sábado, 22 de janeiro de 2022

Cientistas revelam um futuro sombrio para a Terra

Enquanto se prevê que nosso planeta perca seu campo magnético devido a ventos solares, espera-se que os oceanos da Terra evaporem devido ao aumento da energia solar muito antes disso.

Embora se espere que o desaparecimento do nosso Sol ocorra daqui a alguns triliões de anos, a fase atual do ciclo de vida da estrela pode terminar muito mais cedo, e não é um bom presságio para qualquer vida que exista na Terra quando isso ocorrer.



Ventos-solares
Photo//Pixabay


Será o Sol um planeta frio, que pode ser habitado?



Segundo a BGR, alguns cientistas sugerem que, daqui a cerca de 5 biliões de anos, o Sol tornar-se-á numa gigante vermelha, deixando de produzir calor por meio da fusão nuclear.

À medida que o núcleo do Sol se torna instável, as camadas externas da estrela expandir-se-ão e consumirão os planetas mais próximos, Mercúrio e Vénus, enquanto o vento solar implacável retirará á Terra o seu campo magnético.



Mas, muito antes disso, dentro de 1 bilião de anos, acredita-se que a energia do Sol fará com que os oceanos do nosso planeta evaporem. Resta saber se a humanidade ainda existirá para testemunhar esses eventos catastróficos, observa a mídia, citando os investigadores.

Em última análise, o futuro da Terra é sombrio, pelo menos é o que dizem os cientistas.”


Pela primeira vez, uma nave espacial terrestre 'tocou' o sol



Referencia// Sputnik News

Sem comentários:

Enviar um comentário