terça-feira, 27 de outubro de 2020

NASA e ESA assinam acordo para contruir uma base lunar orbital

Nesta terça-feira, a NASA anunciou que fez uma parceria formal com a Agência Espacial Europeia (ESA) para desenvolver o Gateway, a estação espacial que planeia colocar em órbita  da lua.

A estação Gateway deve permitir a exploração lunar de longo prazo, servindo como ponto de passagem entre o espaço e a superfície lunar, e será um empreendimento internacional, de acordo com um comunicado de imprensa da NASA. E depois de ajudar a estabelecer uma presença humana na Lua e em orbita dela, o projeto conjunto pode ajudar a NASA e a ESA a chegarem a Marte.



Estação-Orbital
Photo//NASA



SOFIA descobre agua na superfice iluminada da Lua


A construção da estação espacial Gateway pode começar em 2022. A NASA já distribuiu tarefas a empreiteiros, incluindo SpaceX e Maxar Technologies, mas agora vai compartilhar a carga restante com a ESA. A ESA concordou em fornecer novos módulos para o Portal e as naves espaciais que vão viajar de e para lá, bem como melhorar as comunicações lunares e um sistema para reabastecer o Portal.

Dentro de pouco tempo, teremos o voo espacial humano de além da órbita baixa da Terra para a Lua pela primeira vez desde 1972”, escreveu Jim Bridenstine, administrador da NASA, num post no blog da agência.



Nesse post, Bridenstine deu a entender que mais acordos internacionais de apoio ao programa Artemis serão anunciados em breve

Esta parceria potencializa a excelente cooperação estabelecida pela Estação Espacial Internacional enquanto avançamos para a Lua”, disse Bridenstine no comunicado à imprensa. “A Gateway continuará a expandir a cooperação da NASA com parceiros internacionais como a ESA, garantindo que o programa Artemis resulte na exploração segura e sustentável da Lua após o aterrarmos na Lua.


Podemos estar sendo observados a partir de cerca de 1000 sistemas solares


Referencia//NASA







Sem comentários:

Publicar um comentário