segunda-feira, 22 de fevereiro de 2021

Perseverance pousa em Marte, video

Os seres humanos lançam máquinas em Marte desde os anos 1970. Alguma sondas caíram de paraquedas na superfície, alguns rovers foram destruídos durante o pouso e, mais tarde, outros rovers sobreviveram aos pousos dentro de gigantescos airbags.

Agora, poderosas gruas voadoras baixam os rovers da NASA para a superfície. Mas em todo esse tempo, todos esses sucessos e fracassos espetaculares aconteceram sem registos de video Isso mudou com Perseverance.


perseverance
Photo//sapo tek


Amostras de Marte trazidas para a Terra podem desencadear pandemias


A NASA equipou o rover Perseverance e seu veículo de pouso, que chegou ao Planeta Vermelho em 18 de fevereiro, com uma serie de camaras de vídeo de alta resolução e alta velocidade para capturar os 'sete minutos de terror', como os engenheiros se referem ao mergulho na superfície marciana.

As camaras foram configuradas para registas imagens das duas fases finais do mergulho da máquina semelhante a um caminhão da órbita solar para a terra marciana.





Algumas manobras complicadas são necessárias para depositar um robô nuclear de 3,1 metros de comprimento e 1.025 kg suavemente dentro de um alvo estreito na superfície perigosa do outro planeta.

O vídeo mostra o veículo de pouso do rover saindo do seu escudo térmico para que possa detetar o solo durante o pouso para cronometrar o lançamento do pára-quedas. O disco de metal cai, revelando a longa queda que ainda separa o veículo espacial de US $ 2,7 biliões do solo.



Outra camara mostra o paraquedas abrindo-se, uma folha de tecido com a tarefa de desacelerar a descida de 1.512 km / h para 306 km / h em dois minutos.

De seguida, o módulo de pouso cai do paraquedas que o piloto robótico assumiu no seu desafio mais difícil, identificar e manobrar em direção a um local de pouso seguro. Finalmente, o skycrane (grua voadora) paira 20 metros acima da superfície marciana, levantando uma tempestade de poeira ao baixar um rover que balança suavemente em longos cabos até o solo antes de voar para longe.






Nenhum vídeo estava disponível para a NASA durante o pouso totalmente controlado por robô. Obter dados de Marte demora algum tempo, e a largura de banda do uplink está muito aquém da velocidade de streaming, embora a NASA tenha conseguido transportar 30 gigabytes de dados pelo espaço interplanetário em poucos dias.

Mas o Perseverance enviou o material no fim de semana a tempo para a NASA lançá-lo hoje, segunda-feira 22 de fevereiro.


Cientista da NASA afirma que a vida alienígena em Marte pode ajudar-nos na exploração espacial.


Referencia//ScienceAlert

Sem comentários:

Publicar um comentário