sábado, 4 de julho de 2020

Descoberta a provável razão que levou á extinção dos Maias

Ao longo de muitas décadas, os cientistas tentam descobrir porquê os antigos maias simplesmente desapareceram. 
Superpopulação, seca prolongada, guerra, degradação ambiental e fatores climáticos são citados como possíveis razões para a queda destes povos. Agora novas evidências podem lançar luz sobre o colapso da civilização maia.



Cidade-maia-Tikal
Photo//Escolaeducação


Dez ameaças á sobrevivência da humanidade



Uma equipe internacional de cientistas da Guatemala e dos Estados Unidos disse que os reservatórios de água numa antiga cidade maia contêm produtos químicos tóxicos. De acordo com o estudo, publicado em 25 de junho na revista Nature Scientific Reports, o grupo, formado por antropólogos, biólogos, botânicos e químicos, examinou camadas de sedimentos em dois reservatórios centrais em Tikal, que datam do século III aC e descobriram traços de mercúrio, fosfato e cianobactérias. Os investigadores dizem que os produtos químicos tóxicos deixaram a água impropria para consumo, mesmo depois de fervida.




A poluição dos reservatórios de água ocorreu por causa do pigmento vermelho que os antigos maias usavam para adornar seus edifícios. "A cor era importante no mundo antigo dos maias. Eles usavam-na nos seus murais. Pintaram o gesso de vermelho. Usaram em enterros e combinaram com óxido de ferro para obter tonalidades diferentes", disse o Dr. Kenneth Tankersley, professor associado de antropologia, da Faculdade de Artes e Ciências da Universidade de Cincinnati.
Segundo os cientistas, os antigos maias derivaram o pigmento vermelho de minerais de cinábrio compostos de sulfeto de mercúrio. Eles dizem que o produto químico tóxico entrou nos reservatórios de água durante as chuvadas.


Arqueólogos relacionam as ruínas de Megiddo ao Rei Salomão


As conclusões do estudo também sugerem que também, as secas ocorridas no século IX dC devem ter contribuído para o despovoamento e subsequente abandono da cidade. "A contaminação dos reservatórios centrais de Tikal, e de locais que sustentam a vida e induzem à doença, o teria ajudado a provocar o abandono desta cidade magnífica", disse o professor David Lentz da Universidade de Cincinnati.



Referencia//SputnikNews



1 comentário:

  1. Claro, claro, e hoje somos bilhões por pura sorte... A causa foram doenças Europeias, escravidão, infestação de roedores de outro bioma (importados clandestinos nos navios) e claro os conflitos com outras tribos mais brutais e selvagens.

    ResponderEliminar