quarta-feira, 23 de setembro de 2020

Descoberto principal fator responsável pela disseminação do coronavírus

Com a ajuda de modelos teóricos e experiências hidrodinâmicas, os especialistas analisaram a influência da humidade, da temperatura do ambiente e da velocidade do vento na proliferação de gotículas de saliva que contêm partículas do coronavírus.

Segundo o portal EurekAlert!, a equipa de cientistas descobriu que a vitalidade do vírus diminui em altas temperaturas e baixa humidade relativa devido à rápida evaporação. Em temperaturas quentes e com humidade alta, porém, a possibilidade de transmitir o coronavírus continua alta.

 


Coronavirus
Photo//Pixabay//geralt


Descoberto tratamento capaz de neutralizar completamente o coronavirus


"Se a humidade relativa do ar em recintos fechados for menor do que 40%, as partículas emitidas por pessoas contaminadas absorvem menos água, se mantendo mais leves, voam mais longe através da divisão e têm maior probabilidade de serem inaladas por pessoas saudáveis. Além disso, o ar seco torna as mucosas de nossos narizes secas e mais vulneráveis a vírus", explicou Ajit Ahlawat, professor do Instituto de Pesquisa Troposférica Leibniz (Alemanha).

A descoberta é particularmente importante devido ao inverno que se aproxima no Hemisfério Norte do planeta, onde milhões de pessoas vão permanecer em ambientes fechados e aquecidos.



A pandemia do coronavírus, que teve os primeiros casos registados na cidade chinesa de Wuhan, demonstra estar a acelerar, ressurgindo uma segunda onda em diversos países. De acordo com a Universidade Johns Hopkins (EUA), o número global de casos já soma mais de 31 milhões, resultando mais de 970 mil falecimentos.


Vacina Covid-19 inicia hoje os testes da terceira fase



Referencia//Eurekalert

1 comentário: