terça-feira, 28 de julho de 2020

Cientistas testam o tipo de proteçao que o uso das mascaras nos fornece

Se não tem certeza se vale a pena usar uma máscara facial ou precisa usar uma máscara, mas não sabe qual tipo, esta nova pesquisa deve ajudá-lo a decidir.
Foram feitos vídeos do que acontece quando alguém fala, tosse e espirra em diferentes cenários, sem usar uma máscara, usando dois tipos diferentes de máscaras de pano ou usando uma máscara cirúrgica.


Mascaras

OMS adverte que o pior da pandemia de Covid-19 pode estar para vir


Os resultados, publicados na revista Thorax , são claros.
A máscara cirúrgica foi a mais eficaz para impedir que gotículas e aerossóis passassem quando as pessoas falaram, tossiram e espirram. Mas se não conseguir se uma, uma máscara de pano é a próxima melhor coisa e, quanto mais camadas, melhor. Alguém pode estar infetado com o Covid-19, mas não mostra sintomas. Portanto, não se pode identificar a pessoa infetada apenas olhando para ela. E podemos estar infetados sem saber.
Por isso, foi comparada a eficácia dos diferentes tipos de máscaras na prevenção da transmissão externa de gotículas enquanto conversamos, tossimos e espirramos. Esses são os tipos de máscaras que o público pode usar para reduzir a transmissão da comunidade. Comparamos o uso de nenhuma máscara com dois tipos diferentes de máscaras de pano feitas com modelos de bricolage, (uma máscara tinha uma única camada de pano, a outra tinha duas camadas) e uma máscara cirúrgica de três camadas.





Para visualizar as gotículas e aerossóis que você pode não ver, foi usado um sistema de iluminação LED com uma câmara de alta velocidade. Ficou confirmado que mesmo falar gera gotas substanciais. Tossir e espirrar gera ainda mais. Uma máscara cirúrgica de três camadas teve significativamente melhor desempenho do que uma máscara de tecido de uma camada para reduzir as emissões de gotículas causadas pela fala, tosse e espirros, seguida por uma de tecido de dupla camada.
Uma marcara de tecido de camada única também reduziu a propagação de gotículas causada por falar, tossir e espirrar, mas não era tão boa quanto uma máscara de tecido de duas camadas ou uma máscara cirúrgica. Não se sabe como isso se traduz em risco de infeção, o que dependerá de quantas pessoas infetadas assintomáticas ou levemente sintomáticas existem. No entanto, mostra que uma camada única não é uma barreira tão boa quanto uma camada dupla.

Luz do sol e álcool podem 'matar' COVID-19 em segundos, afirma alto responsável dos EUA


O que isto significa?

Com o uso obrigatório de máscaras, podemos enfrentar falta de máscaras cirúrgicas. Portanto, é importante entender os princípios de design das máscaras de pano. Se as mesmas tiverem no seu interior uma ou duas camadas de filtro em TNT, então o seu desempenho é bem melhor. Por exemplo, uma máscara de tecido de 12 camadas é tão protetora como uma máscara cirúrgica e reduz o risco de infeção em 67%. É difícil costurar 12 camadas de tecido. Mas existem algumas etapas a serem tomadas para tornar as máscaras de pano mais eficazes.



Aumentar o número de camadas (pelo menos três camadas)
Use um tecido resistente à água para a camada externa
Escolha um tecido com uma alta contagem de linhas (portanto, um tecido mais apertado, por exemplo, a partir de uma folha de boa qualidade é geralmente melhor do que um tecido com um tecido mais solto pelo qual você possa ver claramente a luz)
Tecidos híbridos, como algodão-seda, algodão-chiffon ou algodão-flanela, podem ser boas escolhas, pois oferecem melhor filtragem e são mais confortáveis ​​de usar
Verifique se a sua máscara se encaixa e sela bem ao seu rosto
Lave sua máscara diariamente após usá-la.

A evidência está aumentando

Na prática, ainda não sabemos o que tem um efeito maior, usar máscaras para impedir que as pessoas infetadas espalhem para outras pessoas ou proteger as pessoas boas da inalação de  partículas infetadas. Provavelmente ambos são igualmente importantes.
No Missouri, dois cabeleireiros infetados continuaram trabalhando, mas usavam uma mistura de roupas e máscaras cirúrgicas, assim como seus 139 clientes. Nenhum cliente foi infetado .
No entanto, uma cabeleireira infectou os membros de sua família, pois ela não usava máscara em casa e sua família também não.
Esta é uma evidência tranquilizadora de que o risco de infeção é reduzido quando todos usam máscaras.

Pânico com coronavírus pode ser pior do que a própria doença


Referencia//ScienceAlert

Sem comentários:

Publicar um comentário