quarta-feira, 25 de maio de 2022

Navio gigante de piscicultura oceânica, vai produzir 3.700 toneladas de peixes por ano

A primeira estrutura de piscicultura flutuante gigante do mundo, chamada Guoxin 1, partiu da cidade portuária oriental de Qingdao, na China, na sexta-feira, 20 de maio de 2022,  de acordo com a Academia Chinesa de Ciências da Pesca . 

O navio está equipado com 15 tanques, cada um maior que duas piscinas padrão, e pode produzir até 3.700 toneladas de peixes por ano.



chinese-fish-ship
 Guoxin 1 em operação em 20 de maio de 2022.

.Photo//Academia Chinesa de Ciências da Pesca


Apresentado o maior camião híbrido do mundo, com bateria de hidrogénio



Colhendo as condições ideais para o cultivo de peixes

A embarcação mede 250 metros de comprimento e 45 metros de largura, com um deslocamento de 130.000 toneladas. Agora, seguirá para o Mar Amarelo, Mar da China Oriental e Mar da China Meridional para colher as condições ideais para que diferentes tipos de peixes sejam cultivados em suas temperaturas ideais.

 

De acordo com a Fish Farmer, a mega embarcação foi construída pela empresa estatal de investimentos Qingdao Conson Development Group. O vice-presidente do grupo, Dong Shaoguang, disse sobre o desenvolvimento do navio: "Estamos dando um grande passo para realizar os planos do país de construir uma frota de pisciculturas inteligentes". “O principal objetivo da construção do navio, que produzirá peixes sem poluir o meio ambiente, é produzir peixes num ambiente onde não haja poluição em mar aberto”.

 



Ele acrescentou: "O próximo objetivo do projeto, que foi implementado em cooperação com o China Shipbuilding Group, o maior grupo de estaleiros do mundo, é aumentar o número de navios com essas qualificações para 50".

 Prevê-se que mais dois navios semelhantes sejam entregues até março de 2024, enquanto a construção de uma quarta versão dos navios atuais com tecnologia mais avançada deve começar no próximo ano. Espera-se que todos os navios sejam equipados com câmaras subaquáticas, sensores e instalações de alimentação automática.

 


Que tipo de peixe, essas maravilhas da engenharia produzirão?

No outono, espera-se que o navio produza o primeiro lote de corvinas amarelas criadas no Mar da China Oriental. Enquanto isso, um estudo de 2021 publicado na revista em língua chinesa Fishery Modernization indicou que o tipo de peixe a ser cultivado era bijupirá, garoupa, pregado e salmão do Atlântico.

 O bijupirá e as garoupas serão produzidos no Mar da China Meridional, onde a temperatura varia entre 25 e 28 graus Celsius. O pregado e o salmão do Atlântico, no entanto, exigem águas mais frias para que sejam cultivados no Mar Amarelo, onde as temperaturas estão mais próximas de 35,6 graus Fahrenheit (dois graus Celsius).

 


A autora Kirsty Nash, investigadora afiliada do Centro de Socioecologia Marinha da Universidade da Tasmânia, disse ao South China Morning Post que nem todos os peixes serão capturados na China.

 Parte do pescado exportado da China é pescado pela frota chinesa dentro da China, enquanto parte é pescado externamente. E parte é peixe que foi importado de outro país para processamento e depois reexportado”, explicou Nash.


França dá luz verde a soldados ciborgues



Fonte

Sem comentários:

Enviar um comentário