hermann Hilprecht no início do século XX. Hilprecht encontrou pelo menos 18 dessas tabuinhas cuneiformes (c. 2017-1794 a.C.). Elas não eram idênticas, mas compartilhavam a informação que se acredita ter sido tirada de uma única fonte da história suméria. Existem mais de uma dúzia de cópias da Lista de Reis Sumérios encontrados na Babilônia, Susa e Assíria, e na Biblioteca Real de Nínive do século 7 aC.




A-Antiga-lista-de-Reis -Sumérios.
Photo//Howandwhys


Como os Anunnaki substituíram os “Igigi” por humanos



Infelizmente os principais estudiosos recusaram-se a acreditar que tudo o que está escrito na lista dos Reis Sumérios é real, dizendo que a lista é uma mistura de relatos pré-históricos e mitológicos que falam de Deuses que governaram a terra desfrutando de reinados impossivelmente longos.

Se olharmos para outras culturas antigas como a Mesoamericana descobriremos como o livro sagrado dos antigos maias, o Popol Vuh, descreve os seres que criaram a humanidade.

De acordo com Living Maya Time, “O Popol Vuh, que significa 'Livro da Comunidade', narra o relato da criação maia, os contos dos gêmeos heróis e as genealogias e direitos à terra K'iche '. Nesta história, os Criadores, Coração do Céu e seis outras divindades incluindo a Serpente Emplumada queriam criar seres humanos com corações e mentes que pudessem "manter os dias".



 

Mas suas primeiras tentativas falharam. Quando essas divindades finalmente criaram humanos de milho amarelo e branco que podiam falar, ficaram satisfeitos. Noutro ciclo épico da história, os Lordes da Morte do Submundo convocam os Gêmeos Heróis para um jogo de bola importante onde os Gêmeos derrotam seus oponentes. Os gêmeos subiram aos céus e tornaram-se o Sol e a Lua. Por meio de suas ações, os gêmeos heróis prepararam o caminho para o plantio de milho, para os seres humanos viverem na Terra.

E embora esses textos antigos mencionados acima sejam extraordinários talvez ainda mais sejam os incontáveis ​​artefactos que foram encontrados espalhados por todo o Mundo representando seres assustadoramente semelhantes aos astronautas modernos.

E enquanto falava de astronautas, Al Worden, um ex-astronauta e membro da missão Apollo 15, tinha algo fascinante a dizer sobre a vida alienígena, ao falar numa entrevista ao Good Morning Britain.

 



Al Worden foi um astronauta e engenheiro americano que foi o Piloto do Módulo de Comando para a missão lunar da Apollo 15 em 1971. Ele é uma das 24 pessoas que voaram para a Lua. O ex-astronauta também foi listado no Guinness Book of World Records como o “ser humano mais isolado” durante seu tempo sozinho no Módulo de Comando Endeavor. Ele acreditava que os humanos são descendentes de antigos alienígenas.

Em 2017 em um programa de TV britânico “Good Morning Britain” ele deu uma resposta chocante quando um apresentador perguntou por que gastar muito dinheiro em missões espaciais quando há muitos problemas na Terra. Ele foi questionado se ele acreditava que os alienígenas eram reais. A resposta provavelmente surpreendeu a todos que assistiram à entrevista.



Popol-vuh
Photo//Howandwhys

Os Anunnaki podem ter sido a origem da raça humana, afirmam os teóricos


O ex-membro da Apollo 15 disse que não apenas os alienígenas eram reais, mas eles vieram para a Terra no passado distante e criaram nossa civilização e se quiséssemos procurar evidências, tudo que tínhamos que fazer era olhar a literatura suméria antiga.

Nós somos os alienígenas mas apenas pensamos que eles são outra coisa. Mas somos nós que viemos de outro lugar. Eles vieram em naves e iniciaram a civilização aqui. E se não acredita em mim vá buscar livros sobre os antigos sumérios e veja o que lá está.”, acrescentou Worden. Ele morreu em 18 de março de 2020.

De acordo com suas palavras ele acreditava firmemente nas antigas escrituras sumérias. Elas revelam que humanos e deuses costumavam viver juntos, enquanto os humanos eram servos dos deuses e cada cidade suméria era guardada por seu próprio deus. O registro mais antigo de um mito da criação sumério pode ser encontrado em uma tabuinha escavada em Nippur, uma antiga cidade suméria na Mesopotâmia, em 1893.



De acordo com as tabuinhas cuneiformes a Terra era governada por deuses semelhantes aos humanos no início. Quando chegaram à Terra eles a tornaram habitável trabalhando o solo e utilizaram os minerais. Além disso o texto menciona a revolta entre os deuses e seus trabalhadores.

É dito que antes dos humanos os Anunnaki (um grupo de divindades dos antigos sumérios, acadianos, assírios e babilônios) usavam os Igigi (às vezes também chamados de "Igigu"), a jovem geração de Deuses Antigos Astronautas como seus servos para minerar ouro na Terra, mas mais tarde eles foram substituídos por humanos quando se revoltaram contra os Annunaki.

Para os antigos mesopotâmicos o céu é dividido em três cúpulas. A cúpula mais baixa do céu era a casa das estrelas e a cúpula do meio era a casa dos Igigi, os deuses mais jovens. A cúpula mais alta e externa do céu, foi classificada como An, o deus do céu.

 



Apoiando a declaração de Al Worden, o Dr. Ellis Silver autor do livro “Os humanos não são da Terra: uma avaliação científica das evidências”, tem uma forte crença de que a vida na Terra foi provocada por alienígenas há milhares de anos.

Segundo ele os humanos deveriam ter-se tornado a raça mais forte do universo mas o corpo mortal falhou em prosperar no ambiente da Terra, ele pode ser facilmente prejudicado pela luz solar desastres naturais e doenças. Ele disse: “A humanidade é supostamente a espécie mais desenvolvida do planeta, mas é surpreendentemente inadequada e mal equipada para o meio ambiente da Terra.É prejudicada pela luz solar, tem uma forte aversão por alimentos que naturais, tem taxas ridiculamente altas de doenças crónicas e muito mais. ”

 O Dr. Ellis concluiu que a humanidade não veio dessa linhagem particular de vida, mas evoluiu para outro lugar e foi transportada para a Terra (como Homo sapiens totalmente evoluído) entre 60.000 e 200.000 anos atrás.





Os Anunnaki estão voltando. Porque quiseram apaga-los da história?



Referencia//Howandwhys

 


quinta-feira, 21 de outubro de 2021

Como os Anunnaki substituíram os “Igigi” por humanos

A origem da humanidade sempre foi a maior duvida de sempre. Os cientistas presumem que a vida tem evoluído desde há milhões de anos nos oceanos e que os humanos são apenas o resultado dessa evolução. 

Mas os teóricos dos antigos astronautas têm uma opinião diferente sobre a origem da humanidade. Eles acreditam que Deuses antigos, os Annunaki, vieram à Terra num passado distante e criaram os humanos modificando geneticamente os primeiros humanos para usá-los como mão de obra.


Anunnaki
Photo//Factos desconhecidos

Os Anunnaki podem ter sido a origem da raça humana, afirmam os teóricos


Os relatos dizem que antes dos humanos, os Anunnaki usaram os Igigi (às vezes também chamados de “Igigu”), a jovem geração de Deuses Antigos Astronautas como seus servos para minerar ouro na Terra, sendo depois substituídos pelos humanos quando se rebelaram contra os Annunaki. Para os antigos mesopotâmicos, o céu é dividido em três cúpulas. A cúpula mais baixa do céu era a casa das estrelas e a cúpula do meio era a casa dos Igigi, os deuses mais jovens. A cúpula mais alta e externa do céu foi personificada como An, o deus do céu.


 
Não está esclarecido o significado da terminologia usada para descrever os deuses, mas os investigadores acreditam que o termo Igigi é de origem semítica e indica um grupo de possivelmente sete ou oito deuses no panteão mesopotâmico. Eles eram meio-humanos, meio-animais. Acredita-se que Marduk, o deus patrono da cidade da Babilónia, pertencia aos Igigi.



Igigi
Os Igigi foram forçados a cavar um curso de água. Eles se cansaram disso, então se revoltaram contra Enlil, um dos principais Anunnaki. Eles queimaram suas ferramentas e cercaram a propriedade de Enlil. Quando os Anunnaki percebem que os Igigi não vão desistir da greve, eles decidem que é hora de uma nova solução para seu problema de trabalho , e essa solução foi a criação dos seres humanos.
Photo//howandwhys




O termo Igigi é atestado pela primeira vez em textos do período da Antiga Babilónia e ocorre apenas em contextos acadianos. Um equivalente logográfico sumério do termo Igigi é nun-gal-e-ne, que deve ser traduzido como "os grandes príncipes / soberanos". Esse termo é mencionado num texto literário atribuído à princesa Enheduanna, filha do rei Sargon, fundador da antiga dinastia acadiana. Esta composição em particular só é atestada em manuscritos da Antiga Babilónia e não está claro se uma data mais antiga pode ser comprovada. É possível que nun-gal-e-ne fosse originalmente um epíteto dos deuses Anunna que mais tarde foram identificados com os Igigi sob a influência de acadiano.


 
Além disso os Igigi são considerados as divindades sumérias mitológicas pelos principais estudiosos. Segundo eles, os  Igigi trabalharam para os poderosos Anunnaki como servos que iniciaram uma rebelião contra seus senhores e a ditadura de Enlil. Os Anunnaki substituíram os Igigi por humanos.

No século 18 AC, épico acadiano conhecido como Atra-Hasis, o paraíso sumério é descrito como um jardim onde deuses inferiores (os Igigi) foram colocados para trabalhar cavando um curso de água pelos Anunnaki.

Quando os Deuses, como os homens, suportavam o trabalho e sofriam, o trabalho dos Deuses era grande e pesado, e a angústia foi muito grande. ”
 
“Os Sete grandes Anunnaki estavam fazendo os Igigi sofrerem o trabalho.”



A teoria dos antigos astronautas alienígenas sugere que os Igigi eram semelhantes aos Anunnaki que permaneceram em órbita do planeta Terra. Eles atuaram como intermediários entre a Terra e o Planeta Nibiru, lar dos Anunnaki.

De acordo com o autor Zecharia Sitchin, os Annunaki modificaram o DNA de humanos pré-históricos há 450.000 anos, misturando seus genes com eles e os colocando em trabalho de mineração de recursos naturais da Terra, como ouro. Ele disse que o planeta Nibiru tem uma longa órbita elíptica e se aproxima da Terra a cada 3.600 anos. Além disso ele afirmou que cerca de 450.000 anos atrás os Anunnaki foram atraídos pelas reservas de ouro no sudeste da África. 




Igigi-deuses
Os Igigi parecem ter sido uma categoria inferior de deuses. Eles eram uma classe de servos que existia antes dos seres humanos serem criados.
Photo//howandwhys




De acordo com uma teoria os Igigi permaneceram em órbita do nosso planeta em plataformas gigantes que processavam minério entregue da Terra. Depois de processar os minerais o material foi transferido para outras naves e eventualmente transportado para o planeta natal dos Anunnaki. Aparentemente o Igigi nunca se encontraram com a humanidade. Vários textos revelam que os Igigi eram "muito elevados para a humanidade" e, consequentemente, "não se preocupavam com as pessoas"




.



Posteriormente, os Igigi se revoltaram contra os Anunnaki após anos de trabalho árduo. Diz-se que eles 'incendiaram suas ferramentas e cercaram a grande casa de Enlil à noite', forçando os antigos Anunnaki a encontrar outra fonte de trabalho.




Após este incidente, os Anunnaki substituíram os Igigi por humanos. Sitchin explicou que quando os Anunnaki vieram para a Terra, eles encontraram homens primitivos. O Deus Annunaki Enki, também conhecido como o Deus do conhecimento, interferiu nos genes desses bípedes, modificou geneticamente seu DNA e os fez trabalhar como mineradores.

As cidades feitas pelos deuses foram destruídas no grande dilúvio há 30.000 anos, que os levou a passar seus conhecimentos aos humanos. Posteriormente, Sitchin disse que os deuses Annunaki voltaram para sua casa em uma nave espacial há cerca de 2569 anos (550 aC).


A Humanidade é o resultado de pelo menos quatro linhagens ancestrais


Referencia//Howandwhys


terça-feira, 31 de agosto de 2021

Os Anunnaki estão voltando. Porque quiseram apaga-los da história?

A cultura suméria é a principal fonte da história dos Anunnaki e de como eles se relacionaram com o nosso Mundo. No entanto por que nos ensinaram tão pouco sobre a primeira civilização avançada da Humanidade?

A história tentou apagar os Anunnaki.

Quem estudou algum tipo de história suméria ou mesopotâmica nas escolas? Por que nunca nos disseram que nossos ancestrais mencionaram uma civilização que veio das estrelas, conhecida como Anunnaki ?


Anunnaiki
Photo//ufospain


Estarão as estruturas encontradas na Africa relacionadas aos Anunnaki?



Esses seres encontraram uma raça primitiva e rudimentar para a qual contribuíram muito na sua sabedoria. Criaram assim a humanidade atual.



A criação Anunnaki, por que nunca ouvimos falar deles?

Existem muitas teorias sobre os Anunnaki e seu regresso à Terra. Muitos historiadores sugerem que ao voltar não vêm com a intenção de nos ensinar, mas sim para nos ajudar, pois da mesma forma que voltam, o mesmo acontece com a estrela irmã do Sol.

Uma estrela anã marrom, que orbita o nosso sol e a cada cem mil anos regressa na sua jornada para passar perto da órbita da Terra.

Esta estrela é conhecida como Nemesis também chamada de "O Destruidor Interestelar". Sua força de gravidade somada à exercida pelo resto dos planetas causa o colapso do sistema harmónico estabelecido.



Na verdade os efeitos da vinda de Nemesis já podem ser obervados no planeta, mudanças climáticas, alterações do campo magnético, reativação em cadeia de vulcões e movimentos das camadas tectônicas.

Quando os Anunnaki chegaram à Terra os únicos seres que existiam eram animais selvagens, e os primeiros ancestrais do homem atual.

O nome Anunnaki significa "aqueles que vêm do céu para a Terra". Esses seres viviam num planeta distante localizado na borda externa de nossa galáxia.

A razão pela qual o planeta dos Anunnaki não está sendo discutido atualmente é porque nossa memória histórica é muito curta. Resta apenas a história falada e que com o passar das gerações se distorce.

Mesmo caso da história escrita, está sempre sujeita a várias interpretações.




Nemesis
Photo//ufospain


Os Anunnaki podem ter sido a origem da raça humana, afirmam os teóricos



A "Verdade" Sobre Nemesis

Nemesis está desestabilizando o Sistema Solar?

Atualmente, a NASA sabe da existência de 8 planetas oficiais no Sistema Solar. No entanto há muita especulação sobre a órbita instável de dois deles. Isso sugere que há uma atração gravitacional de uma massa muito grande que não foi descoberta.

Essa massa de dimensões colossais seria a anã marrom conhecida como Nemesis que ao passar pelas órbitas externas formaria distúrbios gravitacionais .

Na verdade a própria agência espacial dos EUA declarou publicamente que de acordo com os últimos estudos que foram feitos em órbitas externas eles poderiam concluir que:



"No momento existem cinco linhas diferentes de evidências observacionais apontando para a existência do Planeta 9."

Se a explicação de sua existência fosse eliminada e pensamos que o planeta 9 não existe então seria muito mais complicado explicar o movimento irregular contínuo dos planetas externos. Mas e se realmente houver algo mais?







Esta informação é apenas um excerto da divulgação final. O problema é que a elite continua firme na sua recusa em revelar tudo o que se relaciona aos Anunnaki, para não perder seu status. Saber que a influência dessa raça extraterrestre seria muito maior que a deles.

Esconder a verdade sempre foi a estratégia mais importante das elites. Eliminar os Anunnaki e sua criação da história humana serviu bem para eles por muitos anos. No entanto o despertar da população está se tornando cada vez mais iminente.


O ser humano teria sido criado geneticamente por extraterrestres?



Referencia//Ufospain

quinta-feira, 8 de julho de 2021

Estranha maleta e crânios descobertos nas montanhas da Rússia

Nas montanhas da região de Cáucaso de Adygeya foram encontrados dois crânios pertencentes a uma criatura desconhecida para a ciência com o emblema da “Ahnenerbe” provavelmente a sociedade mais secreta dentro da SS dedicados ao estudo das forças ocultas e sobrenaturais. Segundo os investigadores é provável que os membros da SS estavam interessados ​​nos mistérios dos antigos dólmenes e as causas da alta radioatividade natural na região de Kishinski canyon.

Também é possível que eles estivessem procurando o ouro Kuban Rada, perdido na região durante a Guerra Civil Russa (1917-1923). Os investigadores também descobriram um mapa alemão do território de Adygeya, realizado em 1941 e foram surpreendidos pela exatidão e integridade que tem. Esses objetos encontrados têm despertado grande interesse entre os especialistas.


Misterio-estranha-pasta-e-dois-cranios
Photo//Extraterrestreonline

Os OVNIs provavelmente não foram construídos por humanos, afirmam os cientistas


Os historiadores conhecem muitos detalhes da operação Edelweiss da Wehrmacht o que eles plantaram bandeiras nazis no pico de Elbrus a montanha mais alta da Europa localizada na República de Kabardino -Balkaria no Cáucaso russo. No entanto, qual era o propósito desta organização secreta nas montanhas de Adygea? A descoberta na floresta no complexo etnográfico Belovodie localizado na aldeia de Kamennomostsky, os crânios enigmáticas e os ocultistas secretos da pasta SS.

"Um habitante local trouxe um grande saco com alça de couro marrom e o emblema da sociedade secreta Ahnenerbe na tampa explica o proprietário da Belovodie Vladimir Melikov, um verdadeiro eremita vivendo numa cabana na floresta mas ninguém sabe exatamente onde. Foi-lhe perguntado se tinha encontrado um esconderijo secreto na floresta. Além disso todos os artigos estavam em boas condições. Por exemplo os jogos podem ainda ser utilizados hoje, o que é excecional. "




Mas o que eles estavam procurando nestes lugares? Ahnenerbe, cujo nome completo é "Sociedade de Investigação e Formação em Patrimônio Ancestral alemão", era uma organização que existia na Alemanha entre 1939 e 1945 e foi criada para estudar as tradições, história e patrimônio da "raça ariana".

Eles investigaram tudo estranho e misterioso que existia no mundo fizeram expedições ao Tibete, Antártida e no Cáucaso e procuraram contatos com UFOs para o segredo do poder absoluto. Alemanha de Hitler estava ativamente envolvida no desenvolvimento de novos tipos de armas capazes de mudar o curso da guerra. Nos Ahnenerbe, trabalharam 350 especialistas, que eram peritos com uma educação brilhante uma grande carreira científica e vários graus.


Pasta-Ahnenerbe
Photo//Extraterrestreonline


O estranho fenómeno dos seis dedos



Poucos sabem que alguns anos antes do início da guerra, especialistas em estradas de montanha uma organização construção militar alemão ofereceu ajuda à URSS para a construção da estrada entre Pitsunda e Ritsa (a partir da costa do Mar Negro uma reserva natural montanha, agora na Abcásia), alegadamente por razões de cooperação internacional. Depois de completar o trabalho, os especialistas alemães encontraram uma morte trágica, quando o automóvel em que seguiam, caiu num abismo numa curva. Até hoje os turistas chegam a Lake Ritsa através dos túneis construídos pelos alemães.

Descobriu-se depois, que as razões para a construção desta estrada estratégica eram diferentes. Descobriu-se que os hidrólogos da Ahnenerbe tinham estabelecido que a composição da água de uma fonte localizada numa caverna sob o lago Ritsa era ideal para a produção de plasma de sangue humano.




 "A" água viva "da Abkhazia, foram transportados em vasos de prata, primeiro para a costa e em seguida pelo submarino ao fundo de Constance e finalmente por avião para a Alemanha " afirmou Bormotov professor do departamento de Economia e Gestão empresas do Estado Universidade Tecnológica Maikop. Havia ainda os planos para construir túneis para o submarino do mar para Ritsa, mas a guerra interrompeu-os.

No que respeita à Adygeya, é conhecida estadia em Maikop o 49º Montanha Corpo da Wehrmacht, que fez a subida ao Mt. Elbrus. No vale do rio Belaya perto da aldeia cossaca de Dajóvskaya, o regimento SS Westland estava e entre rios Pshish Psheja e os regimentos de tanques Nordland Germania ai se estabeleceram. No Outono de 1942 o aeroporto de Maikop 3 Squadron tinha o 14 grupo de reconhecimento, que tinha aviões de reconhecimento bimotor FW-189 equipado com os instrumentos mais sofisticados de inteligência e tempo, consistiu essencialmente de laboratórios voadores.


Estranhos-cranios
Photo//Extraterrestreonline


Será o Sol um planeta frio, que pode ser habitado?



"Isso foi mais do que suficiente para proteger investigações sigilosas, possivelmente executou a Ahnenerbe nas montanhas de Adygea ", diz Bormotov. "Maikop foi a cidade onde a Wehrmacht tinha a sua sede. A partir daí era feito o comando de toda campanha militar alemã no Cáucaso. No Outono de 1942, as montanhas de Adygea nao tinha nenhuma linha de defesa definida e sabemos casos em que grupos isolados de soldados alemães penetraram profundamente nas montanhas.

“Não está claro por que as tropas foram desdobradas no Monte Pshekish em agosto de 1944 quando a linha de frente já havia se mudado para o oeste. Mas os nazis não têm tempo para terminar no Monte Pshekish? Não é este estar relacionado com as investigações de especialistas Ahnenerbe? "pergunta o especialista.




Podemos supor que os nazis estavam interessados nas "construções pré-histórico de Atlantis" e "a porta de entrada para mundos paralelos." Até hoje ainda se fala sobre eventos invulgares na área. Recentemente na imprensa local falou de desenterrar os esqueletos de três metros pertencentes a uma raça humana desconhecida no desfiladeiro de Borjomi da Geórgia.

Há cerca de dois anos um grupo de espeleólogos levou a Vladimir Melikov dois crânios estranhos, com chifres que eles alegaram que tinham sido encontrados numa caverna no Monte Bolshoi Tjach. Eles pareciam animais fossilizados. Mas quando ele começou a analisar em pormenor as conclusões causaram-lhe arrepios.





"Atenção ao buraco redondo, com a espessura de um dedo, na parte inferior da cabeça", disse Melikov, mostrando um dos crânios. "Esta é a base da coluna vertebral. E a posição indica que esta criatura andava sobre duas pernas. Outra coisa estranha é a ausência de calota craniana e mandíbulas. Uma boca, vários orifícios distribuídos em um círculo. As órbitas são extraordinariamente grandes e têm duas alturas separadas, em forma de chifres. No entanto, os ossos da face plana são como nos hominídeos. "

Fotografias dos paleontólogos foram enviadas a partir da capital, mas não houve entusiasmo. Apenas reconheceu-se que nunca tinham visto nada parecido e sugeriu-se cautela, pois talvez fossem crânios de ovelhas muito deformados.

 


Estranho-cranio
Photo//Extraterrestreonline


O dia em que o “Sol Parou”, a lenda Asteca também documentada na Bíblia


Mas se uma deformação é num crânio, como são as mesmas em ambos os crânios. Os investigadores especulam que esses achados também poderiam cair nas mãos dos "mágicos" de Hitler que estavam procurando por artefactos extraordinários.

 


Aliás, os mitologistas, quando viram  os resultados, que foram imediatamente claros. Este é o Annunaki da antiga Suméria, divindades chifres cujo nome é traduzido como "vindo do céu", e segundo a mitologia suméria, que participou da criação do mundo.


Estranho.cranio
Photo//Extraterrestreonline



O livro dos sonhos egípcio, uma coleção de previsões com 3.200 anos



O escritor americano de origem Zecharia Sitchin Azeri identifica os Annunaki com os habitantes de Nibiru, um planeta hipotético no sistema solar com uma órbita excêntrica. Por causa dos movimentos astronômicos este planeta aparece em nosso campo de visão uma vez a cada 3.600 anos.

De acordo com Sitchin, neste período os habitantes de Nibiru desceram à Terra e mantiveram contato com os humanos. "Nós podemos construir todos os tipos de versões e conjeturas mas os restos encontrados nas montanhas de Aguideya força-nos a uma reflexão ", disse o acadêmico Ivan Bormotov.






Fontes: Rossiyskaya Gazeta Komsomolskaya Pravda  rbth. com Extranotix


Vídeo filmado em navio dos EUA mostra ovni mergulhando no Pacífico


Referencia//ExtraterrestreOnline

quarta-feira, 23 de junho de 2021

Presidente Putin declara "Os Anunnaki são mais perigosos que Niribu"

Vladimir Putin disse na segunda-feira ao Gabinete Federal de Ministros da Rússia que os Anunnaki são uma ameaça maior para a Federação Russa do que o planeta Nibiru, de acordo com Dimitri Osmosovich, agente do Federal Service Bureau (FSB).

Putin fez o anúncio chocante após uma avaliação abrangente de ameaças conduzida pelo Ministério da Defesa, GRU, FSB e Foreign Intelligence Services, agências que monitorizam continuamente os perigos existenciais para a Rússia, seus líderes e sua população.


Putin
Photo//segnidalcielo


Os Anunnaki podem ter sido a origem da raça humana, afirmam os teóricos



Em setembro, Putin pediu às agências que determinassem quais as ameaças que exigiam mais atenção, com base em critérios não publicados que ele e as agências de inteligência desejam manter em segredo.

Segundo essas agências, as ameaças seriam, em primeiro lugar os Anunnaki,depois o planeta Nibiru, Israel e por fim a guerra com os Estados Unidos. A maioria dos ministros concordou que os Anunnaki, com quem Putin se “envolveu numa guerra clandestina e mortal de seis anos”, ameaçaram escravizar ou assassinar não apenas a Rússia, mas também o mundo inteiro.

Em resposta à avaliação, Putin ordenou que os ministros da Federação disponibilizassem imediatamente todo e qualquer recurso necessário para derrotar o flagelo dos Anunnaki. Já desde 2013, que Putin alocou vários triliões de rublos, secretamente, para o desenvolvimento de armas inovadoras para combater os extraterrestres.



Ele gastou uma quantia não revelada em dinheiro numa rede de informações que rastreia as incursões de Anunnaki no Hemisfério Oriental. Além disso, ele planeia lançar uma grande campanha ofensiva num enclave de Anunnaki na província de Idlib, na Síria, uma operação que provavelmente serie a falência de um país menor.

Aparentemente, Putin convenceu-se de que derrotar os Anunnaki será a conquista máxima de sua carreira política.

Putin disse-lhes que mais dinheiro será gasto em derrotar os Anunnaki, e menos dinheiro será gasto noutras preocupações, como a guerra com os EUA. Ele disse que ninguém e nada vão parar sua guerra contra esses invasores intrometidos, nem o Papa, nem Trump, nem Israel. O presidente Putin investiu sua reputação em atacar esses monstros, e agora que a guerra começou, só pode terminar de uma de duas maneiras, ou vencemos nós ou eles vencem. E o presidente Putin não gosta de perder ”, disse Osmosovich.


Orbita-de-niribu
Photo//segnidalcielo


Estarão as estruturas encontradas na Africa relacionadas aos Anunnaki?

 

Enquanto a maioria dos ministros concordava com a decisão de Putin, Yevgeny Zinichev, Ministro de Operações de Emergência, teve uma opinião divergente. Ele disse que a Rússia deve empregar todos os seus esforços para preparar populações civis e militares para um cataclismo iminente de Nibiru, um evento que os astrofísicos da Roscosmos, o equivalente russo da NASA, havia previsto para o final de 2020 ou o início de 2021.



Putin respondeu com uma observação surpreendente.

Ele disse que adquiriu novas evidências que provam conclusivamente que Nibiru não colocará em risco a civilização nos próximos anos. Sem qualificar sua afirmação, ele disse que Nibiru está numa "órbita paralisada" ao redor do sol e, portanto, não alcançará o perigeu em datas previamente projetadas.

Considerando que os Anunnaki, disse Putin, representam um grave risco que deve ser combatido com uma resposta mortal. Ele insistiu que os Anunnaki tinham-se infiltrado em vários governos terrestres. Israel, Canadá, China, Itália, Austrália e Índia, mas não acusaram os EUA de colaborar com alienígenas.






Sabemos que, durante os anos de Obama, muitos Anunnaki estavam na Casa Branca. Mas talvez, de alguma forma, Trump tenha descoberto e os expurgado. Nós não sabemos. Não temos nenhuma prova atual da infestação de Anunnaki na Casa Branca. Mas eles estão em qualquer outro lugar, e Putin está determinado a erradicar a ameaça. Ele não se esqueceu de Nibiru. Está sempre em sua mente. Todos os sinais ainda apontam para uma divulgação mundial, mas os Anunnaki são o que o mantêm acordado à noite ”, disse Osmosovich.


A humanidade está condenada, afirmam os cientistas



Referencia//Segnidalcielo

segunda-feira, 21 de junho de 2021

Estarão as estruturas encontradas na Africa relacionadas aos Anunnaki?

Antes da humanidade, houve outras civilizações que deixaram vários vestígios de sua presença por todo o mundo. Um desses exemplos, é uma cidade muito antiga, encontrada na África do Sul, e que poderá estar relacionada com os Anunnaki.

São os vestígios de uma grande metrópole, com uma área de cerca de 1.500 quilómetros quadrados. Estes vestígios já eram há muito tempo conhecidos pelos habitantes locais, mas desconhecia-se quem os construiu e por quê. Até há pouco tempo ninguém sabia a sua quantidade, mas agora sabe-se que são aos milhares.



ruinas-anunnaki
Imagem//mysteriesrunsolved


Quanto tempo resta para a humanidade



A história destes vestígios, são muito importantes para a humanidade, pois faz parte de uma comunidade Anunnaki com quase 10.000 quilómetros quadrados e que deve ter sido construída entre 160.000 e 200.000 aC. Isso foi descoberto quando o explorador e escritor Michael Tellinger , juntamente com Johan Heine, um bombeiro e piloto local, que sobrevoou a região durante anos, observando as ruínas, tendo avaliado o número e a extensão dessas estranhas fundações de pedra.

Este local fica a cerca de 150 km de um porto, onde o comércio marítimo poderia sustentar e manter uma população tão grande, isto há 200.000 anos



Algumas ruínas desta metrópole, principalmente os círculos de pedra, estavam enterradas na areia, sendo apenas visíveis em imagens de satélite ou de um avião. Algumas foram erodidas pela areia, expondo paredes e fundações. Quando os exploradores encontraram essas ruínas pela primeira vez, presumiu-se que elas haviam sido construídas por tribos nómadas, como o povo Bantu. Não havia registo de qualquer civilização capaz de construir uma comunidade maior. Não foram feitos esforços para explorar o local porque o tamanho das ruínas não era totalmente conhecido. Apenas nos últimos 20 anos, pessoas como Kirill Gromnik, Richard Wade, Johan Heine e outros descobriram que essas estruturas de pedra não são o que parecem. Agora acredita-se que a idade das ruínas de templos antigos e observatórios astronómicos de uma civilização muito antiga, e desaparecida há centenas de milhares de anos.



Ruinas
Photo//parallelreality-bg


A humanidade está condenada, afirmam os cientistas


As ruínas circulares estão espalhadas por área enorme e só podem ser verdadeiramente apreciadas do ar ou com a ajuda de imagens de satélite. Muitos deles estão quase completamente destruídos ou enterrados devido à agricultura e às mudanças climáticas. Algumas estão num estado de conservação muito bom, dada a idade. As paredes originais em alguns pontos atingem quase um metro e meio de altura e mais de um metro de largura.





É comprovado que se tratava de uma comunidade bem planeada, criada por uma civilização altamente desenvolvida. O número de antigas minas de ouro sugere a razão da escolha do local. Foram encontradas estradas, algumas das quais com centenas de quilómetros, ligando assentamentos e agricultura em terraços, muito semelhantes às encontradas nos assentamentos incas no Peru. Mas fica a pergunta. Como conseguiram os humanos construir isso há 200.000 anos?



A teoria de Zecharia Sitchin, que fala sobre os Anunnaki e do seu trabalho de mineração de ouro na Terra, aponta para uma possível explicação para esta antiga metrópole.



Anunnaki
Imagem//mysteriesrunsolved



Os Anunnaki podem ter sido a origem da raça humana, afirmam os teóricos



Segundo essa teoria, havia na Terra uma civilização muito mais antiga que as oficialmente reconhecidas, como a Egípcia, a Suméria, etc. Normalmente aceita-se que a primeira civilização na Terra foi a Suméria, que apareceu no sul da Mesopotâmia em 5000 aC. De acordo com a teoria de Sitchin, dos antigos astronautas, a história das civilizações na Terra começa com a chegada dos Anunnaki, aproximadamente em 450.000 aC. Zecharia Sitchin também afirma que os Anunnaki vieram à Terra em busca de ouro, que precisavam para "restaurar" a atmosfera em seu planeta natal, Nibiru que havia sido destruída por guerras, e que ponham em risco a vida neste hipotético planeta.


O ser humano teria sido criado geneticamente por extraterrestres?



Referencia//Mysteriesrunsolved

sexta-feira, 11 de junho de 2021

Será que os Sumérios, viajaram para o espaço há 7000 anos?

Em 2016 o ministro iraquiano dos transportes Kazim Finjan, fez uma declaração sensacional durante sua viagem de negócios a Dhi Qar. Segundo ele os sumérios tinham seu próprio porto espacial e viajavam ativamente, inclusive fora do sistema solar.

 Os sumérios foram uma das antigas civilizações avançadas que viveram há cerca de 7.000 anos, na Mesopotâmia, entre os rios Tigre e Eufrates, que mais tarde tornou-se a Babilônia, onde ágora é Iraque e a Síria.



Zigurate
Photo//Howandwhys


Oito descobertas inexplicadas da antiguidade


Os antigos edifícios dos sumérios impressionam com sua grandeza, não sendo em nada inferiores às pirâmides egípcias. Naturalmente existem várias teorias sobre o propósito dos zigurates (estruturas massivas construídas na antiga Mesopotâmia), incluindo o interesse dos ufólogos. No entanto ninguém esperava que o funcionário fizesse tal declaração.

Os sumérios acreditavam em muitos deuses. Eles tinham o Anu (Deus supremo ou Deus do Céu), Enki (Deus da água, conhecimento, malícia, artesanato e criação), Enlil (Senhor Vento), Inanna (Rainha do Céu), Utu (Deus-sol) e Sim (Deus-lua).



Foram os inventores de várias tecnologias, incluindo a roda, a escrita cuneiforme, a aritmética, ageometria, a irrigação, serras e outras ferramentas, sandálias, carruagens, arpões e cerveja.

Finjan tem certeza de que os primeiros aeroportos e plataformas para naves espaciais foram construídos há cerca de 7.000 anos nas antigas cidades de Eridu e Ur. Infelizmente o ministro não mencionou de onde os sumérios tinham essas tecnologias e por que não havia evidências delas.

O professor Kamal Aziz Ketuly escreveu que durante sua visita ao Museu Iraquiano em Bagdad, na ala suméria, ele observou três tábuas de argila sumérias com escrita e desenhos cuneiformes, datando de cerca de 3000 aC. Segundo ele, numa das tabuinhas ele encontrou desenhos heliocêntricos do sistema solar.



Além disso, a partir de 3000 aC, "os mesopotâmicos usavam um calendário com meses e anos o que indica que a Lua foi estudada naquela altura." Curiosamente na antiga Mesopotâmia "todos os cinco planetas visíveis a olho nu eram conhecidos e estudados, juntamente com a Lua, o Sol, as estrelas e outros fenômenos celestes". Esses planetas são Mercúrio, Vênus, Marte, Júpiter e Saturno.

Os cientistas têm várias versões da existencia de templos de várias camadas. Um deles é a necessidade de manter o prédio em boas condições, pois era destinado aos deuses pelo maior tempo possível. É por isso que cada camada seguinte foi construída sobre a anterior.


Visão-de-plataforma-espacial
Photo//Howandwhys


O livro dos sonhos egípcio, uma coleção de previsões com 3.200 anos



Os sumérios mostraram seu desejo pelo mundo superior. O número de plataformas pode coincidir com o número de luminárias conhecidas. É importante notar que não havia florestas e minerais na Baixa Mesopotâmia. Os sumérios negociavam ativamente então é difícil imaginar de onde vieram os recursos para a construção de naves espaciais.

 A verdade permanecerá escondida do tempo. Se os sumérios pudessem conquistar o espaço eles já teriam voado para longe da Terra.


Puma Punku a misteriosa construção da antiguidade



Referencia//Howandwhys