sexta-feira, 26 de junho de 2020

Descoberto novo planeta num sistema solar invulgar

A descoberta permite entender melhor a formação de planetas e sua interação com as estrelas, salientam os cientistas.
Os dados captados pelos telescópios espaciais TESS e Spitzer da NASA permitiram detetar um planeta que orbita a estrela AU Microscopii (ou AU Mic) e faz parte de um sistema solar excecional entre todos os sistemas estelares conhecidos. O novo planeta integra a constelação meridional Microscopium e se situa a uma distância de 31,9 anos-luz do nosso planeta. Os resultados da pesquisa, liderada por Peter Plavchan da Universidade George Mason (EUA), foram publicados nesta quarta-feira 25 de Junho pela revista Nature.



Planeta
Photo/// Brian Altmeyer / Earth/Neptune Size Comparison


O Planeta Nove realmente existe?


O planeta recém-descoberto, que recebeu o nome de AU Mic b e com o tamanho semelhante a Neptuno, orbita uma estrela jovem do tipo M, ou anã vermelha, rodeada por um enorme disco de detritos com aglomerações móveis de poeira. "Não há outro sistema conhecido que cumpra com todos esses critérios singulares", diz Bryson Cale, coautor do estudo, citado pela página da NASA.
O novo planeta completa uma órbita em torno de sua estrela em somente oito dias e meio, enquanto os planetas Beta Pictoris b e c, da mesma constelação do Microscópio, têm um período orbital de 21 e 3,3 anos, respetivamente.
Os investigadores acreditam que o AU Mic b se encontrava anteriormente mais distante de sua estrela, mas a interação gravitacional com o disco de gás ou com outros planetas o fez migrar para mais próximo.


A estrela Beta Pictoris está igualmente rodeada por um disco, tem a mesma idade, mas pertence ao tipo A de estrelas, por ser maior e mais quente. A comparação dos seus sistemas solares ajudaria os cientistas a entender melhor como os planetas se formaram, evoluíram e migraram.
A NASA apresentou um vídeo animado com um modelo do sistema estelar AU Mic, que tem a idade de 20 a 30 milhões de anos (150 vezes mais jovem que o Sol).



Stereo registou um objeto enorme atravessando o Sistema Solar


Referencia//SputnikNews


Sem comentários:

Publicar um comentário