sexta-feira, 31 de janeiro de 2020

A procura por vida alienígena poder atrair extraterrestres hostis?


À medida que transmitimos nossa existência para o universo, assumimos com ousadia que os alienígenas que a detetarem, não usarão sua tecnologia superior para nos exterminar
Esse é um ponto de advertência em " The Contact Paradox ", uma nova coleção de ensaios sobre a busca por inteligência extraterrestre, mais conhecida como SETI, do editor do Astronomy Now Keith Cooper.

Alienígenas
Photo Revista Ufo


AstroClipper o avião espacial voará em 2022



Há uma sensação de que o SETI já é antigo. Tudo começou, logo após a invenção da tecnologia de rádio no início do seculo passado, com esforços mais concentrados surgindo por volta de 1980 com a ajuda de visionários, incluindo Carl Sagan. Mas o investimento em projetos SETI continua em todo o mundo, com dispositivos de escuta cósmica cada vez mais on-line , juntamente com novas ferramentas para pesquisar os dados que recolhem.
Mas, apesar da construção de radiotelescópios cada vez mais poderosos, de acordo com a ampla revisão de literatura e especialistas no assunto de Cooper, existem suposições alucinantes que estão na base de muitos projetos do SETI, e que complicam seu potencial de sucesso.



Certamente, segue uma linha de pensamento otimista, seria do benefício da humanidade encontrar espécies exóticas amigáveis nas estrelas. Eles poderiam compartilhar o seu grande conhecimento connosco e, mais fundamentalmente, deixar-nos saber que não estamos sozinhos no universo, ideias que tendem a assumir, de uma forma ou de outra, que civilizações avançadas são sempre amigáveis.
Mas, por outro lado, extraterrestres inimigos ou com más intenções poderiam destruir-nos.
"Mesmo se alguém pudesse detetar um padrão moral na história humana, ainda seria perigoso extrapolar isso para o futuro", disse Nick Cooper a diretor do Instituto Futuro da Humanidade da Universidade de Oxford, Nick Bostrom. "Na verdade, acho esse argumento extremamente fraco, mas imagino que seja o que sustenta o otimismo de algumas pessoas sobre civilizações tecnologicamente avançadas".



Cooper também detalha algumas das muitas outras razões pelas quais encontrar uma vida inteligente pode ser difícil.
Além do espaço ser “infinito” e, mesmo à velocidade da luz, nossas ondas de rádio viajaram apenas cerca de 100 anos-luz para fora da Terra, e também assumimos que reconheceremos a inteligência quando a virmos. A vida alienígena pode ser tão alienígena que podemos ser incapazes de percebê-la.
De fato, alguns até especularam que alienígenas já poderiam estar na Terra, sem o nosso conhecimento.
O “Paradoxo do contato” desafia-nos a repensar essas suposições e muito mais, e, finalmente, argumenta que uma interpretação do SETI é investigar nosso próprio relacionamento com o universo.
"As estrelas são um espelho e, quando olhamos para elas, se olharmos de perto o suficiente, vemos nosso reflexo ", escreveu Cooper. "Estude essa reflexão e podemos aprender algo sobre nós mesmos."

Referencia//Futurism



Sem comentários:

Publicar um comentário