quarta-feira, 12 de fevereiro de 2020

A Airbus revelou seu novo modelo de avião

O fabricante europeu de aeronaves Airbus apresentou o modelo da sua nova aeronave comercial, denominada MAVERIC (modelo de aeronave para validação e experimentação de controles inovadores robustos), projetada para reduzir o consumo de combustível até 20%.
Um modelo com dois metros de comprimento e 3,2 metros de largura, com uma área de 2,25 metros quadrados, foi apresentado no Singapore Air Show 2020.




O MAVERIC é como uma asa delta, um modelo de aeronave baseado numa única asa num triângulo isósceles. Possui um design inovador de aeronave “Blended Wing Body (BWB)”, que tem o potencial de reduzir o consumo de combustível até 20% em comparação aos modelos atuais com o mesmo motor. Como os aviões são atualmente um dos maiores poluidores do mundo, um quinto a menos de emissões de poluentes fazem a diferença.
A nova construção do corpo interno promete uma experiência de voo completamente nova e um compartimento de passageiros, não tubular. A cabine do piloto e o compartimento dos passageiros seriam todos incluídos dentro desta asa gigantesca. O modelo peremitirá o transporte de 200 passageiros, ou seja, a capacidade atual de um Airbus A320.


Modelo-de-demontraçao
Modelo de demontraçao^Photo//Airbus

AstroClipper o avião espacial voará em 2022

Além disso, como os passageiros estariam localizados longe do centro da aeronave, diferentemente do avião convencional, de “tubo e asas”, a sensação de movimento pode ser maior para os passageiros nas curvas do avião.
Os motores estão instalados na parte traseira acima da fuselagem e possuem quilhas com lemes. Além disso, o fabricante certifica que o Maveric seria mais leve e menos volumoso. Além disso, o ruído deverá ser reduzido significativamente, graças a um motor "blindado" montado acima da carroceria central. Se isso se tornar realidade, será um avião que despertará a curiosidade atenção tanto ao voar como nos aeroportos.



A Airbus está aproveitando as tecnologias emergentes para ser pioneira no futuro da aviação. Ao testar configurações disruptivas de aeronaves, a Airbus pode avaliar seu potencial como futuros produtos viáveis ”, afirmou Jean-Brice Dumont, vice-presidente executivo de engenharia da Airbus. “ Embora não exista um cronograma específico para a entrada em serviço, esse demonstrador tecnológico pode ser fundamental para trazer mudanças nas arquiteturas de aeronaves comerciais para um futuro ambientalmente sustentável para a indústria da aviação. "
O pequeno protótipo apresentado em Singapura em 2017 já decolou em junho de 2019 no centro da França. Desde então, está passando por testes, que continuarão até o final do segundo trimestre de 2020



Indústria espacial russa propõe frota de dirigíveis para busca e salvamento



Referencia//Techexplorist.


Sem comentários:

Publicar um comentário