domingo, 2 de agosto de 2020

Engenheiros fazem estradas mais resistentes com pneus velhos e entulho


Produzir algo útil a partir de resíduos que, de outra forma, seriam descartados é o cenário ideal quando se trata de reciclagem sustentável. E que fazer com pneus velhos? Podemos agora os utilizar para pavimento de estradas.
Usando uma mistura de pneus velhos e detritos provenientes da indústria da construção, um material recém-desenvolvido foi capaz de suportar o desgaste do tráfego. Na verdade, é mais flexível que os betumes comuns e, portanto, menos propenso a rachas.


Pneus-velhos
Photo//Cultura Mix


O maior parque eólico flutuante do mundo já produz energia em Portugal


A mistura de agregado de concreto reciclado (RCA) e pequenos pedaços de pneus é adequada para uso como camada de base, a que fica sob a camada final de asfalto. O RCA já é usado dessa maneira, mas a adição de pedaços de pneus torna-o ainda mais capaz de lidar com os elementos.
"As bases das estradas tradicionais são feitas de materiais virgens insustentáveis, rochas extraídas e areia natural", diz o engenheiro civil Mohammad Saberian Boroujeni  da RMIT University, na Austrália. "Este material misturado é uma alternativa, 100% reciclada que oferece uma nova maneira de reutilizar pneus e resíduos de construção, enquanto atua fortemente em critérios-chave como flexibilidade, resistência e deformação permanente".




Máquinas especificamente projetadas para simular as tensões provocadas pela passagem de veículos ao de longos períodos, foram usadas para testar diferentes misturas de RCA, pedaços grosseiros de pneus e pedaços finos de pneus.
Por fim, os pesquisadores decidiram que 0,5% de borracha fina a 99,5% de RCA era o ponto ideal, mantendo a força necessária e mantendo os dois materiais coesos. Se for usada demasiada borracha, a força do material diminui.
Os autores observam que 1 bilião de pneus vão para o lixo anualmente em todo o mundo, enquanto os resíduos de construção, reforma e demolição são cerda de metade do total de resíduos á escala global todos os anos.
"À medida que avançamos em direção a uma economia circular que pode eliminar o desperdício e apoiar o uso contínuo de recursos, a nossa mistura reciclada é a escolha certa para melhores estradas e um melhor ambiente", diz Boroujeni .


Os pneus usados ​​geralmente vão para aterros sanitários ou são incinerados, liberando mais CO2 no ar (algo que realmente não podemos dar ao luxo de acontecer) e levando a produtos químicos que contaminam o meio ambiente e afetam a saúde humana.
A boa notícia é que a situação está sendo resolvida. Uma quantidade maior de pneus está sendo reciclada de várias maneiras, pelo menos em algumas partes do mundo, e muitas vezes na criação de materiais de construção (como é o caso.)
Variações nesse mix de materiais passaram por testes há vários anos pela equipe da RMIT University, e esperamos que não demore muito para que o material possa ser usado como uma camada base para nossas estradas.
"As soluções para nossos problemas de resíduos virão não apenas da redução, mas do que se recicla evitando o envio para aterros e lixeiras", diz o engenheiro civil Jie Li , da RMIT University. "O desenvolvimento de usos novos e inovadores para nossos materiais reciclados é absolutamente vital".


Cientistas criam baterias onde substituíram o lítio pelo sódio


Referencia//ScienceAlert




Sem comentários:

Publicar um comentário