quarta-feira, 29 de janeiro de 2020

NASA revela quais as possibilidades de um mega asteróide atingir a Terra


Parece que todos podemos estar descansados, pelo menos por enquanto. 
 A NASA revelou que a probabilidade de um asteróide gigantesco de 5 a 10 quilómetros de diâmetro atingir a Terra é de apenas 0,000001%, informou a agência InterestingEngineering , citando os dados da agência espacial.


Asteroid
Photo CCO

Esses tipos de rochas espaciais, que causam impactos como o que levou à extinção dos dinossauros há milhões de anos, atingem nosso planeta a cada 50 a 60 milhões de anos, dizem os cientistas. No entanto, a NASA afirmou que asteróides menores, embora ainda grandes o suficiente para destruir cidades inteiras, têm muito mais probabilidades de atingir nosso planeta no futuro, com a probabilidade de um evento desse tipo acontecer este ano em 0,1%. Se uma rocha desse tamanho entrar em nossa atmosfera, há 70% de possibilidade de cair no oceano, segundo a agência.
Enquanto isso, a Interesting Engineering argumenta que rochas espaciais menores com 10 metros de diâmetro entram na nossa atmosfera todos os dias explodindo, mas podendo ainda assim, caírem fragmentos no solo como aconteceu recentemente nos EUA, no estado do Alabama.

Atualmente, a NASA está executando o programa de monitorização de NEAs (Near-Earth-Asteroids), conhecido como Sentry, que compila uma tabela de riscos indicando a probabilidade de impacto de rochas que voam perto da Terra.
Atualmente, nenhum objeto na tabela é considerado grande ou perigoso o suficiente para ameaçar a vida em nosso planeta num futuro próximo, mas algumas abordagens podem ter sido ignoradas pelos astrónomos. No ano passado, um asteróide do tamanho de um campo de futebol apelidado de `` 2019 OK '', localizado a 65.000 km da superfície da Terra, foi descoberto por astrónomos apenas um dia antes de passar pelo nosso planeta, apanhando todos de surpresa.

Referencia//SputnikNews

Sem comentários:

Publicar um comentário