sexta-feira, 4 de junho de 2021

United Airlines planeia viagens supersónicas

Existem algumas incógnitas acerca do desenvolvimento do avião supersónico Boom's Overture, mas se a empresa conseguir superar os obstáculos necessários, a United Airlines estará pronta para a ação. A transportadora fechou um acordo com a empresa para comprar até 50 aeronaves futurísticas, que, segundo ela, podem iniciar voos comerciais até o final da década.

Como modelo principal da Boom, o Overture foi projetado para ser a aeronave civil mais rápida do mundo, com capacidade para até 88 passageiros e capaz de atingir velocidades de Mach 1,7 (1.300 mph ou 2.100 km / h). Isso pode significar viagens entre Los Angeles e Sydney em 8 horas e 30 minutos, ou Tóquio a Seattle em 4 horas e 30 minutos.


Overture
Photo//Boom


VoltAero e Kinect unem-se para realizar voos híbridos a partir de 2023


A empresa construiu uma versão de demonstração á escala de 1/3  da “Overture”, chamado XB-1 , que foi projetado para quebrar a barreira do som e deverá voar no próximo ano. O avião não será lançado antes de 2025, no mínimo, mas os pequenos vislumbres oferecidos até agora parecem ser suficientes para que a United Airlines avance com o negócio.



Segundo o acordo de compra recém-anunciado, a transportadora comprará 15 aviões da Overture, com a opção de comprar mais 35 caso atendam a um conjunto de requisitos de segurança, operação e sustentabilidade. Os dois trabalharão juntos para marcar esses objetivos e também precisarão encontrar uma maneira de contornar os regulamentos de voo supersônico em solo americano.



Voos acima de Mach 1 foram proibidos em terras dos EUA desde 1973 devido à poluição sonora gerada pelas explosões sónicas, embora a Administração Federal de Aviação esteja atualmente considerando novas regras que poderiam agilizar o processo de obtenção de isenções. Isso pode ser concedido caso a caso, após a análise dos custos e benefícios individuais, mas ainda há questões complicadas a serem resolvidas, incluindo a pegada ecológica desses tipos de voos.






Toda essa velocidade extratem custos, com o voo supersónico consumindo muito mais combustível do que os voos subsónicos. A Boom faz questão de rotular o “Overture” como a aeronave supersónica mais sustentável do mundo e, pelo que vale a pena, dizendo que operará como um avião de carbono líquido zero, utilizando desde o primeiro dia, combustível de aviação 100% sustentável. Caso tudo corra como previsto, a United Airlines diz que os aviões supersónicos começarão a transportar passageiros em 2029.


Cientistas constroem motor que pode impulsionar um avião a 17 vezes a velocidade do som.


RTferencia//NewAtlas


Sem comentários:

Enviar um comentário