segunda-feira, 23 de agosto de 2021

Cientistas desenvolvem vestuário para sobrevivência ao calor extremo

O mundo em que vivemos esta ficando cada vez mais quente, graças à progressão amplamente desordenada das mudanças climáticas por todo o mundo. Então é hora de realmente começarmos a nos vestir para isso, de acordo com uma equipa de cientistas.

Investigadores de várias universidades chinesas criaram o que chamam de "metafabric", que segundo a Wired é um tecido concebido com nanopartículas que refletem a maior parte da luz solar, mantendo o corpo frio mesmo em face de calor extremo. Além de fornecer uma maneira de manter as pessoas seguras em climas mais quentes, os investigadores esperam que o novo material sirva como uma alternativa para o funcionamento do ar condicionado, o que só está piorando as coisas do ponto de vista ambiental.



 

Vestuario-anti-calor
Photo//Science Alert


Derretimento da geleira na Antártida não se deve ao aquecimento global



Manequim de teste

Os cientistas testaram o metafabric num manequim vestindo-o com um colete, metade do qual feito de metafabric e a outra metade feito de algodão, e os deixando ao sol durante uma hora. Quando o tempo acabou, a metade do tronco do manequim coberta pelo metafabric ficou cinco graus Celsius mais fria do que o outro lado, de acordo com uma pesquisa publicada na revista Science . Eles tiveram resultados igualmente encorajadores em testes mais longos, com hardware de simulação de pele em vez de manequins, dando esperança de uma alternativa para o AC intensivo em energia.



“Estamos consumindo uma grande quantidade de energia para arrefecer os sítios onde estamos”, disse o autor do estudo e engenheiro ótico da Universidade de Zhejiang, Yaoguang Ma, à Wired . “Se pudermos transformar esse tipo de tecido em roupas e vendê-las para as pessoas, podemos economizar muita energia”.

O metafabric vai um passo além do que as roupas de proteção SPF existentes, de acordo com a Wired . Este último absorve a luz ultravioleta para proteger a pele do utilizador, mas não controla o calor. O Metafabric, tem os mesmos componentes refletores de luz que as roupas SPF, mas também contém Teflon para refletir a luz ultravioleta. Ao fazer isso, o metafabric é o primeiro têxtil a usar os mesmos princípios de proteção contra o calor que as tintas que protegem o exterior de edifícios e vaivem espaciais.



 

“Essencialmente, é um espelho”, disse Ma à Wired . 

O maior desafio, observa a Wired , provavelmente será convencer as pessoas a pagar o necessário por roupas com infusão de nanopartículas. Mas se tiver sucesso, todos nós poderemos reverter um pouco o AC, evitando que a mudança climática piore cada vez mais.


O sol pode mais responsável pelo aquecimento global do que o CO2




Referencia//Wired

Sem comentários:

Enviar um comentário