quarta-feira, 28 de setembro de 2022

Descoberto um oceano subaquático no manto da Terra

Geólogos descobriram que uma amostra de diamante descoberta em Botsuana vem de uma profundidade de 660 quilômetros e confirma a presença de uma grande quantidade de água dentro do manto.

É extremamente difícil realizar pesquisas nas entranhas da Terra. Mas pode-se descobrir o que está acontecendo a centenas de quilômetros abaixo de nós por sinais indiretos, por exemplo, pelos minerais que são levados de lá mais perto da superfície.



Planeta-terra
Photo//Educa mais Brasil


Oito descobertas inexplicadas da antiguidade



Recentemente, um diamante pesando um quilate e meio foi descoberto em minas de diamantes em Botsuana. Os cientistas descobriram que o diamante se formou a uma profundidade de cerca de 660 quilômetros, relata a revista Nature Geoscience .

No total, os geólogos examinaram 12 inclusões microscópicas na estrutura do diamante na amostra, estudando-as usando raios-X e espectroscopia Raman. Isso possibilitou encontrar neles minerais do manto terrestre, como ringwoodita, ferropericlase e enstatita.

 


Assim, a combinação de todos os três minerais disse muito sobre as circunstâncias da formação do diamante e o aparecimento de inclusões nele. Geólogos descobriram que a amostra vem de uma profundidade de 660 quilômetros. Esta é uma área extremamente interessante que separa os mantos, inferior e superior, onde ocorre uma mudança bastante rápida em sua composição, densidade e outras propriedades.

A presença de ringwoodita, brucita e alguns outros minerais na amostra identificada indica a presença de água mesmo em grandes profundidades. Isso foi assumido antes, mas agora sabe-se que há muita água na camada de transição do manto.

 


A superfície da Terra é coberta por oceanos em quase três quartos, e não menos agua está escondida nas profundezas. Talvez os contos de civilizações que vivem no subsolo não estejam tão longe da realidade? Afinal, se eles têm seus próprios oceanos, então a vida é possível mesmo no centro do nosso planeta.



A lendária cidade perdida de Tesla e Marconi




segunda-feira, 26 de setembro de 2022

Planeta 9 pode ser um buraco negro primordial escondido no Sistema Solar

Um tipo hipotético de buraco negro poderia explicar o que alguns astrónomos acreditam ser um planeta escondido no Sistema Solar

Um buraco negro escondido na borda do nosso Sistema Solar poderia explicar as evidências de um nono planeta não descoberto, de acordo com uma nova pesquisa.

 

 

Buraco-Negro
Imagem//Universocetico


Objeto descoberto nos confins do Sistema Solar aponta para a existência do 'Planeta X'



Por décadas, astrónomos sugerem que estranhas anomalias gravitacionais em objetos do Cinturão de Kuiper sejam evidências da força gravitacional de um objeto nunca observado, na periferia do Sistema Solar.

Mas o que astrónomos dos EUA e do Reino Unido chamam de “corpo crescente de anomalias observacionais”, o suposto Planeta 9 (ou Planeta X) ainda não foi detetado.

De acordo com a nova pesquisa, isso pode ocorrer porque o Planeta Nove é na verdade um buraco negro primordial, um tipo hipotético de buraco negro que teria sido formado no início do Universo que conhecemos, logo após o Big Bang.

 



A ideia de buracos negros menores do que uma massa estelar surgiu em 1971, pela obra de um dos maiores investigadores de buracos negros, Stephen Hawking. De acordo com a teoria, esses mini buracos negros (ou buracos negros quânticos) foram formados durante a rápida expansão do Universo após o Big Bang, já que a expansão teria ocorrido de forma mais intensa em algumas regiões, o que teria comprimido a matéria e formado os mini buracos negros

Quando se começa a pensar em objetos mais exóticos, como buracos negros primordiais, pensamos de maneiras diferentes”, disse James Unwin, físico teórico e co-autor do estudo. “Nós defendemos que, em vez de apenas procurá-lo em luz visível, talvez devêssemos procurá-lo em raios gama, ou raios cósmicos”.

Os efeitos gravitacionais deste buraco negro poderiam explicar por que objetos além da órbita de Neptuno têm órbitas estranhas e também por que o Planeta Nove nunca foi encontrado.



Descoberta uma nova maneira para encontrar o Planeta 9


O hipotético mini-buraco negro teria 10 vezes a massa da Terra, e um diâmetro equivalente a de uma bola de boliche, é realmente assustador!

 

Falamos sobre esse suposto buraco negro escondido no Sistema Solar numa live no Youtube (canal Galeria do Meteorito).

O video está disponível logo abaixo: