quarta-feira, 24 de junho de 2020

Reino unido experimenta novo teste para coronavírus usando a saliva


Um novo teste de coronavírus "sem recorrer á zaragatoa” que permite às pessoas recolher sua própria amostra em casa usando a saliva está sendo testado no Reino Unido.
Mais de 14.000 funcionários da universidade, juntamente com as pessoas com quem vivem, participarão neste teste piloto, liderado pela Universidade de Southampton, e que terá duração de quatro semanas.


Teste-Zaragatoa
Photo//Noticias de Viseu


O que é o dexametasona, o 'novo' medicamento para o COVID-19



Os especialistas esperam que um teste de saliva seja uma opção mais fácil para as pessoas, as zaragatoas podem ser desconfortáveis ​​e precisam penetrar profundamente no nariz e na garganta.
Os testes foram projetados para identificar se uma pessoa está atualmente infetada com coronavírus. Os participantes do estudo, que incluirão alguns funcionários da universidade e estudantes, fornecerão amostras semanais de saliva para testes em laboratório.
O kit será entregue em casa ou local de trabalho e, em seguida, recolhido pela equipa ou devolvido no local combinado.
Pode detetar pessoas que estão infetadas, mas não apresentam sintomas, e ainda assim arriscar transmitir a doença a outras pessoas.
O estudo é um complemento aos testes de rotina de coronavírus já oferecidos à equipe do NHS e a qualquer pessoa com sintomas.




O secretário de Saúde, Matt Hancock, disse que estava agradecido a todos os envolvidos no teste: "O teste de saliva pode potencialmente facilitar as pessoas a fazer testes de coronavírus em casa, sem ter que usar zaragatoas. Esse teste também nos ajudará a aprender se a rotinade fazer testes em casa podem detetar casos do vírus mais cedo ".
Qualquer pessoa que tenha um resultado positivo para o vírus deverá se auto-isolar para evitar a propagação da doença.
O teste de saliva procura material genético do vírus usando uma técnica conhecida como amplificação isotérmica mediada por alça (LAMP).


Os especialistas dizem que isso pode ser mais simples e mais rápido do que o método padrão de reação em cadeia da polimerase (PCR) usado para analisar as zaragatoas de coronavírus.
Por fim, pode ser possível fazer os testes e as amostras em casa e obter resultados em menos de uma hora.
Além de testar o teste de saliva Optigene, a equipe de Southampton está explorando o uso de outros testes de coronavírus à base de saliva sem zaragatoa com empresas como Chronomics, Avacta, MAP Science e Oxford Nanoimag


Vacina Russa contra o Covid-19 pronta no final do ano


Referencia//BBCNews


Sem comentários:

Publicar um comentário