quarta-feira, 9 de setembro de 2020

Floresta Urbana, um edifício ambientalmente sustentável


Com mais de 1.000 árvores e 20.000 plantas em seu exterior, a Floresta Urbana terá mais árvores do que um parque próximo em Brisbane, Austrália.
 O projeto concebido pelo designer Koichi Takada Architects é saudado como um dos edifícios mais densamente florestados do mundo pelo que, se for construído, contará com tecnologia sustentável como energia solar e captação e aproveitamento de águas pluviais.


Floresta-urbana
Photo//Binyan Studios

Buraco gigante aparece na Sibéria, um fenómeno dramático cada vez mais comum


A Floresta Urbana terá uma altura de 30 andares e terá uma área útil total de 55.000 m² com 382 apartamentos.
O prédio residencial será erguido sobre grandes colunas concebidas como troncos de árvores. O espaço abrigado no nível do solo abaixo servirá como um pequeno parque público medindo 1.642 m² No telhado, haverá uma área ajardinada de dois andares para os residentes.




O plantio vertical em prédios altos é parte de um novo movimento que vê os arquitetos trazendo vegetação, biodiversidade, oxigênio e benefícios para a saúde mental de volta à vida urbana de alta densidade”, diz a empresa. "A Floresta Urbana atinge 300 por cento de cobertura do local com vegetação viva, apresentando mais de 1.000 árvores e mais de 20.000 plantas selecionadas de 259 espécies nativas. 


Floresta-urbana
Photo//Binyan Studios


Aquecimento global abre "Portão para o Submundo" na Sibéria.


Sua forma geral é projetada para maximizar a luz natural e promover a ventilação cruzada, enquanto sua área verde também fornece isolamento extra. Outros recursos sustentáveis ​​incluem painéis solares, água da chuva e captação de água ja usadas para uso em irrigação, bem como o uso de materiais reciclados e de origem sustentável.



Admire-se com tamanho absurdo da maior casa do mundo



Referencia//New Atlas



Sem comentários:

Publicar um comentário