quarta-feira, 24 de fevereiro de 2021

Fóssil vivo encontrado em Singapura

Foi encontrada em Singapura, uma criatura de mandíbulas enormes e dentes afiados que deixou os moradores perplexos. O animal parecido a um jacaré não é nativo da região.

Um animal grande, de aparência estranha, chamou a atenção de Karen Lythgoe, escocesa que  anunciou a surpreendente descoberta desse gigantesco peixe, no reservatório MacRitchie, em Singapura.


Fossil-vivo
Photo/Pen News/Karen Lythgoe

/

Puma Punku a misteriosa construção da antiguidade


Especulou-se que poderia ser a carcaça de um crocodilo ou de outro réptil predador. Na dúvida, ela e Imran Kassim, outro morador local, foram ver o animal mais de perto para ter certeza do que era.

"Honestamente, parecia um crocodilo, especialmente porque uma parte de seu corpo tinha desaparecido, provavelmente devorado por algum animal", disse Kassim ao The Sun.

A criatura monstruosa já foi identificada por cientistas, mas o mistério sobre como ali foi parar permanece. Num comunicado, a empresa de água da cidade e o Conselho de Parques Nacionais disseram que a carcaça encontrada é de um peixe-jacaré, nativo do sul dos Estados Unidos, a cerca de 16 mil quilómetros de distância.



A espécie é chamada de fóssil vivo, porque grande parte de sua estrutura biológica pode ser rastreada até seus primeiros ancestrais. As autoridades supõem que o animal foi mantido em cativeiro, e libertado, quando ficou demasiado grande.

Quando jovens, os peixes-jacaré podem medir cerca de 20 centímetros de comprimento, e são comercializados clandestinamente, de acordo com relatos da imprensa local.


Teoria indica que podemos ser descendentes de marcianos


"Estou chocado que alguém possa ser tão irresponsável em libertar um animal destes na natureza. É um predador importante, e como tal, realmente afeta o ecossistema", disse Karen.

O ato de libertar animais em reservatórios e cursos de água é punível com multa ao equivalente a mais de 2200 dólares, em Singapura.


Estranhos objetos celestes visualizados no Dubai


Referencia//The Sun


Sem comentários:

Publicar um comentário