domingo, 17 de janeiro de 2021

Nova tecnologia transforma ar em gasolina sintética

Uma equipa de cientistas parece ter desenvolvido uma maneira mais limpa de produzir combustível para carros a gás, usando nada além de energia renovável.

O novo processo aproveita o dióxido de carbono e água e os combina com metanol usando a eletricidade gerada a partir do aumento e da descida diárias das temperaturas. E embora o metanol possa ser usado como combustível em alguns casos, o The Drive observa que ele pode ser facilmente convertido em gasolina sintética, dando aos automóveis a gasolina uma alternativa muito mais limpa ao petróleo extraído do solo.


Gasolina-sintetica
Photo//Pixabay//skitterphoto

Alemães ativaram reator de fusão nuclear que irá mudar o mundo


Normalmente, a conversão de dióxido de carbono em metanol requer temperaturas extremamente altas. Mas a equipa de investigadores do sistema universitário chinês desenvolveu nanoplacas bidimensionais que podem captar eletricidade suficiente apenas com as mudanças de temperatura entre o dia e a noite, de acordo com uma pesquisa publicada na terça-feira na revista Nature Communications .

O sistema só foi testado em um laboratório de pequena escala, então os cientistas converteram apenas pequenas quantidades de dióxido de carbono em moléculas de metanol. Mas depois de alguns ciclos diurnos e noturnos, as placas geraram eletricidade suficiente para completar o processo de forma confiável.






É claro que esse metanol sintetizado de forma limpa ainda queimará e emitirá gases de efeito estufa sempre que for usado, então mesmo esse novo processo não seria tão bom para o planeta como a eletrificação e a eliminação total da gasolina.






Mas, mesmo assim, é um passo na direção certa, melhorando em muito a maneira como o combustível é produzido e a energia necessária para produzi-lo.


Reatores nucleares flutuantes podem ser uma excelente alternativa energética


Referencia//The Drive


Sem comentários:

Enviar um comentário