segunda-feira, 9 de março de 2020

Pânico com coronavírus pode ser pior do que a própria doença

Uma publicação de um especialista em doenças infeciosas alerta que as reações exageradas das pessoas à disseminação do coronavírus podem causar mais danos do que a própria doença.
Abdu Sharkawy, médico e especialista da Universidade de Toronto, no Canadá, escreveu no final da sexta-feira que a doença é realmente perigosa, mas que as medidas frequentemente interessadas em a conter estão em alguns casos se mostrando piores.


Uso-generalizado-de-mascara
Photo//AnthonyWallace//AFP

A poluição do ar é uma 'pandemia silenciosa' mais perigosa do que os vírus:


"Não tenho medo do COVID-19" , escreveu Sharkawy , usando o nome científico da doença causada pelo coronavírus.
"O que me assusta é a perda de razão e a onda de medo que induziu as massas da sociedade a uma espiral fascinante de pânico, armazenando quantidades obscenas de qualquer coisa que possa preencher adequadamente um abrigo antiaéreo num mundo pós-apocalíptico”.
"Eu tenho medo das máscaras N95 que são roubadas de hospitais e clínicas de atendimento de urgência, onde são realmente necessárias para prestadores de serviços de saúde de primeira linha e, em vez disso, estão sendo colocadas em aeroportos, shoppings e salas de café, perpetuando ainda mais medo e suspeita de outras pessoas."
"Estou com medo de que nossos hospitais fiquem sobrecarregados com qualquer um que pense que 'provavelmente não o tem, mas que pode ser verificado, não importa o que aconteça, porque você nunca sabe ...'"

Sharkawy parecia estar se referindo à preparação generalizada em países como EUA e Reino Unido, onde muitas lojas viram uma procura excecional de itens essenciais, como papel higiénico e desinfetante para as mãos.
A polícia da Austrália, no sábado, lembrou ao público que a situação "não é Mad Max ",  uma distopia pós-apocalíptica, depois de uma filmagem de compradores brigando por causa de papel higiénico em Sydney.
Na sexta-feira, o governador de New York, Andrew Cuomo, disse que as pessoas saqueavam máscaras cirúrgicas dos hospitais e pediu à polícia que investigasse.


O novo coronavírus: perguntas e respostas


Além de criticar as ações individuais, Sharkawy alertou para ações excessivamente zelosas dos governos, como restringir viagens e comércio, o que atrapalharia a vida das pessoas e o crescimento económico.
As viagens internacionais foram duramente atingidas pelo surto. Além da queda na procura devido a viajantes cautelosos, os governos bloquearam voos para áreas afetadas, principalmente a China, e estão examinando o histórico de viagens daqueles que estiveram em áreas de risco por medo de importar o vírus.
Sharkawy concluiu que, embora o coronavírus tenha um impacto sobre os idosos e os que têm um sistema imunológico deficiente, "o fato é que o próprio vírus provavelmente não causará muito dano quando chegar".
"Mas nossos próprios comportamentos e a atitude de 'lutar por si mesmo acima de tudo' podem ser desastrosos" , acrescentou .

Elon Musk diz no Twitter que o pânico do coronavírus é 'burro'


Referencia//BusinessInsider




Sem comentários:

Publicar um comentário