domingo, 31 de janeiro de 2021

Via Láctea pode ter mais de 3.000 civilizações alienígenas

Provavelmente existem milhares de civilizações alienígenas vivendo na Via Láctea, mas as possibilidade de algum dia encontrá-las são extremamente baixas, disse um especialista.

 Michael Garrett chefe do Instituto Holandês de Radioastronomia (Astron), comentou o assunto no Congresso Internacional de Astronomia em Toronto.



Lar-de-3000-civiizações
Photo//Anomalien

Descobertos quatro novos planetas alienígenas


Conforme relatado pelo Discovery News o astrónomo disse que os dados recolhidos pela NASA e outras agências espaciais sugerem que a Terra é um dos 40 biliões de planetas potencialmente habitáveis ​​na nossa galáxia.

Além disso acredita-se que outro planeta habitável se forma a cada ano, o que significa que a hipótese de existirem civilizações alienígenas é muito alta, pode haver cerca de 3.000 civilizações alienígenas só na Via Láctea de acordo com o estudo.

No entanto, Garrett disse que com o tamanho da Via Láctea, enviar sinais e receber de volta de uma civilização avançada o suficiente para possuir essa tecnologia, é improvável no momento.





 Em média, esperaríamos que as civilizações estivessem separadas por pelo menos 1.000 anos-luz na Via Láctea” afirmou ele. “É uma grande distância e para fins de comunicação é preciso permitir o dobro da distância de viagem então estamos falando de civilizações que precisam existir há pelo menos alguns milhares de anos para ter a oportunidade de comunicar com cada uma delas."

Ele apontou a Terra como um exemplo de como a vida se desenvolveu com formas de vida extremamente simples que existem há biliões de anos. A vida inteligente só chegou muito mais tarde, disse ele.




Administrador da NASA foi suspenso após anunciar invasão Alienígena, antes de 2025


Não sabemos realmente as escalas de tempo em que as civilizações persistem. A vida inteligente só se desenvolveu essencialmente nos últimos minutos da evolução geral da vida no planeta. Não quero ser muito negativo sobre isso mas ... minha conclusão básica é que os sinais de Seti (busca por inteligência extraterrestre) serão raros na Via Láctea.

Enquanto Garrett não espera receber notícias de alienígenas num futuro próximo os especialistas em Seti estão mais esperançosos.

Em março o astrónomo Seti, Seth Shostak disse que espera fazer contato nos próximos 20 anos graças aos avanços na tecnologia.





Em declarações à Popular Mechanics ele disse que a busca ainda está no inicio e é limitada por equipamentos e dinheiro mas acredita que não estamos longe: “O meu palpite de que teremos sucesso nas próximas duas décadas, baseia-se no fato de que, com melhorias na eletrônica digital e nos computadores, que estão ficando melhores e mais baratos seguindo a lei de Moore, estaremos continuamente vasculhando o céu mais rapidamente”.

E podemos extrapolar a rapidez com que seremos capazes de pesquisar supondo que tenhamos dinheiro nas próximas duas décadas.”

Por Hannah Osborne


Físico propõe uma explicação para o facto nunca vermos alienígenas


Referencia//Anomalien


Sem comentários:

Publicar um comentário