domingo, 4 de abril de 2021

Será que podemos atrasar o nosso envelhecimento?

À medida que envelhecemos, muitas mudanças acontecem em nosso corpo, tornamo-nos frágeis, o cabelo fica branco e a pele enruga-se. Também nos tornamos mais suscetíveis a doenças e podemos perder nossas habilidades cognitivas.

O envelhecimento é geralmente considerado uma parte inevitável da vida, mas será que pode ser adiado, prolongando nossa juventude? Perguntamos a 8 especialistas:  'O envelhecimento pode ser adiado?'  Curiosamente, houve um  consenso "provável" de 75% . Aqui está o que descobrimos.


envelhecimento
Photo//portaldoenvelhecimento


Dez ameaças á sobrevivência da humanidade


O que é envelhecimento?

Todas as coisas vivas são feitas de células. Os cientistas costumam cultivar células em laboratório para estudá-las. Em 1961, o investigador Leonard Hayflick notou que, em média, uma célula humana só pode se dividir 50 vezes antes de entrar em um estado de hibernação chamado 'senescência'. Pensa-se que um acumular de células senescentes nos tecidos do corpo pode danificar as outras células e desempenhar um papel crucial no envelhecimento.

Existem muitas causas para o envelhecimento e senescência no nível celular. Isso inclui o dano oxidativo, a acumulação de pequenos erros no DNA e a diminuição dos telómeros. Essencialmente, diferentes componentes da célula passam por um desgaste geral durante a vida útil da célula. Em algum ponto, esse dano significa que a célula não pode mais funcionar como antes.



Podemos retardar o envelhecimento das células?

Embora Hayflick tenha notado que as células humanas normais têm uma vida útil finita, algumas células, são capazes de se multiplicar indefinidamente. Essas células são normalmente de câncer ou foram geneticamente modificadas. Ao alterar certas vias nas células, a forma como se multiplicam ou a manutenção dos telómeros, podemos superar o processo normal de envelhecimento.

O envelhecimento pode, portanto, ser retardado nas células e é feito rotineiramente para ajudar na pesquisa. Porém, é importante salientar que essas células não são iguais às células saudáveis ​​que se encontram no corpo humano.


Nos últimos 50 anos, o planeta perdeu dois terços da vida selvagem


Podemos retardar o envelhecimento dos animais?

A manipulação genética pode não apenas retardar o envelhecimento das células, mas também de animais inteiros (também chamados de 'organismos modelo'). As experiencias para retardar o envelhecimento começaram no verme nematóide C. elegans. Devido à facilidade de trabalho com esses animais em laboratório, os cientistas descobriram uma ampla gama de caminhos que podem ser modificados para retardar o envelhecimento.

Curiosamente, uma dessas vias está conectada ao metabolismo e à dieta alimentar. Descobriu-se que dietas restritas retardam o envelhecimento em uma grande variedade de animais, como moscas, macacos e cães. A ingestão restrita de calorias pode levar as células do corpo a entrar em modo "protetor", o que retarda o envelhecimento.

O Dr. Gerardo Ferbeyre, especialista em anti envelhecimento da Universidade de Montreal, aponta que "embora nem tudo o que funciona em organismos modelo funcione nos humanos, algumas das ideias provenientes da pesquisa do envelhecimento podem eventualmente levar a terapias de anti envelhecimento. "



O envelhecimento pode ser retardado em humanos?

A professora Janet Thornton, especialista em anti envelhecimento do Instituto Europeu de Bioinformática, destaca que nos humanos, não é ético realizar mutações, e há tantas forças contrarias que é difícil avaliar o impacto de restrições dietéticas. No laboratório, a expectativa de vida dos vermes pode ser aumentada em 10 vezes; em moscas e camundongos, o aumento máximo é de apenas 1,5 vezes, mas uma medida equivalente não está disponível nos humanos. É provável que o sistema humano seja complexo com muitas interconexões e buffer, portanto, tais extensões podem não estar acessíveis. "

Apesar dessas complicações, alguns medicamentos estão passando por testes clínicos para ver se podem retardar o envelhecimento em humanos. Até agora, não está claro se esses compostos funcionarão.

O Dr. Marco Demaria, da Universidade de Groningen, afirma: "Temos várias intervenções no estilo de vida que influenciam claramente o início e a progressão do envelhecimento (dieta e exercícios no topo da lista)." Muitos dos outros especialistas sugeriram melhorar a dieta e os exercícios para retardar o envelhecimento. Pessoas que fazem exercícios regularmente e vivem estilos de vida saudáveis ​​geralmente têm mais mobilidade e desfrutam de uma qualidade de vida melhor quando envelhecem.

Embora o envelhecimento ainda seja  provavelmente inevitável  para todos os seres vivos, é possível atrasá-lo em células e animais experimentalmente. Para nós, humanos, a melhor maneira de retardar o envelhecimento é fazer uma dieta balanceada e praticar exercícios regularmente.


Professor do MIT afirma que a extinção da humanidade está iminente


Referencia//ScienceAlert




Sem comentários:

Publicar um comentário