domingo, 25 de outubro de 2020

Podemos estar sendo observados a partir de cerca de 1000 sistemas solares

Existem cerca de 1.000 sistemas estelares onde se existissem alienígenas, poderiam estar nos observando de longe, sugere uma nova pesquisa.

Esses 1.004 sistemas estelares estão em uma linha direta de visão de nosso planeta e próximos o suficiente de nós para que pudessem não apenas detetar o planeta Terra, mas também traços químicos de vida terrena.


Planeta-terra
Photo//Pixabay//comfreak

Podem existir mais de 30 civilizações alienígenas na nossa galáxia


Ao longo da última década, astrónomos descobriram exoplanetas orbitando estrelas distantes usando uma fórmula simples. Observando a estrela e esperar que diminua a intensidade de luz. Esse escurecimento é um sinal de que um planeta está passando entre a estrela e o telescópio. Analisar como a luz muda conforme a estrela escurece pode revelar o conteúdo químico da atmosfera do planeta.

Mas esse método funciona apenas para planetas cujas órbitas os levam entre suas estrelas e a Terra. Num novo artigo, os investigadores inverteram essa fórmula, perguntando. Quais estrelas próximas estão alinhadas adequadamente para que seus habitantes vejam o trânsito da Terra na frente do sol? Qualquer forma de vida nesses sistemas estelares seria capaz de detetar sinais nossos, os seres vivos na superfície da Terra? A resposta é sim, ao que parece, para um grande número de estrelas próximas.



"Se os observadores estivessem procurando, eles seriam capazes de ver sinais de uma biosfera na atmosfera de nosso Ponto Azul Pálido", disse Lisa Kaltenegger, astrónoma da Universidade Cornell e principal autora do estudo, num comunicado.

Os planetas, ao que parece, são comuns no espaço. Desde que os investigadores confirmaram a descoberta de um transitando na frente de sua estrela em 1992, os astrónomos encontraram 4.292 planetas confirmados fora do nosso sistema solar, orbitando 3.185 estrelas, em grande parte graças à caça de planetas Transiting Exoplanet Survey Satellite (TESS). O James Webb Space Telescope (JWST), programado para ser lançado nesta década, deve ter a precisão para estudar muitos desses planetas com mais detalhes, possivelmente detetando gases como metano ou oxigénio nas suas atmosferas, que seriam prováveis ​​sinais de vida .





E se os alienígenas tivessem seu próprio JWST? A 326 anos-luz, os investigadores descobriram, que existem 1.004 com pontos de observação para localizar a Terra. Destes, 508 têm ângulos de visão que lhes dariam pelo menos 10 horas de dados cada vez que a Terra passasse entre aquele local e o Sol, condições ideais para detetar este pequeno planeta rochoso e os sinais de vida em sua atmosfera.

"Apenas uma fração muito pequena dos exoplanetas estará aleatoriamente alinhada com nossa linha de visão para que possamos vê-los em trânsito." disse o astrofísico da Universidade de Lehigh Joshua Pepper, co-autor do artigo, no comunicado. "Mas todas as mil estrelas que identificamos em nosso artigo na vizinhança solar puderam ver nossa Terra transitar pelo sol, chamando sua atenção."

Cerca de 5% das 1.004 estrelas são provavelmente jovens demais para que a vida inteligente tenha evoluído, supõem os cientistas, mesmo que um planeta com condições habitáveis ​​as orbitasse. Mas os 95% restantes pertencem a categorias de estrelas que podem sustentar a vida por biliões de anos, o que a experiência da Terra sugere que é longo o suficiente para a vida inteligente evoluir, assumindo que as condições sejam adequadas.


Administrador da NASA foi suspenso após anunciar invasão Alienígena, antes de 2025


A maioria das estrelas da lista está na extremidade mais distante da faixa de 326 anos-luz, porque a zona onde o trânsito da Terra é visível fica menor à medida que se aproxima de nosso sistema solar. Mas a estrela mais próxima da lista está a apenas 28 anos-luz de distância. E há várias outras estrelas próximas que estão a caminho de entrar na zona onde podem localizar a Terra dentro de séculos. Alguns são brilhantes o suficiente no céu para serem vistos da Terra.

Duas estrelas da lista têm exoplanetas conhecidos. E uma anã vermelha a apenas 12 anos-luz da Terra com exoplanetas conhecidos, conhecida como estrela de Teegarden, não tem atualmente o ângulo de visão correto para localizar a Terra, mas em sua taxa de movimento atual entrará na zona de observação da Terra em 2044.

A próxima etapa, escreveram os investigadores, é concentrar as operações de caça inteligente de vida nas 1.004 estrelas identificadas no seu artigo. Eles mencionaram especificamente o programa Breakthrough Listen do SETI, projetado para detetar comunicações de civilizações alienígenas avançadas.

 

Esta pesquisa foi publicada em 20 de outubro na revista Monthly Notices of the Royal Astronomical Society .


Físico propõe uma explicação para o facto nunca vermos alienígenas


Referencia//LiveScience




Sem comentários:

Publicar um comentário