terça-feira, 6 de abril de 2021

O ser humano teria sido criado geneticamente por extraterrestres?

O Dr. Joseph P. Ferrell autor de “The Cosmic War” afirma: “Houve uma civilização paleo-antiga muito avançada, com ciência e tecnologia muito além da nossa”.

Essa civilização era interplanetária, travou uma guerra e destruiu-se e enquanto o fazia percebendo que perderia toda a sua ciência avançada travou esforços para preservá-la”. “A ascensão das“ escolas de mistério ”, religiões antigas, sociedades ocultas e todos esses grupos desde então tem sido um processo de recuperação de longo prazo e as pessoas envolvidas têm feito isso secretamente.”



Extraterrestres
Photo//Anomalien

Cinco principais motivos que podem ter levado ao fim da civilização Maia


É preciso cuidado para não permitir que as palavras específicas escolhidas pelo Dr. Farrell façam com que, imediatamente, se rejeite o que ele sugere. Até o cristão mais devoto pode encontrar referências na Bíblia Sagrada dos anjos caídos em Gênesis, capítulo 6. Eles também vieram dos céus e trouxeram com tecnologia altamente sofisticada.

A terminologia pode variar um pouco mas as histórias em todas as culturas antigas são sempre as mesmas.

 A "ciência" moderna fez-nos acreditar que os humanos evoluíram, no entanto, não há nada nos vestígios antigos capaz de explicar como o homem moderno simplesmente apareceu do nada desde os habitantes das cavernas até uma civilização altamente avançada com escolas e a própria escrita, na primeira civilização documentada na antiga Mesopotâmia.

A “ciência” moderna não pode explicar isso mas os documentos escritos dessa civilização certamente o fazem.



O investigador Jim Nichols apresenta novas evidências de como nosso mundo moderno é na verdade a sombria ressurreição de uma civilização de muito alta tecnologia que se destruiu há muitos milhares de anos por meio da ciência, de armas evoluídas e da corrupção oculta.

Essa teoria está bem de acordo com a ideia de que, algo diferente do homem, construiu muitas das antigas estruturas megalíticas encontradas situadas por todo o mundo, e os segredos por trás dessas estruturas são mantidas em segredo pela elite global e sociedades secretas do planeta.

Mas para quê? A que propósito? Eles sabem de algo que não querem que se saiba?

Os escritos antigos daquela primeira civilização falam sobre os Antigos Anunnaki que foram responsáveis ​​pelo 'pequeno empurrão' da humanidade que acelerou o desenvolvimento de seres inteligentes na Terra.


Anunnaki
Photo//Anomalien


Os Maias usavam um sistema de filtragem de água que ainda hoje é usado


 De acordo com a teoria dos Antigos Astronautas, no passado distante, antes do alvorecer das civilizações seres extraterrestres inteligentes adulteraram o DNA humano na Terra para criar a humanidade como a conhecemos.

De acordo com numerosas teorias que parecem cada vez mais possíveis nos últimos anos a humanidade antiga foi geneticamente manipulada no passado.

Sem essa manipulação genética que explica o aumento da inteligência humana e o rápido desenvolvimento, a civilização como a conhecemos, provavelmente ainda não existiria hoje. Este é o elo que faltava na história da humanidade.

Uma das melhores evidências que apoiam a teoria de que a humanidade foi geneticamente manipulada no passado, por uma espécie de alienígena inteligente, é o grupo de tipo sanguíneo Rh Negativo.

 Os humanos têm quatro tipos de sangue gerais possíveis: A, B, AB e O; essa classificação é derivada, segundo os cientistas, de proteínas encontradas na superfície das células destinadas a combater bactérias e vírus no corpo humano.



A grande maioria dos seres humanos neste planeta possui essas proteínas o que significa que são Rh Positivo.

Mas um grupo menor, o Rh Negativo, que não possui essas proteínas. Então como essa diferença crucial é explicada cientificamente? E por que isso existe?

Ao longo dos anos diversos estudos científicos procuraram repostas.

De acordo com os investigadores isso explicaria por que as mães Rh Negativo não toleram fetos com sangue RH Positivo. Assim, essa intolerância radical e difícil de explicar pela maioria das leis naturais, poderia derivar de uma antiga modificação genética por que os grupos Rh Positivo e Rh Negativo tendem a se “repelir” em vez de se fundirem.

Segundo essa teoria científica, num passado distante, seres extraterrestres visitaram a Terra e criaram, por meio de “manipulação genética”, o Rh Negativo com o intuito de criar uma raça de “escravos”.

Curiosamente a cepa RH Negativo é característica, por exemplo da família real britânica o que gerou teorias controversas sobre uma possível linhagem extraterrestre.


Pintura-representa-extraterrestres
Photo//Anomalien

Cientistas afirmam que existe restos de uma civilização na Antártida


Embora essa hipótese não tenha sido confirmada, as inquietantes questões que ela gera flutuam no ar. Como reagiríamos ao fato de uma pequena porção da população da Terra ter um código genético que foi alterado num passado distante por seres extraterrestres altamente avançados?

Gênesis 6: 4Deus entrou nas filhas dos homens e elas tiveram filhos e as mesmas se tornaram poderosas desde a antiguidade.”

Da Bíblia King James: “filhas mulheres - homens de Israel, filhos homens de Deus, não filhos dos homens” - Êx. 34:23.

Ex. 34: 7 declara “A iniquidade do pai será dos filhos até a quarta geração”.



Os Anunnaki podem ter sido a origem da raça humana, afirmam os teóricos


Referencia//Anomalien


Sem comentários:

Publicar um comentário