quinta-feira, 22 de julho de 2021

Condições climáticas extremas atingem todo o mundo

O clima extremo está fustigando todo o mundo, ilustrando como as áreas de habitação são vulneráveis ​ perante os desastres naturais.

Alguns eventos, como os incêndios florestais que varrem o oeste dos Estados Unidos, são sazonais, mas outros foram uma surpresa total.



Condições-severas
(Bernd Lauter / AFP / Getty Images /
 Serviço Florestal do USDA / REUTERS / Roman Kutukov / Twitter / The Paper)


Europa deve preparar-se para tempestades mais intensas e frequentes



A China e a Europa Ocidental foram atingidas por enchentes devastadoras na semana passada, com um número de mortos acima de 100. Em áreas arborizadas do Canadá, Estados Unidos e Rússia, vastas áreas estão em chamas.




Inundações catastróficas atingem a China

Pelo menos 16 pessoas morreram em inundações extremas na cidade de Zhengzhou, informou a Reuters na quarta-feira.

O vídeo mostrou pessoas presas num vagão de metro inundado, e a Reuters relatou que 12 pessoas morreram numa linha de metro inundada. As fotos também mostram estradas completamente inundadas.



Europa Ocidental inundada

Ao mesmo tempo, Alemanha, Bélgica e Áustria estavam lidando com as consequências de enchentes devastadoras que destruíram casas e transformaram estradas em rios.

O número de mortos na quarta-feira foi de mais de 200 após as enchentes mais severas das ultimas décadas.

O Reino Unido e a Irlanda também estão passando por ondas de calor. O Oregon está lutando contra um incêndio tão grande que pode ser visto do espaço e está criando seu próprio clima.

O  Bootleg Fire  no sul do estado é o maior incêndio florestal nos Estados Unidos até agora neste ano, e já queimou mais de 340.000 acres, relatou o The New York Times .




O Canadá também combate fogo

Quase 300 incêndios estavam ativos em toda a província de British Columbia na terça-feira, e as ordens de evacuação afetaram cerca de 5.700 pessoas, informou a CBC .

Também houve incêndios em Manitoba, Saskatchewan e Ontário, de  acordo com a Global News. O Canadá recentemente teve seu dia mais quente, em uma onda de calor tão forte que causou centenas de mortes cozeu os moluscos nas suas conchas .



Sibéria também está em chamas

Incêndios florestais queimaram 3,7 milhões de acres de terra no nordeste da Sibéria, Rússia,  relatou o The Guardian .

Uma pessoa que mora numa vila afetada disse ao The Guardian : "Os serviços de emergência chegaram e os moradores também estão combatendo os incêndios, mas não podem apagá-los, não podem detê-los. Tudo está pegando fogo."

É difícil atribuir diretamente eventos climáticos individuais à crise climática. Mas os especialistas afirmam que as mudanças de longo prazo no clima, causada pela atividade humana, estão fazendo tais eventos mais frequentes e graves .


A 'oscilação' da lua e as mudanças climáticas podem aumentar as inundações em 2030




Referencia//ScienceAlert

Sem comentários:

Enviar um comentário