quinta-feira, 20 de fevereiro de 2020

Robot revela segredos da Grande Pirâmide


Um robot de reduzidas dimensões, entrou num dos eixos estreitos da Grande Pirâmide no Egito, na tentativa de resolver um dos mistérios da arqueologia egípcia.
Pensa-se que a Grande Pirâmide tenha sido construída há cerca de 4.500 anos e é a maior e mais antiga das três pirâmides que ficam nos arredores do Cairo.

Grande-piramide
Photo//sintonizeciencia.

Os Anunnaki podem ter sido a origem da raça humana, afirmam os teóricos



Várias equipes arqueológicas exploraram a pirâmide, chegando a uma seção chamada Câmara da Rainha. Essas investigações revelaram um poço estreito atrás de uma parede falsa que subia em um ângulo de 40 graus na pirâmide.
Rob Richardson, professor de robótica em Leeds, foi o líder técnico da expedição Djedi para explorar o interior da pirâmide. Juntamente com os colegas, ele aceitou o desafio de um dentista e inventor de Hong Kong, Dr. Tze Chuen Ng, de projetar e construir um robô capaz de examinar o eixo sem danificar a pirâmide.
O robot teve que viajar ao longo de um eixo medindo 20 cm por 20 cm e manobrar ao longo de seus 60 m de comprimento.
O robot, que levou cinco anos para se desenvolver, conseguiu navegar pelo poço e gravar imagens do interior.

O professor Richardson disse: “Ninguém sabe o objetivo do estreito corredor, houve especulações de que poderia haver uma abertura para ventilação ou talvez o acesso a um túmulo.
Cerca de 50 m ao longo do poço, vários metros antes do que pensamos ser o fim, há uma pedra colocada no lugar para bloquear um acesso. Conseguimos passar uma câmera pela pedra, e ela revelou uma pequena câmara com símbolos intrincados pintados no chão”.
Dadas as características, é provável que o eixo tenha um outro propósito que não a ventilação. Mas qual era o objetivo permanece um mistério”.

Photo /Theengineer

A Humanidade é o resultado de pelo menos quatro linhagens ancestrais


A câmera do robô também revelou uma segunda pedra a bloquear outro acesso que eles não conseguiram ultrapassar, então o que está além dessa segunda pedra, no final do poço, é uma questão que permanece sem resposta. O mistério da Grande Pirâmide continua”.
O professor Richardson contratou o cineasta William Westaway para usar o vídeo que havia sido gravado para fazer um filme sobre o projeto.
O documentário pode ser assistido no canal Ancient Architects no YouTube. Para coincidir com o lançamento do filme, os cientistas estão disponibilizando as nove horas do vídeo gravado para que ele possa ser estudado por arqueólogos e historiadores antigos.

A Grande Pirâmide de Gizé pode ter tido uma outra finalidade




Referencia//Theengineer


Sem comentários:

Publicar um comentário