domingo, 15 de março de 2020

China pode ter identificado o primeiro doente do COVID-19

O primeiro caso conhecido do coronavírus, remonta a meados de Novembro
O surto de COVID-19 só causou um grande impacto internacional no final de janeiro, quando a China colocou em quarentena toda a cidade de Wuhan, onde a epidemia já havia emergido, mas agora estão surgindo evidências de que a doença começou a se espalhar no final de 2019.


nfeção-coronavirus
Photo EPA-EFE

Dez boas notícias sobre o coronavírus


Notavelmente, o South China Morning Post agora está relatando que as autoridades chinesas podem ter identificado o "paciente zero" , o primeiro ser humano, em outras palavras, a contrair a doença provocada pelo o vírus SARS-CoV-2, numa infeção ocorrida em meados de novembro.
A notícia esta a causar ondas na comunidade científica.
Segundo o Morning Post, a primeira pessoa conhecida a apanhar o virus é um homem de 55 anos da província de Hubei.

Esse é um detalhe tentador, que pode ajudar os cientistas a identificar a fonte do novo vírus. A teoria predominante entre os investigadores é que ela passou para os humanos a partir de um animal, possivelmente um morcego.
Mas, o jornal deixa claro, também é possível que existam casos humanos da doença anteriores ao mencionado homem de Hubei.
Os críticos dizem que existem casos relatados anteriormente do coronavírus, que mostram que o governo chinês estava mais preocupado em controlar aa informação do surto do que em mitigar sua propagação.  
Uma coisa agora sabemos, com certeza, esse surto já existia muito antes de ser notícia internacional.


O coronavírus foi oficialmente declarado uma pandemia. O que precisa saber.

Referencia//Futurism



Sem comentários:

Publicar um comentário