sexta-feira, 31 de janeiro de 2020

Robô subaquático faz descoberta alarmante na Antártica


Cientistas que trabalham na Antártica fizeram recentemente uma descoberta peculiar nas proximidades do glaciar Thwaites, na Antártica. 
A geleira em questão tem aproximadamente o tamanho da Flórida e está derretendo a um ritmo acelerado, contribuindo consideravelmente para a subida global do nível do mar.


Robot-subaquatico
Photo // Rob Robbins/USAP Diver

De acordo com a Live Science, um robô submersível chamado Icefin submergiu para a parte inferior da chamada "Geleira do Dia do Juízo Final", que ganhou este nome por ser uma das geleiras que derretem mais rapidamente na região. Os investigadores determinaram que a temperatura da água na área onde o gelo encontra o mar fica cerca de 2 graus Celsius acima da temperatura normal de congelamento.
"As águas quentes nesta parte do mundo, por mais remotas que pareçam, devem servir de alerta para todos nós sobre as mudanças terríveis em potencial, causadas pelas mudanças climáticas no planeta", afirmou David Holland, pesquisador da expedição. e diretor do Laboratório de Dinâmica de Fluidos Ambientais da Universidade de Nova York, conforme citado pelo New York Times.
Para realizar esse feito, a equipe teve que perfurar um buraco de 700 metros de profundidade através da geleira para chegar ao robô, com Britney Schmidt, cientista chefe da Icefin e professora associada de Ciências da Terra e Atmosféricas da Geórgia Tech, afirmando que o submersível "representa uma nova maneira de ver geleiras e plataformas de gelo".

Photo Pixabay//skeeze

"Pela primeira vez, podemos descer quilómetros sob o gelo para medir e mapear processos que não conseguimos alcançar. ", Explicou Schmidt.
A Geleira Twaites, cujo tamanho é quase o mesmo da Flórida, agora está derretendo a um ritmo cada vez mais rápido, sendo já a causa do aumento do nível do mar em cerca de 4%, observa a Live Science citando a Georgia Tech.
"Sabemos que as águas mais quentes do oceano estão corroendo muitas das geleiras da Antártica Ocidental, mas estamos particularmente preocupados com os Thwaites", disse Keith Nicholls, líder do Reino Unido na equipe científica e oceanógrafo do British Antarctic Survey. "Esses novos dados fornecerão uma nova perspetiva dos processos que estão ocorrendo, para que possamos prever mudanças futuras com mais certeza".

O 'Relógio do Juízo Final' está mais perto da meia-noite do que nunca



Referencia//LiveScience


Sem comentários:

Publicar um comentário