quinta-feira, 30 de abril de 2020

Um grupo de Oxford prevê vacina para o COVID-19 disponível em Setembro


Enquanto várias equipes por todo o mundo, trabalham incansavelmente para desenvolver uma vacina contra o coronavírus, um grupo da Universidade de Oxford diz que, se tudo correr bem, terão a sua vacina disponível a partir de setembro.


Vacina-coronavirus
Photo//Pixabay//pearson0612

Cientistas testam a vacina contra o sarampo no COVID-19




A vacina demonstrou ser eficaz em macacos, primatas muitas vezes utilizados em pesquisa biomédica porque são semelhantes aos seres humanos, mas ainda não foi testado em pessoas, apesar de já ter os ensaios clínicos programados envolvendo 6.000 participantes, esperando-se que, dentro de pouco tempo, resultados para confirmar se a vacina é realmente tão promissora como parece atualmente.
Os cientistas do Jenner Institute, de Oxford, para investigação sobre as vacinas, tiveram alguma vantagem. Eles estão trabalhando a ritmo acelerado porque haviam confirmado anteriormente, que uma vacina semelhante à que estão desenvolvendo agora, contra um coronavírus diferente, era segura para uso em humanos.

Velha BCG, a nova esperança contra o COVID-19



Essa é a primeira referência crucial para a aprovação regulatória, mas não garante de forma alguma que a nova vacina funcione.
"É um programa clínico muito, muito rápido", disse Emilio Emini, diretor do programa de vacinas da Fundação Bill e Melinda Gates, ao New York Times.
Mesmo com testes em ritmo acelerado, o grupo precisa obter uma aprovação de emergência do governo do Reino Unido para atingir a meta de setembro.
Mas se tudo correr exatamente como o planeado, o grupo poderá enviar milhões de vacinas até então, permitindo o início dos programas de inoculação vários meses antes dos prazos previstos atualmente.




Estratégia usada na vacina contra o ébola pode ser aplicada para o novo coronavírus


Referencia//NewYorkTimes



1 comentário:

  1. Vamos torcer para que os governantes não façam desta vacina uma fonte para roubar a população e não vire uma disputa eleitoreira entre os canalhas.

    ResponderEliminar