domingo, 5 de abril de 2020

Cientistas chineses desenvolvem máscaras eletrostáticas que aniquilam virus


A Escola de Engenharia Mecânica e Elétrica da Universidade Eletrotécnica de Xian desenvolveu uma "máscara antiviral eletrostática" com um "purificador de ar" especial.
O professor Tong Xufeng, desta universidade, falou em entrevista à Sputnik China sobre as vantagens desta máscara em comparação com a N95.Ele explicou que o vírus tem dificuldade de sobreviver sozinho no ar, em geral o vírus espalha-se fixando-se em partículas.


Photo//UNIVERSIDADE ELETROTÉCNICA DE XIAN

Velha BCG, a nova esperança contra o COVID-19


Primeiro ele precisa de se agarrar a algo, o diâmetro de tais partículas é geralmente menor do que PM (particulate matter) 2,5, ou seja, cerca de 1 mícron (1 mícron corresponde a 0,000001 metro).
"A vantagem principal da máscara desenvolvida pela nossa equipe, em comparação com a N95, é que ela consegue filtrar partículas menores que um micrómetro de diâmetro. Depois de absorver estas partículas, a máscara usa raios e campos de alta tensão para matar os vírus. Quando se usa máscaras normais, que filtram partículas PM 2,5, elas não serão capazes de filtrar partículas menores de 2,5 mícrons", explicou o cientista.


Durante o surto de coronavírus, o Departamento da Saúde da província de Xian contatou a equipe de Tong Xufeng, para saber se as máscaras poderiam ser usadas no combate contra o coronavírus. Assim, os cientistas decidiram, com base nas máscaras eletrônicas de primeira geração que protegem contra a poluição, criar outras com função antiviral.
"Aumentamos a potência da radiação das máscaras originais. A alta tensão gerada pela 1ª geração de máscaras eletrônicas é de 3.000 volts, agora aumentamos a potência em mais 1.000 volts. Geralmente a alta tensão libera ozono e o cheiro emitido por ele é muito desagradável. Contudo, a nossa nova máscara eletrônica filtra o ozono. Também garantimos que a alta tensão não causará danos às pessoas, levamos isto muito a sério", acrescenta Xufeng.
Espera-se que demore cerca de dois meses até que esta máscara comece a ser vendida. O pedido de certificação de máscara antiviral já foi apresentado às autoridades competentes, atualmente estamos aguardando pela sua verificação e aprovação, disse.
"Nós planeamos lançar dois tipos de máscaras: uma para pessoas normais e outra para profissionais de saúde que estão na linha da frente lutando contra a epidemia", concluiu o cientista chinês.




Referencia//SputnikNews





Sem comentários:

Publicar um comentário