domingo, 19 de dezembro de 2021

O universo pode mudar as leis da física por conta própria, afirmam os cientistas

Todos nós conhecemos o velho ditado: A única coisa constante é a mudança.

Mas a maioria das pessoas não pensa que essa linha se aplica também às regras reais do próprio universo. No entanto, os investigadores da Microsoft, juntamente com cientistas da Brown University e até mesmo um especialista que prestou consultoria para o livro “Wrinkle in Time” da Disney, acham que as leis da física podem na verdade estar mudando lentamente, complicando nossa luta para entender o cosmos.



Nebulosa-de-orion-universo
Photo//Pixabay


Pela primeira vez, uma nave espacial terrestre 'tocou' o sol


A Popular Mechanics publicou uma longa explicação esta semana sobre um artigo, intitulado “ The Autodidactic Universe ” e publicado no início deste ano, no qual a equipa argumentou a favor dessa hipótese alucinante precisa. Um autodidata, claro, é alguém que aprende sem um mentor ou professor, e, dizem esses investigadores, o próprio universo pode ser uma dessas hipóteses.



Perguntamos se poderia haver um mecanismo do mundo natural, por meio do qual o universo pudesse aprender suas leis”, escreveram os autores no artigo, que ainda não foi revisado por pares.

Com o tempo, diz a teoria, o universo procurou estabilidade. A Populpar Mechanics também traça paralelos com a evolução animal. Não há mais trilobitas ou dinossauros, mas cães e gatos sobreviveram porque se adaptaram ao ambiente onde vivem e o cosmos pode ter feito o mesmo.



Numa versão inicial do universo, por exemplo, as leis da gravidade de Newton, que toda matéria no universo atrai outra matéria com uma força diretamente proporcional ao produto de suas massas e inversamente proporcional ao quadrado da distância entre seus centros, pode não ser totalmente verdade.

Com o tempo, esse sistema aprenderá, e algumas leis fundamentais surgirão, e é sobre isso que eles estão falando [no artigo]”, disse á Popuplar Mechanics,  Janna Levin, professora de física e astronomia do Barnard College da Columbia University que não está envolvido na pesquisa. “Se o universo pode computar com um determinado conjunto de algoritmos, então talvez ele possa fazer o mesmo tipo de coisa que vemos na inteligência artificial, onde existem sistemas de autoaprendizagem que ensinam novas regras a si mesmos. E regras, em cosmologia, são as leis da física.



Os autores do artigo também reconhecem seu próprio ceticismo e escreveram suas conclusões com cautela, alertando que seu trabalho é apenas um pequeno passo na formação de uma nova teoria e requer pesquisas adicionais.

Claro, este é apenas o primeiro passo”, escrevem os autores. “Existem vários resultados potenciais de nossa abordagem.

É alucinante imaginar que as leis da física podem aprender e se adaptar com o tempo. Mas nos lembra que o universo é muito estranho, mais do que alguma vez saberemos.


Fotos da NASA mostram estrutura “alienígena” na superfície de Marte



Referencia//Polular Mechanics

A meio artigo

Sem comentários:

Enviar um comentário