segunda-feira, 27 de julho de 2020

Vacina Covid-19 inicia hoje os testes da terceira fase


Os Institutos Nacionais de Saúde dos EUA (NIH) e a empresa americana de biotecnologia Moderna iniciaram testes em humanos da candidata a vacina COVID-19, anunciaram cientistas nesta segunda-feira.
O estudo da terceira fase, chamado COVE (Coronavirus Efficacy), incluirá cerca de 30.000 participantes nos EUA em vários locais clínicos.


Moderna
Photo//REUTERS / Brian Snyder

O coronavírus pode não ter origem na China



"Estamos satisfeitos por ter iniciado o estudo COVE da fase 3", disse o CEO da Moderna, Stephane Bancel, num comunicado à imprensa na segunda - feira. “Estamos gratos pelos esforços tanto, dentro como fora da empresa para nos levar a esse importante marco. Estamos gratos aos participantes e investigadores que agora começam o trabalho do próprio estudo da COVE. Esperamos ansiosamente por este estudo que demonstre o potencial de nossa vacina para prevenir o COVID-19, para que possamos derrotar essa pandemia. ”
O estudo fornecerá aos participantes doses de 100 microgramas da vacina mRNA, que é chamada mRNA-1273, no primeiro dia. Os participantes também receberão outra dose de 100 microgramas da vacina 29 dias depois. Alguns dos pacientes do estudo receberão apenas um placebo.




O estudo será realizado em cerca de 100 locais de pesquisa clínica, que, segundo Moderna, estão “trabalhando com as comunidades locais para atingir uma população diversificada” e para garantir que o estudo seja “representativo das comunidades de maior risco para o COVID-19 e da nossa sociedade diversificada. "
Na segunda-feira à tarde, o preço das ações da Moderna subiu mais de 8% depois da empresa de biotecnologia ter anunciado o próximo teste da sua vacina. Um dia antes, a empresa também anunciou que havia recebido US $ 472 milhões da Autoridade Biomédica Avançada de Pesquisa e Desenvolvimento (BARDA) do governo dos EUA para apoiar o desenvolvimento da sua vacina. Em abril, a empresa recebeu US $ 483 milhões da BARDA.


O RNA mensageiro, ou mRNA, é o conjunto de instruções usadas pelas células para produzir proteínas, e as vacinas de mRNA são um tipo relativamente novo de tratamento que funciona fornecendo instruções às células saudáveis ​​para gerar anticorpos para um determinado vírus ou bactéria. As vacinas convencionais, por outro lado, introduzem um vírus ou bactéria enfraquecido ou morto no organismo. Isso induz uma resposta do sistema imunológico, permitindo que o corpo reconheça e lute contra o patogénico no futuro.
A Moderna não é a única empresa que está competindo para desenvolver uma vacina COVID-19. Outro candidato promissor está sendo desenvolvido pela Universidade de Oxford e pela empresa farmacêutica sueco-britânica AstraZeneca. Espera-se que a vacina entre num estudo da terceira fase nos EUA em agosto. Outras vacinas que estão sendo desenvolvidas pela empresa farmacêutica americana Pfizer e pela empresa alemã BioNTech SE deve iniciar os testes da fase três ainda este mês.


O coronavirus provavelmente não será erradicado


Referencia//Futurism


Sem comentários:

Publicar um comentário